Segundo o levantamento realizado pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor – estudo realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens Serviços e Turismo (CNC), foi divulgado na manhã desta quinta-feira (4), o percentual de famílias endividadas – com contas em atraso ou não, no mês de março, que chega a 62,4%.

Os números chegaram a superar o índice do mês de fevereiro, que chegou aos 61,5%, e no mês de março do ano passado, atingiu cerca de 61,2% . As famílias inadimplentes, aquelas tem dívidas atrasadas em aberto, ficaram em 23,4% em março deste ano, superando a estatística do mês anterior, que ficou em 23%1. Já as famílias que declaram não ter condições de pagar suas dívidas, teve um aumento de 9,2% em fevereiro para 9,4% em março deste ano.

O principal fator apontado para o índice de endividamento por 78% das famílias nesta situação, em primeiro lugar, é o cartão de crédito, já em segundo, estão os carnês que assumem o percentual de 14,4%, e em terceiro, com 10%, está o financiamento de carro.

Author

Julia Araujo, é estudante de Jornalismo, e está sempre antenada com as notícias do mercado financeiro. Ela acredita que através da informação transparente e íntegra, é possível mudar a vida financeira das pessoas.

Escrever comentário