Para você fazer uma boa gestão de sua empresa e administrar todo o dinheiro que sai do caixa, conhecer a diferença entre despesas e custos é fundamental!

O que são despesas?

Os gastos relativos à administração de sua empresa, que estão ligados a manutenção da empresa, são considerados despesas. Ou seja, são os gastos que a empresa precisa ter para manter a estrutura funcionando, porém não contribuem diretamente para a produção ou geração de novos itens.

As despesas que não estão ligadas a produção como, aluguéis, propaganda, comissões de vendedores, material de escritório, salário da administração são considerados gastos.

O que são custos?

Custos são todos os investimentos que estão diretamente ligados à produção como, materiais e insumos, salários de funcionários, eletricidade gasta na produção. Esse mesmo conceito se aplica para comércios e serviços.

Para o varejo, é toda aquisição de mercadoria para a venda e serviços. Pode ser o transporte para visitar clientes, salários e encargos de colaboradores que prestam serviços.

Tudo aquilo que tem que pagar para obter o produto final para venda, seja um produto fabricado, uma mercadoria para revenda ou um serviço prestado é considerado como custo.

Como diferenciar despesas e custos?

Para saber se um gasto da empresa é considerado uma despesa ou um custo, imagine o que aconteceria se a empresa eliminasse esse gasto dentro do processo? A sua obtenção de estoques seria diretamente afetada? Se houver impacto direto na formação de estoques, é um custo; se não, é uma despesa.

Por exemplo, se você tem uma empresa de doces e não comprasse o açúcar, sua empresa não conseguiria fabricar seus produtos, pois a compra do açúcar é uma matéria-prima essencial para manter sua empresa funcionando e, portanto, um custo.

Ma se sua empresa reduzir a compra de papel para impressões em seu escritório estaria cortando uma despesa, pois o corte de papel não afeta sua produção de doces, apenas sua administração.

Fixos ou Variáveis?

Os custos e despesas também podem ser classificados em Fixos ou Variáveis:

  • Custos ou despesas fixas: aquilo que não varia com o volume (produzido ou vendido) como, por exemplo, IPTU ou aluguem de uma fábrica;
  • Custos ou despesas variáveis: aquilo que varia em função do volume (produzido ou vendido) como, por exemplo, a matéria-prima ou a comissão de um vendedor.

Outros gastos devem ser considerados

Uma empresa também pode ter outros gastos que devem ser considerados como, por exemplo, as perdas. As perdas são gastos que sua empresa precisa fazer e que não serão revertidos em receitas. Na prática, é dinheiro desperdiçado, por exemplo, para compensar um acidente de trabalho ou com mercadoria que passou do prazo de validade.

E se você quer investir na compra de móveis, equipamentos, imóveis, veículos, softwares, essas aquisições são considerados como investimentos e não como gastos ou custos. Na visão econômica, o investimento significa aplicação de capital para ampliação da capacidade produtiva da empresa.

Como melhorar o controle de despesas e custos?

Todo gestor deve monitorar constantemente todos os gastos de sua empresa para melhorar o controle de despesas e custos. Além de controlar melhor os valores e entender a situação da empresa, esse processo evita problemas de fluxo de caixa e de projeções de médio e longo prazo.

Não se esqueça! Separe gastos pessoais dos gastos de sua empresa! Isso também pode te auxiliar na organização financeira do seu negócio!

Comentários