Com o país em crise, as cadernetas de poupança registraram a saída líquida avaliada em R$ 2,878 bilhões no último mês de abril, segundo a divulgação feita pelo Banco Central. Essa quantia se mostrou ser a pior em questão de desempenho para o mês em três anos. Por enquanto nesses primeiros meses de 2019 a poupança acumula saldo negativo de R$ 16,278 bilhões.

De acordo com o SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), no último mês de abril os saques da poupança superaram o quesito dos depósitos em R$ 2,826 bilhões. Enquanto na poupança rural houve a saída líquida de apenas R$ 52,233 milhões, o que mostra ser bem menos do que o estimado para este período do ano.

Em escala global, este foi o pior resultado obtido para o mês de abril desde o mesmo período de 2016, quando a retirada líquida teve o valor de R$ 8,246 bilhões. Com o início do ano de 2019, a poupança no Brasil já acumula saldo negativo e possui um estoque total com soma de R$ 792,891 bilhões.

Author

Estudante de Comunicação Social - RTVi, apaixonada pelo mundo do entretenimento, audiovisual e literatura. Acredito que para alcançar a estabilidade que precisamos, a educação financeira é o primeiro passo.

Escrever comentário