Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Os bancos são instituições financeiras fundamentais na vida moderna.

E na relação com os bancos, o gerente tem um papel muito importante porque faz o “meio-campo” entre o cliente, o correntista, e o banco.

Mas, como ter uma boa relação com o gerente do seu banco? Vamos dar algumas dicas.

Gerenciando a agência e não a sua conta

As agências bancárias oferecem diversos produtos, funcionários e podem ter milhares de clientes.

Uma agência bancária costuma ter um gerente geral e os gerentes de conta. Em algumas há uma separação entre gerentes: para pessoa física e pessoa jurídica.

Além de autorizar a abertura e o encerramento de contas, o gerente também autoriza algumas transações e cuida dos assuntos administrativos, a burocracia interna da agência.

Outra função do gerente (ou da gerente!) é oferecer um dos diversos produtos e serviços financeiros que o banco disponibiliza. São seguros, investimentos, títulos de capitalização, cartões de crédito etc. Os gerentes têm metas para serem cumpridas e por isso não vão pensar duas vezes em oferecer um produto financeiro para você.

Agora, se tem algo que nenhum gerente faz é administrar a sua conta e os seus investimentos. Como têm centenas, milhares de clientes, o gerente não analisa extratos e movimentações, não faz resgates e aplicações, nem toma decisões. Isto cabe ao correntista, ao titular da conta.

O que o gerente pode fazer é sugerir produtos, linhas de crédito e aconselhar quanto ao endividamento do cliente para com o banco.

Muitas pessoas fazem confusão, achando que o gerente deveria ter avisado que o cheque seria devolvido ou que a conta ficaria no vermelho. Os gerentes não fazem isso, salvo em situações muito específicas e raras.

Portanto, não adianta culpar e reclamar com o gerente sobre a situação da sua conta quando na verdade é você quem deveria fazer isso. Somente reclamações sobre tarifas e cobranças indevidas e movimentações suspeitas é que serão tratadas pelo gerente.

Powered by Rock Convert

Informe-se

Se você precisa conversar com o gerente sobre financiamento, empréstimos ou investimentos, pesquise e informe-se antes.

Converse com outras pessoas que utilizaram os mesmos produtos / serviços, pesquise na internet e faça comparações com outros bancos.

Pode parecer que o gerente do banco é um mestre em economia ou matemática, mas não é nada disso. Na verdade, o gerente vai oferecer o que acha melhor para o banco e para alcançar as próprias metas.

Por isso, cabe a você se informar e conversar de igual para igual, recusando-se a aceitar algo se não estiver bem explicado ou não for a melhor proposta, buscando o que for mais adequado para as suas necessidades.

Se você tiver em mãos informações e propostas de outros bancos, isto vai ajudar muito já que o gerente é um agente de negócios, que tem de vender produtos e serviços e atingir metas (como dissemos anteriormente).

Estando bem informado, você não se sentirá um E.T. na hora de negociar com o gerente.

Ganha-ganha

Não adianta procurar o gerente para pedir um empréstimo com taxas mais baixas, se você mal movimenta a sua conta corrente.

Você não vai conseguir um bom financiamento, se coleciona cheques devolvidos.

A relação com o gerente deve ser uma relação de ganha-ganha. Você adquire produtos e serviços como seguros e cartões e o gerente facilita a obtenção de linhas de crédito que vão desde cheque especial até empréstimos e financiamentos, com taxas mais em conta.

Você ajuda o gerente a atingir metas e este, por sua vez, te oferece melhores condições de prazos e taxas.

Esta relação é construída ao longo tempo e de maneira transparente. Você gosta de dinheiro, certo? O banco e o gerente também. Lembre-se daquele ditado: “quem quer rir, tem que fazer rir”.

Powered by Rock Convert

Comentários

Shares