Antes dos cartões de crédito e débito, os cheques dominavam os pagamentos realizados no Brasil. Hoje em dia eles foram quase esquecidos pelos brasileiros, exceto por aqueles que ainda preferem emitir um cheque ao invés de pagar altas taxas de juros empregados no cartão de crédito. Contudo, essa forma de pagamento oferece alguns problemas, dentre eles está o cheque sem fundos.

O problema do cheque sem fundos pode ocorrer às vezes por descuido ou por algum problema financeiro, mas independente do motivo, passar um cheque sem fundos pode ter um alto preço para o emissor, que é a inadimplência. Quando o cheque sem fundos é identificado o nome do emissor é incluído a lista de inadimplentes do SPC e do Serasa, deixando o proprietário do cheque com restrição de crédito.

Sendo assim, quando o cheque volta apenas uma vez para a mão do emissor por estar sem fundos, é possível realizar o resgate sem que o nome vá parar na lista de inadimplentes ou do CCF – Cadastro de emitentes de cheques sem fundos. Esse problema pode ser evitado caso o emissor vá até a pessoa que identificou o cheque sem fundos e pague pelo valor identificado no cheque.

Mas nem sempre é possível realizar esse procedimento, e quando o cheque volta pela segunda vez e não recebe o pagamento devido, o nome do emissor é incluído a lista de inadimplentes. Se esse é o seu caso, confira a seguir um passo a passo que te ajudará a regularizar dívidas de cheque sem fundos e ter o nome retirado da lista de inadimplentes e do CCF do Banco Central.

Localize o cheque sem fundos

Antes de mais nada, você precisa entender que no caso das contas conjuntas, o CPF – Cadastro de Pessoas Física – de todos os titulares da conta será incluído no CCF e nos órgãos de proteção ao crédito: SPC e Serasa. Sendo assim, caso você possua uma conta conjunta e tenha passado um cheque sem fundos, saiba que os demais titulares da sua conta também serão afetados com limitações de crédito.

A primeira etapa para regularizar pendências de cheque sem fundos no SPC e Serasa é localizar o cheque através de uma consulta no banco emissor. Você deverá se dirigir ao banco e pedir um levantamento para identificar o cheque ou cheques, caso seja mais de um, para poder compreender o tamanho da dívida.

Quite os débitos pendentes

Não basta apenas localizar, para regularizar seu nome no SPC e Serasa você precisará quitar suas dívidas. Para isso você precisará ter a quantia necessária que foi impressa no cheque e pagar a quantia devida a pessoa que recebeu o cheque sem fundos. Quando o débito for quitado, você deverá exigir o cheque de volta para poder retirar o nome da lista de devedor.

Limpe seu nome

Com o pagamento concluído, você estará a apenas um passo de ter toda a sua situação com cheque sem fundos regularizada no SPC e Serasa. Para concluir esse passo a passo, você deverá ter em mãos o cheque sem fundos que havia sido emitido e uma carta redigida por você alegando que os débitos foram quitados diretamente à pessoa que foi lesada.

Os papéis deverão ser entregues ao banco emissor do cheque, que cobrará uma taxa para que a regularização seja efetuada. Assim que esse processo for concluído, seu nome se restabelecerá em até 5 dias úteis.

Comentários