Powered by Rock Convert

Comprar um veículo é uma grande decisão para qualquer um. Isso acontece por ser um bem durável bastante caro, o que faz com que a maioria das pessoas não tenha dinheiro suficiente para adquirir o automóvel à vista, sendo necessário realizar uma compra a prazo e comprometer uma fatia do orçamento por alguns meses, pelo menos.

Mas, entre as diversas opções de pagamento, é fácil se confundir na hora de escolher a mais adequada para a sua situação. Para te ajudar nessa tarefa, nós vamos te explicar sobre financiamento, consórcio ou leasing: qual a melhor opção para a compra de um automóvel. Acompanhe!

Financiamento

O financiamento costuma ser a modalidade mais utilizada por quem procura adquirir um veículo, seja novo ou usado. Basicamente, é um empréstimo direcionado, no qual solicita-se ao banco o valor exato para a compra do automóvel.

Caso o financiamento seja aprovado, a quantia solicitada já fica disponível para a utilização. O pagamento do automóvel é feito em parcelas, por um período pré-determinado.

A principal vantagem dessa modalidade é que o carro ou moto já pode ser colocado no nome do comprador. Além disso, as parcelas podem ser adiantadas, com o objetivo de reduzir o tempo de pagamento e os juros. No entanto, as taxas de juros dos financiamentos costumam ser mais altas do que nas demais categorias.

Consórcio

O consórcio para compra de um veículo funciona como uma poupança coletiva, na qual todos os participantes pagam uma parcela mensal. Ao final de cada mês, são sorteados integrantes para receberem o valor acordado na apólice.

Existe também ainda a possibilidade de oferecer lances. Nesse caso, o membro que fizer o maior lance no período em questão recebe o valor acertado para a compra do automóvel, enquanto continua pagando as parcelas necessárias para quitar o preço total.

A maior vantagem do modelo de consórcio é oferecer a menor taxa do mercado, já que não cobra juros, apenas uma taxa de administração. Contudo, não há a garantia da aquisição imediata do bem, ou seja, o cliente não sabe quando será contemplado no sorteio e receberá o veículo.

Leasing

Por fim, o leasing consiste em um arrendamento mercantil, ou seja, uma espécie de aluguel. Funciona da seguinte maneira: o banco adquire o automóvel e concede o direito de uso ao consumidor, enquanto mantém o carro em seu nome.

O período de utilização autorizado ao condutor será estabelecido em um contrato e, durante esse tempo, ele deve pagar as prestações de acordo com as condições estabelecidas.

Ao final das parcelas, o cliente deve decidir se deseja adquirir o veículo ou retorná-lo para o banco. Se a escolha for a aquisição, será preciso pagar um valor residual definido pelo contrato.

A principal vantagem dessa modalidade é a redução no valor dos juros, em relação aos demais financiamentos disponíveis para pessoas físicas. Além disso, o leasing não sofre cobrança de imposto sobre operações financeiras, o IOF.

Entretanto, como o automóvel fica em nome do banco, o contratante terá dificuldades para vender o bem se desistir do negócio. Outra desvantagem acontece em caso de inadimplência, pois a instituição financeira pode restituir o bem em pouco tempo.

Mas afinal, financiamento, consórcio ou leasing: qual a melhor opção para a compra do seu automóvel? A resposta depende dos seus objetivos.

Se a sua prioridade é a economia e você não tem necessidade imediata do veículo, o consórcio pode ser a melhor opção. Já o leasing é a segunda modalidade mais econômica e oferece a possibilidade de sair com o automóvel em pouco tempo. Porém, se você deseja ter o carro ou moto em seu nome logo de cara, é melhor investir no financiamento.

Quer ler mais conteúdos como este? Acompanhe nosso blog!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares