Powered by Rock Convert

Ter o cheque clonado ou falsificado, significa que alguém utilizou uma folha do seu talão de cheques para realizar um pagamento ou um saque com ela. O primeiro indício de que seu talão de cheques pode ter sido violado por outra pessoa, vem por meio de um desconto recorrente a um cheque em que você não assinou.

Tire todas as suas dúvidas sobre esse problema e aprenda a evitá-lo.

Esse problema é mais comum do que parece, e costuma ser um grande problema tanto para os bancos, quanto para os comerciantes. Além de ser primeiramente um problema para quem tem seus dados clonados. Atualmente, cerca de 20% de todos os cheques que são devolvidos aos proprietários se enquadram como clonados. Mas é importante saber se posicionar se em algum momento isso acontecer, e ainda mais, fazer de tudo para evitar esse problema.

O que fazer se o cheque for clonado?

Assim que for constatada a primeira suspeita da clonagem, o responsável pelos dados que foram clonados deverá entrar em contato com a instituição bancária imediatamente. O prejuízo é assumido pelos bancos, por isso não precisa se desesperar com a situação e muito menos pagar a conta de algo que você não teve nenhuma participação.

Powered by Rock Convert

Contudo, outra medida também deve ser tomada por quem tem seus dados clonados e descontados em cheques, registrar o ocorrido em um boletim de ocorrência. Essa medida deve ser tomada como prioridade, pois só assim o indivíduo tem como provar quando foi constatada a suspeita e a legalidade da afirmação. Esse documento também poderá ser requisitado na hora de recuperar a quantia que foi descontada.

Quem paga o cheque clonado?

O banco que emitiu o talão de cheque é responsável por arcar com todo o prejuízo. Então não precisa se desesperar, você só precisa informar a situação e conversar com a instituição para resolver o problema. O importante é explicar e usar todas as provas possíveis para que não fique nenhuma dúvida em relação ao problema.

No entanto, existem casos em que o banco não se responsabilizou pela clonagem e mandou a conta para o proprietário dos dados. A alegação mais usada nesses casos, é de insuficiência de fundos, sendo assim o cheque é devolvido para o dono e o dinheiro é descontado na conta. As chances de isso ocorrer estão relacionadas a quantias de dinheiro mais altas.

Como evitar ter cheques clonados?

Primeiramente, o proprietário deve estar sempre atento a todos os pagamentos realizados em cheque. O controle financeiro é a melhor arma contra a clonagem de dados, que muitas vezes acontece sem que o indivíduo sequer desconfie simplesmente porque não possui uma gestão de gastos e pagamentos. Por isso, é importante anotar todos os gastos que serão descontados nos cheques.

Também é preciso adotar hábitos de segurança para que os dados não sejam tão facilmente acessados por qualquer pessoa, como deixar os talões bem guardados e as folhas nunca preenchidas pela metade. Além disso, não forneça informações demais para pessoas que não são de confiança e que podem acabar se aproveitando de um momento de descuido para clonar cheques.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário