Powered by Rock Convert

Você talvez já tenha ouvido falar de um profissional chamado de consultor financeiro. Eles são bastante indicados quando as contas apertam, ou aparecem como conselheiros na televisão. Parece até mesmo o tipo de profissional que você nunca vai contratar, porque parece desnecessário. Mas não é bem assim: um consultor financeiro pode ajudar, e muito, a colocar o orçamento em dia e a fazer o dinheiro render!

Quando contratado, o consultor financeiro busca, primeiro, entender as condições do orçamento de seu cliente. Para isso, ele realiza uma entrevista com o consumidor. Por meio da conversa, ele lista e mapeia todos os rendimentos mensais, todos os gastos e as dívidas pendentes. Para bons resultados, aliás, o indivíduo não pode esquecer de nada: o mínimo gasto, como um lanche à tarde, deve ser incluído no orçamento.

O que faz o consultor financeiro?

Se houver aperto nas contas ou dívidas futuras, o consultor financeiro logo definirá o melhor meio para quitação dos débitos. Isso pode ocorrer pela economia, pelo corte de gastos e até pela mudança dos hábitos de vida, como comer em casa ao invés de ir diariamente ao restaurante. O profissional, junto ao seu cliente, definirá metas e prazos, o que auxiliará no cumprimento do planejamento.

Mas não só nos momentos de aperto o consultor financeiro pode ser útil. Imagine, por exemplo, que você tem valores guardados e resolve investir. Ou então recebeu um aumento de salário, mas não quer “desperdiçá-lo” em novos gastos.

Com estes objetivos em mente, o consumidor que procura o aconselhamento pode obter as melhores alternativas de investimento, conhecendo as mais variadas delas. Talvez seja mais benéfico, por exemplo, investir em títulos, ou quem sabe na poupança. Apenas analisando cada aspecto do orçamento o consultor poderá indicar o rendimento com o maior lucro e segurança.

Um consultor financeiro tem como função auxiliar na compreensão da renda do consumidor e apresentar meios para economia e investimentos.

É possível ainda que, em alguns casos, obter um empréstimo para pagamento de uma dívida seja interessante. Conhecedor dos juros, taxas e condições do mercado, o profissional financeiro é capaz de indicar a instituição mais adequada, e se esta é mesmo uma boa opção.

Powered by Rock Convert

Um aspecto interessante da consultoria financeira é que, além de definir um plano detalhado de ações, o assistente acompanha o andamento das práticas. Isso significa que ele, ao longo dos meses, verifica as economias feitas e indica novos métodos, se for o caso.

Ele também segue a evolução dos investimentos realizados, e mostra outros quando um novo se fizer mais benéfico. Assim, o consumidor se sente amparado, pode tirar dúvidas, e ainda é incentivado a alcançar as metas definidas em conjunto.

Isso é caro?

Mesmo após conhecer todas as vantagens da consultoria financeira, você pode estar pensando “eu não tenho dinheiro para isso”. Mas isso não precisa ser uma preocupação. Há ótimos profissionais financeiros no Brasil, e a remuneração de um consultor pode ser feito de duas formas. Assim, o consumidor pode escolher a que melhor atende ao seu orçamento.

Alguns consultores cobram honorários. Isso significa que o cliente deverá pagar a consultoria de acordo com as horas gastas para o planejamento e acompanhamento de suas finanças, inclusive por e-mail ou telefone. Para isso, cliente e profissional definem valor base para hora.

A outra alternativa de remuneração é por um valor fixo. Nesta situação, são definidas as ações que serão necessárias para colocar o orçamento em dia, e o consultor cobra um montante único pela realização de todas elas.

Contar com um profissional financeiro no dia a dia de um empreendimento é essencial para manutenção da saúde financeira da empresa.

É importante destacar que a consultoria financeira é bastante interessante para a pessoa física, e fundamental para as empresas. Apenas com um bom aconselhamento no dia a dia os empreendimentos conseguem sucesso!

Powered by Rock Convert

Comentários