Powered by Rock Convert

Cheques bancários eram muitos populares no Brasil nos anos 1990. Apesar de vir perdendo espaço ao longo do tempo, a opção é ainda uma ótima alternativa para transações do dia a dia. Para que ela seja eficaz, porém, é importante preencher a folha de forma precisa e correta – afinal, erros podem invalidar a operação.

Saiba como utilizar o cheque bancário e o procedimento para seu preenchimento sem erros:

Para ter validade, o cheque deve ser preenchido sem rasuras e com cuidado.

Preenchimento dos campos

1. No espaço para preenchimento do valor do cheque, escreva em números a quantia desejada. Este espaço é o que conta com o símbolo R$ já escrito.

Para evitar que este valor seja alterado, escreva um # antes e depois dos números.

2. Na linha logo abaixo, escreva por extenso o valor assinalado no campo anterior. Caso o montante tenha o número 1, opte por escrevê-lo com H (hum).

Coloque toda a escrita por extenso entre parênteses, evitando que outras palavras sejam acrescentadas antes ou depois da escrita.

Por exemplo: se o valor for de R$1.549, escreva (Hum mil, quinhentos e quarenta e nove reais).

Após este complemento, faça um risco na horizontal em todo o espaço restante para escrita.

3. Escreva no campo assinalado com a letra A o nome da pessoa a que o valor do cheque é destinado, ou seja, aquela que está autorizada à descontá-lo. Sem este preenchimento, o banco não autorizará o pagamento do montante.

É este processo que torna o cheque nominal. Caso o pagamento seja destinado à uma empresa, escreva o nome dela, e não o da pessoa que o está recebendo.

4. Preencha os dados referentes à cidade onde o cheque está sendo preenchido e a data.

Powered by Rock Convert

5. Assine o cheque com a mesma caligrafia utilizada no seu RG.

6. Especifique a data de melhor desconto do cheque. Costuma-se utilizar “Bom para DATA”. Estes dados destacam que o valor será cobrado no dia indicado, e mostra ao futuro creditado o melhor período, em que provavelmente sua conta terá dinheiro para o débito.

7. Evite rasuras e o preenchimento de cheques em branco. Cheque em branco é aquele repassado apenas com sua assinatura, com todos os outros campos sem complemento. Essa prática favorece fraudes.

Quando preenchido, o cheque deverá ter inclusive assinatura do emissor e data.

8. Caso preencha o cheque errado, rasgue-o bem e jogue-o fora. É melhor utilizar outra folha que repassar um pré-datado que poderá trazer problemas.

9. Lembre-se de anotar os mesmos dados no canhoto do cheque, para controle financeiro ou comprovação, caso haja qualquer problema.

Recebi um cheque. O que faço?

Na hora do recebimento do valor em cheque, o usuário tem duas opções:

1. Receber o valor direto no balcão

Esta alternativa só estará disponível se o dono do cheque permitir. Caso não deseje que o dinheiro seja retirado desta forma, a pessoa que emitir o pré-datado poderá “cruzar o cheque”, fazendo dois riscos na diagonal, no canto superior esquerdo da folha.

2. Receber o valor em conta

Aqui, o usuário do cheque deverá escrever atrás da folha seu nome, agência e conta em que o montante será depositado. Isso garante ao banco uma segunda verificação de segurança.

Esta opção também vale para o repasse do cheque. Neste caso, a pessoa A, que originalmente receberia o valor, deverá escrever nome, conta e agência da pessoa B, que agora descontará o montante. Logo depois, a pessoa A deve assinar o cheque, ainda na parte de trás da folha.

Neste caso, o repasse do cheque só é possível caso o dono do pré-datado não tenha escrito “Não à ordem” ou “Não endossável”. Se as expressões estiverem no documento, somente o beneficiário nominal poderá sacar o valor.

Este artigo foi interessante? Para esclarecer qualquer dúvida ou sugestão, deixe seu comentário no post do blog.

Powered by Rock Convert

Comentários