Powered by Rock Convert

O financiamento tem sido uma das modalidades de empréstimo mais solicitadas. Isso porque, esse tem sido o recurso mais fácil para adquirir a tão sonhada casa própria ou o tão desejado veículo. Por isso, várias instituições têm se especializado neste tipo de crédito. Se você está pensando em adquirir um carro e precisa solicitar um financiamento, entenda aqui como simular um financiamento de carros, para que possa pesquisar bem antes de solicitar o seu.

Por que solicitar um financiamento?

O financiamento pode ser uma boa opção quando você precisa adquirir um bem de valor alto, como um imóvel ou veículo, e não dispõe do valor total para adquiri-lo, à vista. Nesse caso, o financiamento é um empréstimo no qual a instituição financeira fornece o valor que falta, cujo você poderá pagar em parcelas acrescidas de juros. O parcelamento de um financiamento de veículos pode chegar em até 60 vezes, lembrando, porém, que quanto maior o prazo de parcelamento, maior tende a ser a taxa de juros cobrada.

No entanto, algumas concessionárias oferecem a possibilidade de taxa zero sobre o valor financiado, no caso de o cliente oferecer um valor de entrada predeterminado, cujo costuma ser de cerca de 60 ou 70% do valor total do veículo. Portanto, se você dispõe de uma boa quantia de dinheiro para dar de entrada, vale a pena se informar a respeito desta possibilidade, e assim, não gastar com juros.

Cuidados ao solicitar um empréstimo

Informe-se sobre a instituição financeira na qual você deseja simular um financiamento. Procure sempre dar preferência para bancos ou demais instituições financeiras conhecidas. E lembre-se de desconfiar de condições muito facilitadas, pois, elas costumam esconder golpes.

Outro ponto importante, é pesquisar muito quanto aos juros. Pois, eles podem variar muito de instituição para instituição. Inclusive, a maioria das lojas de carro e concessionárias já contam com suas próprias financeiras, cujas nem sempre oferecem as melhores condições, mas, que podem acabar conquistando seus clientes devido a facilidade e comodidade em fazer o financiamento no próprio local.

Portanto, por mais que você esteja ansioso para adquirir o seu veículo, e até mesmo por mais que a proposta pareça boa, tenha o cuidado de ir até a sua agência bancária ou financeira, e solicite uma nova proposta para comparar. Você também pode fazer simulações online para comparar.

Como simular um financiamento de carros

Se você encontrou o carro que deseja adquirir na internet, ou pretende adquirir o veículo de algum conhecido, você também pode simular o financiamento do veículo pelo internet banking do seu banco, ou, pelo site de algumas financeiras. Há ainda alguns aplicativos de celular que permitem essas simulações.

Porém, apesar dessas facilidades permitirem que você possa ter uma ideia de quanto irá pagar pelo financiamento, lembre-se de consultar a sua agência bancária ou a sua financeira de confiança antes de fechar um contrato on-line. Isso é muito interessante, porque assim, você poderá tentar negociar uma taxa de juros mais baixa.

Informações necessárias para simular um financiamento de carro

Ao solicitar a simulação do financiamento do seu veículo em uma agência bancária ou instituição financeira, você precisará dos dados do veículo, como por exemplo:

  • Ano do modelo;
  • Ano de fabricação;
  • A marca do veículo;
  • O modelo do mesmo;
  • O valor que deseja financiar;
  • A quantidade de parcelas que pretende fazer.

Além disso, a maioria das financeiras não financiam o valor total do veículo, por isso, você precisa informar o valor que dará de entrada. Esse valor impactará, totalmente na taxa de juros que você irá pagar, e consequentemente, no valor das parcelas.

Quando você solicitar o financiamento de um veículo direto na concessionária ou em uma loja de carros, você não precisará informar os dados do veículo, pois, a loja já possuirá; mas, precisará informar os seus dados pessoais, como por exemplo:

  • O seu endereço e telefone de contato;
  • Nome completo;
  • O valor da sua renda;
  • O número do seu CPF;
  • O valor que deseja financiar;
  • A quantidade de parcelas que pretende fazer.

Se você tiver conta na agência bancária em que solicitou o financiamento, você não precisará fornecer todos esses dados pessoais.

Se o carro for usado, a financeiro ou banco poderá solicitar também o número do RENAVAM do veículo, para que possa consultar se há alguma restrição no mesmo. Porém, alguns locais solicitam essa informação somente na hora de fechar o financiamento, e não de simulá-lo.

É interessante fazer várias simulações de financiamento, para que possa escolher as melhores condições.

Três maneiras de comprar um carro

Em geral, existem três maneiras de comprar um veículo a prazo:

  • CDC (Crédito Direto ao Consumidor),
  • Leasing e
  • Consórcio.

Crédito Direto ao Consumidor

Esse é o financiamento propriamente dito. Nesta modalidade, faz-se um empréstimo em um banco para comprar o carro. O veículo fica de posse do comprador, mas não pode ser negociado até que todas as prestações estejam pagas. Não há necessidade da intermediação de uma concessionária, portanto, as taxas de juros a serem pagas podem ser negociadas. Elas serão fixadas no contrato e não sofrerão alterações durante o pagamento das prestações.

Leasing

A segunda opção é contatar uma empresa de leasing, isto é, um banco que trabalha com esse tipo de serviço, alugando o veículo ao consumidor até o término das prestações. Assim que as prestações forem quitadas, o consumidor passa a ser o dono do carro. Aqui também não há necessidade da intermediação de uma concessionária.

Consórcio

Na última modalidade, uma administradora de consórcio forma um grupo de compradores. O cliente paga as prestações, mas só recebe o veículo quando é sorteado – mensalmente uma pessoa é contemplada. Diferente do CDC e do leasing, as prestações sofrem alterações ao longo do pagamento, conforme o preço do automóvel a ser adquirido varia no mercado. Os contratos podem durar no máximo 84 meses e é cobrada uma taxa de administração, referente aos serviços prestados pela empresa.

Posso financiar um carro com o nome sujo?

Pensionistas do INSS, aposentados e funcionários públicos são as três exceções que permitem que alguém com o crédito negativado consiga dar prosseguimento a este processo.

Em razão de ter uma entrada contínua de dinheiro na conta, que possibilita que as parcelas sejam descontadas diretamente na conta do cliente.

Para quem não se encaixa nessas condições, só lhes resta duas opções: pagar toda a dívida ou optar pelo consórcio que aceita, mas podem pedir que seja paga pelo menos 70% da dívida.

Posso fazer o financiamento sem pagar entrada?

É possível, mas não recomendado, já que o valor das parcelas só irão aumentar, criando uma grande dívida que pode durar anos, no qual o carro pode nem estar em boas condições mais, só trazendo prejuízos para você.

Instituições bancárias como o Banco do Brasil e o Santander, são duas das poucas opções de agências no mercado que oferecem o financiamento do valor do veículo em 100%.

Faça já a sua simulação!

Agora que você já sabe como simular um financiamento de carros, fique atento quanto às taxas de juros, para que você possa pagar as prestações com tranquilidade e sem pagar juros abusivos. Escolha uma financeira online ou física, e solicite já a sua simulação!

Se você curtiu o nosso artigo, não esqueça de deixar aqui os seus comentários e sugestões. É sempre um prazer obter as opiniões dos nossos leitores!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares