Por uma vulnerabilidade no sistema, o WhatsApp sofreu um ataque hacker nesta última segunda-feira (13). Os invasores conseguiram instalar um spyware, dispositivo capaz de roubar as informações dos usuários.

A empresa recomendou que os usuários – tanto de Android quanto de iOs – atualizem o aplicativo para a versão mais recente e informaram que a vulnerabilidade foi corrigida nestas novas versões.

Caso você não encontre a opção de atualizar o app, é porque seu aparelho pode estar configurado para atualização automática de aplicativos. Versões mais recentes são:

  • WhatsApp para Android v2.19.134;
  • WhatsApp Business para Android v2.19.44;
  • WhatsApp para iOS v2.19.51;
  • WhatsApp Business para iOS v2.19.51;
  • WhatsApp para Windows Phone v2.18.348;
  • WhatsApp para Tizen v2.18.15.

Os hackers faziam ligações para as pessoas cujos dados queriam ter acesso e mesmo que não atendidos, o spyware era instalado. Dos 1,5 bilhão de usuários do app, ainda não se sabe quantos foram vítimas do ataque.

Não se sabe quem realizou os ataques, mas o spyware instalado se assemelha à tecnologia desenvolvida pela empresa israelense NSO Group, conhecida por sua atuação em cibersegurança.

Logo após tomar ciência dos ataques, o Whatsapp afirmou que entrou em contato com organizações de direitos humanos, empresas de segurança cibernética e o Departamento de Justiça dos EUA.

Author

Estudante de Jornalismo, apaixonada por política e cultura, seu maior objetivo é viajar pelos quatro cantos do mundo. Ela acredita que todos nós somos únicos e que é possível mudar a vida das pessoas através da educação financeira.

Escrever comentário