Cada dia que passa, parece que fica mais difícil viver sem um celular. Afinal, ele é o meio de comunicação de muitas pessoas, é perfeito para mexer nas redes sociais, para registrar momentos especiais e, claro, um grande instrumento de trabalho. Por isso, que é normal estarmos sempre com o nosso celular na mão. 

Infelizmente, por conta do seu uso excessivo, especialmente em grandes cidades, o celular é um dos alvos principais em furtos e assaltos. Perder um smartphone não causa apenas dor de cabeça como um tremendo prejuízo financeiro. 

Por conta da grande importância que esses aparelhos têm hoje, resolvermos discutir se realmente vale a pena contratar um seguro de celular. Confira mais abaixo sobre esse tipo de serviço e outras informações importantes! 

O que é seguro de celular?

Da maneira como um seguro de carro, por exemplo, funciona o seguro de celular: você contrata uma cobertura específica para determinada situação (como furto, roubo ou quebra do aparelho, por exemplo) e, caso ocorra um desses problemas, você receberá um valor correspondente ao contratado.

O que o seguro cobre?

O seguro de celular, normalmente, cobre eventos em que o aparelho é subtraído através de ameaça ou violência, como furtos e roubos. Outras situações em que o seguro de celular pode ser usado são na ocorrência de algum dano ao equipamento e que necessite realizar conserto ou reparo. 

Cobertura básica

A grande parte das empresas seguradoras apenas oferece a cobertura básica, ou seja, apenas em caso de furto ou roubo qualificado. Contudo, se o proprietário do smartphone “esquecer” e não encontrar mais o seu aparelho, o segurado não tem direito à indenização.

Adicionais

A boa notícia é que existem opções de coberturas com adicionais, chamadas de “completas”. Normalmente, elas são mais caras, todavia oferecem proteção contra acidentes ou outros tipos de danos. 

Como funciona o seguro?

O seguro de celular funciona dentro dos mesmos padrões dos outros tipos de seguros existentes: basta você pagar uma mensalidade que a empresa seguradora tem a responsabilidade de arcar com o ressarcimento do smartphone, caso algo de ruim aconteça com este.

Já com relação ao valor, o preço a ser pago dependerá da marca e modelo do celular (ou seja, o Iphone tem o valor mais alto na tabela), o prazo e as coberturas ofertadas.

O pré-requisito para a contratação é que o celular deverá ter até 12 meses de uso, tenha sido comprado no Brasil e possua nota fiscal. Caso ocorra a indenização, ela será paga em dinheiro ou através de um celular novo.  

Como contratar o seguro?

Você tem duas opções para contratar o seguro de celular: adquirir através de lojas ou operadoras especializadas em telefonia ou optar por fazer diretamente com uma seguradora. 

  • Contratação em lojas ou operadoras: normalmente é realizado no momento da compra do celular. Você contrata valores menores e que serão pagos juntos a conta do seu celular, contudo as coberturas são mais simples;
  • Contratação em empresa seguradora: o ideal é pesquisar pela internet a reputação das seguradoras, aproveite para comparar preços e analisar com cuidado todas as condições contratuais. 

Vale a pena contratar o seguro?

Para você ter certeza de que vale a pena contratar um seguro de celular, é importante analisar se a contratação desse serviço é vantajosa dentro do seu perfil consumidor. Caso o seu celular seja de uma marca cara e você frequente áreas com alta incidência de crimes do tipo, contratar um seguro pode representar uma ótima forma de se proteger e evitar problemas.

Quanto vale a tranquilidade?

Essa tranquilidade dependerá da sua própria análise. Se o seu celular for um modelo mais acessível e você usá-lo apenas para situações mais simples, como ligações ou mexer nas redes sociais, provavelmente o custo do seguro não é para você.

Quanto você usa seu celular?

Mas se você tem um Iphone 13s Pro Max com 1tb que usa no seu dia a dia, é importante você repensar. Imagine se ele é útil desde que você acorda, passando por reuniões online, mexendo em sua agenda, editando fotos e vídeos e ainda com muitos arquivos importantes e relevantes para sua vida profissional, o seguro de celular é mais do que imprescindível.

Quão desastrado você é?

Outro ponto importante é avaliar como você é com seus bens mais valiosos. Se você é do tipo que perde fácil a chave de casa, costuma entrar com a carteira dentro da piscina ou já precisou levar o notebook diversas vezes para conserto, o seguro de celular também é relevante para a sua vida. Afinal, não é melhor evitar dores de cabeça do que ter que remediá-las.

Conclusão

Ainda que para alguns, o seguro de celular pareça supérfluo, cada vez mais os smartphones parecem uma extensão do nosso corpo. Para muitas pessoas eles são o verdadeiro significado de “ganha-pão”. 

Se você ainda tem dúvidas sobre a aquisição do seguro de celular, deixe nos comentários abaixo sua pergunta para que possamos te ajudar!

Author

Somos uma plataforma de bem-estar financeiro. Em nosso blog falamos sobre finanças pessoais e produtos financeiros como empréstimo, cartão de crédito, seguros e negociação de dívida. A Juros Baixos está desde 2016 desenvolvendo conteúdos de qualidade para nossos seguidores. Acompanhe nossas redes sociais, canal no YouTube e entre para nossa comunidade no Discord.

Comentários