Mensalidades, livros, transporte, alimentação… estudar sai caro e nem todo mundo tem condições de arcar com todas essas despesas. Assim, muitos estudantes recorrem a programas de financiamento estudantil.

A principal opção é o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Mas no caso do estudante não cumprir os requisitos necessários, existem ainda outras alternativas. A taxa de juros pode ser maior, mas o investimento na educação superior pode dar um alto retorno de salário!

Veja a seguir o passo a passo que preparamos para você:

Confira o processo de financiamento estudantil oferecido por 4 bancos.

#1 – Fale com a sua faculdade

A primeira coisa a se fazer é perguntar para a sua faculdade quais os convênios que ela tem para Financiamento Estudantil. Às vezes a própria faculdade tem sistemas de bolsas e financiamentos próprios bastante em conta.

#2 – FIES (na Caixa ou Banco do Brasil)

Pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil o estudante tem acesso ao financiamento estudantil por meio do Fies. O curso só começa a ser pago depois de concluído, e a taxa de juros é bem baixa: 3,4% ao ano.

Mais informações aqui.

#3 – Financiamento Estudantil Biva

A Biva também oferece financiamento para jovens que buscam seguir seus estudos. O Financiamento Estudantil Coletivo não cobra taxa de adesão, nem de abertura de crédito.

O estudante paga 40% do valor da sua mensalidade, com uma taxa de juros de 2% ao mês, e o valor restante do semestre é pago em 9 meses.

A plataforma promete menor burocracia, com cadastro simples em um processo online. Além disso, a Biva auxilia o estudante a encontrar trabalho, facilitando o contato do recém-formado com empresas contratantes.

A taxa de juros média da Biva para o financiamento estudantil coletivo é de [juros if=”biva” catbacen=”outrosbens”]. Mais informações aqui.

Powered by Rock Convert

#4 – Financiamento Estudantil Pravaler

Com o PraValer é possível financiar cursos de graduação, pós-graduação, MBA e cursos técnicos. Para aderir, é necessário que a instituição de ensino seja parceira do programa.

O interessado deve estar com o nome limpo e comprovar renda 2 vezes maior do que o valor da mensalidade. O financiamento pode ser de até 50% do valor total do curso.

Caso o estudante não consiga comprovar renda, ainda existe a opção de apresentar um fiador que comprove renda de 2,5 vezes do valor da mensalidade do curso. O estudante paga as parcelas durante o curso e após a formatura.

A taxa de juros é de aproximadamente de 2,19% ao mês. O PraValer tem ainda como sócio o Banco Itaú, além de parceria com a BV Financeira e o AndBank.

Mais informações aqui.

#5 – Financiamento Estudantil Bradesco

O banco oferece um financiamento onde o estudante pode pagar por 12 meses um semestre da faculdade. O valor do financiamento é descontado diretamente da conta corrente, portanto, o interessado deve abrir uma conta com o banco.

A primeira parcela do financiamento vence 30 dias após o estudante firmar o financiamento com o Bradesco. E sempre que um semestre se inicia, o estudante pode pedir a renovação do financiamento.

Mais informações aqui.

#6 – Financiamento pelo Santander

Essa instituição financeira não oferece programas de financiamento para graduação. No entanto, disponibiliza o Crédito Educação Continuada.

Esse produto financia cursos de pós-graduação e programas de MBA. Nem todas as instituições de educação têm convênio com o Santander para o Crédito Educação Continuada. Por isso, o interessado deve verificar quais universidades são parceiras.

O programa Crédito Educação Continuada pode financiar até 100%do valor do curso, porém, vale se atentar a taxa de juros para conferir se vale a pena fazer o financiamento integral.

O pagamento do financiamento pode ser feito em 36 meses. Mais informações aqui.

Escolha a melhor opção de financiamento para você

Investir em educação é um dos melhores investimentos que existe. Garanta o seu futuro profissional!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário