A expectativa dos consumidores em relação à inflação subiu cerca de 0,1 ponto percentual, passando de 5,3% para 5,4% só neste mês de maio. Em decorrência dos últimos meses, o ponto percentual se acumula de 0,5.

Muitos consumidores tês em mente uma projeção média de inflação em 4,25% para 2019, acontece que o número desses consumidores está em constante crescimento partindo de 60,1% em abril para 68,4% em maio. Desde que houve o estabelecimento da nova meta inflacionária, os pontos percentuais se acumularam em crescimento por volta de 12.

Segundo a coordenadora de Sondagem do Consumidor, Viviane Seda Bittencourt, da FGV/IBRE, o aumento dessa expectativa se dá devido à percepção perante ao aumento de preços e diminuição da confiança com a incerteza perante ao cenário econômico. Apesar de tudo, os números ainda são bastante moderados, compatíveis com uma inflação oficial na meta.

Entretanto, nas análises por faixa de renda só não ocorreu aumento na expectativa da inflação entre as famílias com renda mensal de até R$ 2.100,00  cuja estimativa geralmente é superior às demais. Para estes, a expectativa permanece em 6,1% enquanto àqueles que possuem renda superior a R$ 9.600,00 tiveram seus valores passados de 4,5% para 4,7%.

Author

Estudante de Comunicação Social - RTVi, apaixonada pelo mundo do entretenimento, audiovisual e literatura. Acredito que para alcançar a estabilidade que precisamos, a educação financeira é o primeiro passo.

Escrever comentário