O banco diz ser o maior resultado da história com o aumento no lucro de 5,3% comparado ao 4º trimestre. Ainda ressalta que haverá distribuição de R$ 1,6 bilhão aos acionistas. Todo este resultado apresenta um aumento de 45,7% tendo em vista os 3 primeiros meses do ano passado, quando o lucro foi de apenas R$ 2,7 bilhões. Apesar da alta o desempenho segue abaixo do registrado pelos concorrentes.

O lucro líquido ajustado do banco está em soma de R$ 4,2 bilhões entre os meses e janeiro a março, se comparado com o mesmo período do ano passado o valor foi de 40,3% maior. De acordo com o banco o motivo do resultado foi impulsionado pelo aumento da margem financeira, redução das despesas de provisão de crédito, aumento das rendas de tarifas e pelo controle de custos.

A carteira de crédito totalizou um crescimento de 0,8% em um ano, sendo ampliada com o total de R$ 684,1 bilhões. Os destaques são para carteiras de pessoas físicas e agronegócio, que respectivamente avançaram em 7,8% e 1,5% na comparação anual. Contudo, o índice de inadimplência com superioridade a 90 dias atingiu o marco de 2,59% no final de março. E as despesas com PCLD (Previsão para Crédito de Liquidação Duvidosa) caíram em 26,3%.

Acionistas

Serão disponibilizados cerca de R$ 1,6 bilhão aos acionistas, segundo anúncio feito pelo BB. O dinheiro será em forma de Juros Sobre o Capital Próprio (JCP) neste trimestre, o que dá a ideia de crescimento em torno de 93,2% em comparação do 1º trimestre de 2018.

Comparações

Dentre os principais bancos do país, o que mais obteve lucro no primeiro trimestre foi o Itaú, que anunciou o lucro total de R$ 6, 710 bilhões. O crescimento foi de 6,8% comparado com o período anterior.

Em seguida o Bradesco também registrou um lucro líquido girando em torno de R$ 5,82 bilhões, com alta de 30,3% se comparado com o primeiro trimestre passado.

E por fim, o Santander teve o lucro registrado em R$ 3,415 bilhões, representando um crescimento de 21,1% em comparação com ao ano passado.

Author

Estudante de Comunicação Social - RTVi, apaixonada pelo mundo do entretenimento, audiovisual e literatura. Acredito que para alcançar a estabilidade que precisamos, a educação financeira é o primeiro passo.

Escrever comentário