Há uma semana o Ministro da Economia, Paulo Guedes, deu em nota que o governo pretende acabar com as despesas de educação e saúde no Imposto de Renda. Por acaso você tem em mente quanto terá que pagar a mais caso essa nova regra entre em vigor?

Atualmente o contribuinte pode deduzir todas as despesas com saúde desde que as mesmas sejam comprovadas com recibos e notas fiscais. Já as despesas com educação são limitadas à R$ 3.561,50 por pessoa ao ano. Hoje também podem ser abatidos dos contribuintes seus dependentes, ou alimentados. Caso seja novo nos impostos, saiba como fazer sua primeira declaração.

Sendo assim, o uso dessas despesas para a redução da base de calculo, só é possível se o contribuinte faz o modelo completo de declaração anual. Já aquele que faz o modo simplificado, é dotado um desconto de 20% na renda, sendo limitado a R$ 16.754,34 além de não considerar outras despesas dedutíveis.

Quanto irá pagar a mais?

Em parceria com o portal UOL, a Sage IOB, especializada em contabilidade elaborou uma planilha interativa onde você vai pode calcular o valor a mais do seu IR, com comparação aos dedutíveis de saúde e educação. Você pode fazer os cálculos e testar a planilha clicando aqui.

Para calcular é bem simples, informe sua renda anual, ou seja, o total de 12 meses de salário (não incluso o 13º e férias) e o quanto foi gasto com saúde e educação ao longo do ano. Sendo assim,  a planilha irá informar o quanto a mais você pagará de imposto no próximo ano, caso as deduções com saúde e educação entrem em vigor.

Para o calculo, fora usada a tabela vigente do IR, que não sofreu nenhuma alteração desde 2016. Saiba também como não cair na malha fina, e se você é isentou ou não das declarações.

Author

Estudante de Comunicação Social - RTVi, apaixonada pelo mundo do entretenimento, audiovisual e literatura. Acredito que para alcançar a estabilidade que precisamos, a educação financeira é o primeiro passo.

Escrever comentário