Antes de comprar um carro financiado é preciso ter muita atenção. O consumidor deve se atentar as condições de taxas de juros, valor de entrada, documentação, análise dos bancos, dentre outras coisas. Faça simulações, cheque todos os gastos e negocie o quanto for preciso para ter a maior vantagem possível ao financiar um veículo.

Confira um pouco melhor as condições para um financiamento de veículos:

Qual é o valor de entrada para o financiamento de um veículo?

Geralmente, a entrada pedida pela maioria dos bancos é de 10% do valor do carro. Na maioria dos bancos e financeiras, não é possível fazer o financiamento sem dar pelo menos está porcentagem de entrada. Um carro no valor de R$ 30 mil, por exemplo, é preciso dar entrada de R$ 3 mil para o financiamento.

A dica é que quanto maior for a quantia dada na entrada, mais vantajoso se torna no financiamento. Quanto maior a entrada, menores serão as taxas médias dos juros e consequentemente o valor das parcelas. Com uma entrada maior, o consumidor dá mais garantias ao banco sobre o pagamento e com isso, a instituição oferece condições melhores.

Powered by Rock Convert
A dica é que quanto maior for a quantia dada na entrada, mais vantajoso se torna no financiamento.

Quanto vou gastar para pagar documentos e impostos do veículo financiado?

Num carro do valor citado acima de R$ 30 mil, você vai gastar em média mais 10% do valor carro com a documentação, ou seja, cerca de R$ 3 mil. Depois do financiamento ser aprovado e a entrada for paga, você precisa arcar com os gastos de documentação do veículo e pagar o IPVA, a transferência de propriedade, o seguro obrigatório DPVAT e ainda se quiser, pagar o seguro do veículo.

Apesar de ser opcional, o seguro de um carro é importante para ter mais tranquilidade na questão de pagar possíveis indenizações e consertos do carro ou ainda pior em danos corporais de possíveis batidas, roubos e furtos do veículo.

Qual é o valor médio das parcelas?

Não há um valor médio de parcelas, isso depende do valor do carro e da entrada dada pelo comprador. Confirme com o banco todos os valores, das taxas de juros e das parcelas. Procure o financiamento mais vantajoso, com parcelas que caibam em seu orçamento mensal, para não assumir uma dívida que você não poderá arcar, evitando que tenha complicações futuras, já que deixando de pagar as parcelas, o banco pode reaver a posse do veículo.

Faça a simulação do financiamento, antes de fechá-lo!

Para ter uma ideia do valor total do financiamento, faça a simulação dos valores. Existem diversos simuladores na internet, incluindo simuladores dos próprios bancos. Como as taxas de juros mudam bastante, é preciso acompanhar os dados divulgados semanalmente pelo Banco Central (BC) sobre as taxas praticadas pelos bancos de grande e médio porte no país.

No mais, depois de fechar o negócio e pagar o valor de entrada, pagar toda a documentação e ter o veículo em mãos, cuide de pagar as parcelas dentro do vencimento até o fim para não ter problemas com o banco.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário