O IBGE informou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,72% em abril, sobre alta de 0,54% no mês anterior.

Enquanto as projeções de aumento giravam em torno de 4,55% a 4,80%, o IPCA acumulou um aumento de 1,91% no ano, ficando em 4,71%. A alta de preços nos transportes e combustíveis, principalmente a gasolina, foram os principais responsáveis pela inflação.

Com uma inflação de 0,92%, alimentos e bebidas também impactaram o IPCA. Saúde e cuidados pessoais alcançaram 1,13% de aumento, enquanto educação, despesas pessoais, habitação e vestuário, não ultrapassaram 0,57%.

O único grupo de despesas que sofreu uma deflação (queda de preços) foi o da comunicação, em -0,05%.

Author

Estudante de Jornalismo, apaixonada por política e cultura, seu maior objetivo é viajar pelos quatro cantos do mundo. Ela acredita que todos nós somos únicos e que é possível mudar a vida das pessoas através da educação financeira.

Escrever comentário