A necessidade de procurar por empréstimos não é uma característica de negócios novos ou em crise financeira. Os empréstimos de pessoas jurídicas (PJ) são mais comuns do que se imagina: podem servir para expansão da empresa, para compra de novos equipamentos ou até mesmo para não comprometer todo o seu ativo. Mas se você tem dúvidas sobre as possibilidades existentes, listaremos 9 opções empréstimos, financiamentos e antecipação de recebíveis oferecidos pelo banco Safra aos clientes. Confira:

1. Parcelados: empréstimos para pagar em uma ou mais parcelas

  • Capital de giro: é aquele empréstimo em que o dinheiro é recebido todo de uma única vez, mas o pagamento é feito em parcelas – em uma ou mais vezes. Possui taxas pré ou pós-fixadas, e tem incidência de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Nesse caso, a contratação é ágil e simples, além de manter taxas competitivas.
  • Compror: nessa modalidade, a PJ recebe o dinheiro para que possa pagar à vista seus fornecedores. E, depois, pagará o valor da compra, em uma ou mais parcelas, junto ao Safra. Além de ter também taxas pré ou pós-fixadas e incidência de IOF, a PJ pagará um valor menor pelas suas compras, uma vez que o pagamento passa a ser à vista, assim como terá maiores prazos de financiamento.
  • Vendor: esse é o caso em que a PJ vendeu a prazo, mas receberá o valor como se tivesse sido à vista. Além de ter taxa pré-fixada, os impostos que incidiriam sobre o valor da nota fiscal de venda a prazo passarão a ser calculados a partir do preço à vista.

2. Rotativos: disponibilidade, a qualquer tempo, de crédito na conta corrente

  • Cheque empresarial: é um valor que serve para facilitar o fluxo diário de caixa. Fica disponível na conta corrente 24 horas por dia, para que possa ser usado a qualquer tempo. A contratação é muito simples: é feita durante a abertura da conta corrente, além de ter o limite renovado automaticamente.
  • Conta garantida: esse limite de crédito rotativo fica disponível na conta corrente, se for solicitado pela PJ, a partir da necessidade de recursos. Dessa forma, é possível que haja cobertura diária do saldo devedor em conta. Os encargos serão cobrados somente sobre o saldo devedor e em relação aos dias em que o limite foi usado.

3. Recebíveis: repasse do direito de receber as dívidas ao banco em troca de crédito

  • Fatura garantida: é uma antecipação de recursos para os fornecedores da PJ. Isso aumenta o poder de negociação junto aos fornecedores, já que receberão à vista, além de ampliar o prazo de pagamento. Uma das vantagens é que o fornecedor receberá o valor na sua conta corrente ao concluir a antecipação, independentemente da instituição financeira.
  • Cessão de crédito: é quando a PJ recebe o valor antecipado das suas vendas feitas a prazo, vendendo aquilo que receberia para o Safra. Tem como benefícios a agilidade e segurança de antecipação dos recebíveis. A negociação e troca de arquivos pode ser feita integralmente por meio eletrônico.
  • Antecipação de cartões: a PJ pode receber à vista o valor referente às suas vendas a prazo. Para isso, é necessário ter uma conta domicílio no Safra. A operação é amortizada automaticamente, assim que a administradora de cartões repassar o valor para a conta corrente da empresa. Entre os benefícios está a não incidência de IOF, e liquidez e segurança nas vendas a prazo.
  • Desconto: para as vendas feitas a prazo, é possível descontar duplicatas e cheques dos clientes. Ou seja, é viável trocar as duplicatas e cheques com o banco e receber os valores líquidos no mesmo dia. Quando os clientes pagarem ao banco, o valor da operação é baixado automaticamente.

Além dessas opções, o Safra oferece outras soluções também. Ou seja, é importante saber que há sempre uma forma pensada para facilitar e para atender as necessidades da PJ. Se você quiser conhecer as outras facilidades oferecidas pelo banco para atender seus clientes, deixe um comentário abaixo. E continue acompanhando nossos posts para não perder nenhuma informação relevante.

Escrever comentário

Shares