compare cartoes de creditoPowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Os efeitos da inflação são muito presentes em nosso dia-a-dia. É importante entender o conceito, suas causas e consequências.

Sendo um assunto recorrente no Brasil, a inflação e seus desdobramentos nos afetam de várias formas, inclusive alterando significativamente nosso modo de comprar, vender e produzir. Sua influência é ampla e significativa, e esse é um bom motivo para aprendermos mais e tirarmos nossas dúvidas. Veja neste artigo o que é inflação e como funciona.

O que é?

A inflação é um processo monetário que consiste no aumento contínuo e generalizado dos preços. Não se trata de aumentos isolados ou ocasionais em poucos produtos, mas variações em todos os produtos comercializados por um período de tempo.

Com a elevação dos preços, o processo inflacionário causa a desvalorização da moeda nacional. Mas, controlando esse processo, o governo apresenta aos investidores um país promissor e receptivo aos seus investimentos. Além disso, o equilíbrio proporciona maior poder de compra à população, a qual passa a consumir mais.

IPCA: o que é?

O IPCA, sigla para Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, serve para indicar os efeitos da inflação na vida dos consumidores brasileiros. Esse índice é medido mensalmente com base nos preços relacionados à alimentação, educação e moradia. A soma dos índices mensais gera o IPCA anual.

O governo está atento ao IPCA, pois seus dados permitem analisar o desempenho da economia do país e então tomar medidas para estabelecer o equilíbrio, atrair investimentos e ajustar a taxa SELIC.

Como funciona?

No processo inflacionário, a relação entre oferta e procura sofre alterações. Essas alterações são causadas por diferentes motivos, mas não são benéficas para todas as partes envolvidas.

Se a oferta e a procura fossem alteradas de maneira proporcional, o impacto não seria grande, mas, por múltiplos fatores, não é assim que ocorre. Portanto, gera-se desequilíbrio e diminuição do poder de compra dos consumidores.

Powered by Rock Convert

Quais tipos de inflação podem afetar a economia? Quais fatores podem desencadear a inflação?

Inflação de demanda

Se refere ao excesso de procura em relação à oferta existente. É quando os produtos ou serviços disponíveis se tornam insuficientes para atender à demanda. Esse processo pode ser influenciado por fatores como:

  • aumento da renda;
  • aumento dos gastos públicos;
  • aumento do crédito e diminuição das taxas de juros.

Inflação de custo

Se refere ao aumento no preço da oferta. A procura continua a mesma de antes, mas os custos de produção aumentam e são repassados ao consumidor, que passa a pagar mais pelo mesmo produto. Esse processo pode ser influenciado por fatores como:

  • aumento dos preços externos;
  • aumento do custo da mão de obra;
  • aumento dos impostos.

Inflação inercial

Se refere ao aumento no preço da oferta. Esse processo não necessariamente ocorre em resposta ao aumento da demanda ou dos custos, mas está associado aos chamados “mecanismos de indexação” da própria economia. A inflação inercial é calculada com base no índice de inflação passado somado à expectativa de inflação futura.

Inflação estrutural

Assemelha-se a inflação por custos, mas o problema está na falta de eficiência dos meios de produção ou infraestrutura de mercado, fazendo também os preços dispararem.

Inflação: consequências

  • desequilíbrio da balança comercial (aumento nas importações e diminuição das exportações);
  • desvalorização da moeda nacional;
  • diminuição do poder de compra da classe trabalhadora.

Inflação: o que o governo pode fazer?

Há muitos meios de lidar com a inflação. Em um cenário inflacionário, uma das alternativas é tentar aumentar a oferta disponível para se adequar à procura, estimulando a produção nacional e a redução dos preços.

Inflação: o que você pode fazer?

Como consumidor, é importante estar atento aos índices econômicos capazes de afetar você e seu dia-a-dia, não comprar de maneira impulsiva e fazer pesquisas de preços para se certificar de que está usando seu dinheiro da melhor forma. Saiba quais são os tipo de inflação que afetam nosso bolso diariamente.

Inflação e Deflação

A deflação é exatamente o contrário da inflação: baixa de preços. Pode parecer uma coisa muito boa, porém, a deflação costuma acontecer em períodos de escassez e crises econômicas. Como os setores da sociedade tem menos capital para gastar, os preços acabam baixando por falta de procura.

Achou o artigo útil? Tem alguma dica para ajudar a lidar com a inflação? Fale para nós na seção de comentários!

Powered by Rock Convert

Comentários