Powered by Rock Convert

A duplicata é um documento emitido junto a nota fiscal e estabelece o compromisso de pagamento entre o vendedor e fornecedor. A melhor forma de entender o que vem a ser as duplicatas é lembrar do pagamento a prazo por meio do crediário próprio da loja, o antigo carnêzinho.

Nós vamos explicar melhor. A duplicata é um tipo de documento emitido junto com a nota fiscal pela empresa que vende um produto a outra ou ainda lhe presta um serviço. Nesse documento constam o dia de pagamento e o valor a ser pago pelo comprador.

Resumidamente, a duplicata estabelece um compromisso entre comprador e vendedor: o compromisso do pagamento, atuando como um comprovante do contrato de compra e venda.

Muito parecido com a função do carnê não é? O carnê estabelece o compromisso que você tem de honrar a compra feita, sendo concomitantemente um meio de formalizá-la.

Para a empresa que vende o produto, ela tem nas mãos o comprovante, que é basicamente uma promessa de pagamento onde o consumidor se compromete a pagar o valor devido. As duplicatas em linhas gerais são basicamente uma variável dos carnês.

São um tipo de promessa de crédito (a promessa de pagamento pode ser uma forma de gerar crédito ativo para a sua empresa, nós falaremos mais sobre isso logo abaixo) que a empresa detém de seus consumidores.

Apesar de parecer, a duplicata não é é um título de cobrança, mas sim um título de crédito atrelado por regra a transações entre duas partes distintas (comprador e fornecedor).

Duplicatas descontadas

Se você for leigo no mundo das finanças, por dedução, levado apenas pelo nome, deve imaginar que duplicatas descontadas deve ser algo diretamente relacionado com uma possível cobrança do fornecedor ao seu comprador para que este pague o valor devido, ou até o inverso para que o produto seja entregue.

Contudo, o que vem de fato a ser o desconto de duplicata não tem nenhuma relação direta com o que o seu nome sugere.

Em linhas gerais, quando falamos de descontar uma duplicata estamos falando da utilização desta suposta promessa de crédito pela empresa junto a uma instituição financeira. Mas calma, é mais simples do que pode parecer em um primeiro momento.

Sabemos que a duplicata é uma promessa de crédito, não é? A empresa tem a promessa de que uma certa quantidade de recurso entrará em caixa (isso com o pagamento de seus compradores). Sabendo disso, a empresa desconta esses valores com o banco para recebê-los antes do tempo previsto.

O desconto de duplicata nada mais é do que a utilização da duplicata como forma de obter crédito junto a uma instituição financeira.

Mas atenção, embora alguns bancos tratem o desconto de duplicata como uma forma de adiantamento dos valores que você de fato tem a receber, essa operação tem custo. Na prática, o desconto de duplicata realmente é um tipo de adiantamento dos valores a serem recebidos por você, mas o banco cobra taxas por esse serviço (é dessa forma que as instituições lucram).

Trate a duplicata como um tipo de empréstimo, considerando cada uma de suas taxas, mesmo com as condições especiais que possivelmente os bancos podem oferecer.

Embora seja uma forma de obter crédito para o seu empreendimento, trate o desconto de duplicata como um empréstimo. As operações de desconto sofrem incidência de tributação bancária

Quais as vantagens do desconto de duplicata?

Apesar das taxas cobradas, a principal vantagem do desconto de duplicata é justamente ser um meio que o empresário tem de adiantar seus recebíveis. Essa é a sua principal vantagem. Se você precisa de capital de giro e possui muitas duplicatas para receber é uma forma de fazer com que entre recursos em seu empreendimento.

O desconto e o crédito por meio de duplicata pode ser obtido dentre outras formas nessas duas modalidade, que são as mais comuns:

Cobrança simplificada, ou simples, onde a empresa recebe o valor das duplicatas que possui e conta que o seu comprador irá honrar o compromisso de pagar o valor devido. Em caso de inadimplência o valor restante é descontado da empresa que solicitou o adiantamento.

Cobrança caucionada, nesta modalidade a empresa basicamente realiza a penhora de todas as suas duplicatas tendo direito junto à instituição financeira de solicitar uma parte desse valor como adiantamento de crédito.

Capital de giro

Como falamos, uma das principais vantagens do desconto de duplicata é você ter a possibilidade de receber agora pagamentos que apenas entrariam em caixa no futuro. Isso faz com que você tenha capital de giro para manutenção de sua empresa.

Toda e qualquer empresa que realiza o pagamento a prazo precisa ter certo capital de giro para manter-se enquanto não recebe de seus compradores. Nesse sentido, o desconto de duplicata seria um meio de manter o capital de giro para gastos com funcionários, gastos com estrutura física e gastos imprevistos.

Fluxo de caixa

O fluxo de caixa é um registro de todas as entradas e saídas de capital de sua empresa. Com um detalhado fluxo de caixa é possível determinar a saúde da sua empresa, quanto tem em caixa, quanto gasta, quanto lucra.

Com um bom fluxo de caixa você conhecerá toda a movimentação financeira do seu empreendimento podendo desta forma identificar possíveis erros de administração e gastos desnecessários.

Por exemplo: se no final do mês o seu fluxo de caixa estiver positivo isso significa que a administração da sua empresa pode não ser das melhores e os lucros podem ser pequenos, mas ela não lhe dá prejuízos. Com um fluxo de caixa negativo é preciso rever e cortar gastos, como diriam os navegantes, ajustar a direção das velas.

Com o desconto de duplicata você conseguirá manter positivo o seu fluxo de caixa até que possa sanar possíveis problemas que estejam causando saldo negativo em suas contas.

Poder de negociação

Quando você vai comprar um produto à vista sente-se mais seguro para negociar com o vendedor, não é?

Com o empresário é a mesma coisa, quando ele vai contratar mão de obra ou matéria prima, se detêm de capital para a negociação as chances de obter bons descontos e condições melhores de compra são mais altas. Isso resulta em melhores condições para o comprador o que pode contribuir para um número menor de inadimplência. O consumidor aproveita produtos e serviços com valores mais atrativos.

Como desvantagem do desconto podemos destacar a cobrança de taxas bancárias, juros e ademais tarifas.

Por isso analise muito bem o custo benefício e nunca considere o desconto apenas como um adiantamento. Essa operação tem taxas, mesmo que baixas. Esteja atento a elas.

Vejo no link abaixo informações sobre taxas em operações de desconto de duplicatas

Tabela com taxas de desconto de duplicatas segundo BCB

Ou se preferir, simule aqui:

Clique aqui e compare taxas de juros entre vários bancos

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares