Nesta quarta-feira (22), a Natura, empresa de cosméticos, confirmou a aquisição da Avon, por meio de uma operação de troca de ações. Com a compra, a companhia se torna o quarto maior grupo exclusivo de beleza do mundo.

Após a transação, será criada a Natura Holding, espécie de empresa que detém posse majoritária de ações de outras empresas. Os acionistas da Natura ficarão com 76%, enquanto os da Avon terão cerca de 24%.

O valor da Avon é estimado em 3,7 bilhões de dólares, em torno de R$14 bilhões. Os papéis da Natura Holding serão listados na B3, a bolsa brasileira e terão certificados de ações negociados na bolsa de valores de Nova York.

Com a aquisição da Avon, a Natura agora conta com 6,3 milhões de Representantes e Consultoras, presença geográfica global com 3,2 mil lojas. O faturamento bruto da companhia será superior a 10 bilhões de dólares, mais de 40 mil colaboradores e presença em cem países.

O presidente do conselho da Avon, Chan Galbato, vê na transação uma parceria poderosa, com ampliação de colaboradores e ganho para os acionistas de ambas as empresas. Apesar de confirmada a compra, a conclusão é esperada apenas para o início de 2020.

Author

Estudante de Jornalismo, apaixonada por política e cultura, seu maior objetivo é viajar pelos quatro cantos do mundo. Ela acredita que todos nós somos únicos e que é possível mudar a vida das pessoas através da educação financeira.

Escrever comentário