Powered by Rock Convert

O que é e como funciona

Capital de giro pode ser compreendido como o capital essencial para que uma empresa continue funcionando – daí o nome giro. É a quantia que permite que uma organização dê continuidade nas suas operações, como recursos para aporte das operações aos clientes em vendas a prazo, recursos para o estoque, recursos para compras, entre outros.

Ou seja, se uma empresa não conta com capital de giro, ela simplesmente não tem condições de prosseguir com suas atividades.

Por que a empresa deve controlar o capital de giro?

Quando uma empresa mantém controle de suas finanças e de seu capital de giro, ela poderá:

  • Conhecer o melhor momento para comprar e os prazos que poderá assumir, evitando que exista desencaixe nos pagamentos e recebimentos;
  • Pagar as contas de curto prazo a manter o caixa positivo;
  • Manter as contas do ativo e as contas do passivo em equilíbrio adequado;
  • Suprir as necessidades de realização das atividades operacionais;
  • Permitir a criação de riqueza na empresa em longo prazo.

O mapa do sucesso para o capital de giro

A palavrinha mágica para você ter uma empresa sempre em movimento, cumprindo com as obrigações financeiras e projetando-se para frente de maneira sustentável é: controle.

Se você aplica o controle das suas obrigações financeiras, não terá maiores problemas. E esse controle pode ser segmentado da seguinte forma:

  • Controle de caixa e bancário: aqui é o “coração” do capital de giro. Onde todas as entradas e saídas de dinheiro são registradas. Isso permite mapear as despesas pagas, compras de material/estoque e inclusive estimar o crescimento orgânico de seu negócio. O importante é manter as rédeas do controle de caixa, pois assim não se corre o risco de discrepâncias nos valores e indesejados desvios de dinheiro da sua finalidade original.
  • Controle de vendas e estoques: mapear esse fluxo também ajuda o empreendedor a ter uma visão macro da saúde do seu capital de giro. Com o registro das vendas, tipos de vendas (à vista, a prazo etc.), é possível estimar o volume a ser trabalhado do capital de giro no mês e com isso também planejar o mês seguinte, em termos de receita estimada e estoques, o que poderá ser mais pesado ou tranquilo, sempre a depender das obrigações financeiras que o negócio tiver que assumir.
  • Controle de contas e pagar e a receber: a boa prática da tesouraria também é fundamental para você estimar o volume de dinheiro em saída e o que está previsto para entrar. Aqui acaba sendo a ponta do gerenciamento do capital de giro pois tudo o que se registra na contas a pagar e receber tem impacto direto no volume financeiro disponível no mês.

Quais os danos de ter um mau controle do capital de giro?

Quando uma empresa trabalha com um baixo capital de giro, as dificuldades operacionais aumentam, tornando a organização mais sujeita a um caixa negativo – o que compromete o funcionamento de suas operações.

Capital de giro baixo pode significar que a empresa tem uma administração ineficaz de seu planejamento financeiro e, assim, pode ter que recorrer a instituições financeiras contraindo empréstimos e dívidas para a empresa. Porém, com essa prática a empresa fica devendo no banco e em uma posição bem desfavorável, pois terá que mexer mais ainda no dinheiro do caixa para pagar as prestações.

Os melhores aplicativos para controlar as finanças da sua empresa

1 – Expensify

Trata-se de um app que auxilia o empresário a manter a vida da sua empresa em dia. Ele permite controlar tudo o que é vendido e comprado, garantido ter ciência do capital de giro que a empresa tem.

O melhor é que o aplicativo é gratuito, muito simples, fácil e prático de operar. Está disponível para sistemas operacionais iOS, Android e Windows Phone, além de funcionar também no modo offline. Existe ainda uma versão com mais funcionalidades, mas é cobrada uma mensalidade para o uso.

2 – Debt Payoff Pro

Ideal para empresários que precisam controlar o capital de giro da empresa, além de crédito bancários, extratos, contas a pagar, entre outras obrigações financeiras da organização. O aplicativo também informa datas de vencimento de contas como empréstimos e com isso impede que os prazos sejam esquecidos, evitando pagar juros e multas e ajudando a manter a boa saúde da empresa.

3 – MoneyWise

É um bom app para controlar as despesas financeiras da empresa, porque permite criar orçamentos e controlar o fluxo de caixa, sem ultrapassar os limites estipulados pelo empresário. Evita perder o controle sobre as contas da empresa – o que é fundamental para a boa saúde financeira da organização.

O aplicativo tem versão em português e oferece proteção de tela por senha. Aceita operar com todas as moedas.

4 – Bills

Evita que o empresário se esqueça do que foi comprado pela empresa e o quanto tem no fundo de reserva. Ótimo app para empresas de todos os portes.

O aplicativo também calcula de forma estimada qual é o seu caixa, com base nos valores que o empresário tem a pagar e receber.

O app é gratuito e funciona em sistemas operacionais iOS e Android. Tenha o controle da sua empresa na palma da sua mãe.

5 – iContas

É um verdadeiro gerente financeiro. Com esse aplicativo o empresário pode controlar despesas e receitas e ainda avisa sobre datas de recebimento e pagamento – evitando que as contas atrasem.

Ainda é possível personalizar categorias, incluir diversas contas, modalidades de pagamento e recebimento em dinheiro, cartão ou outros meios.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares