Tag

Dívida

Browsing

O cenário econômico brasileiro tem desafiado o consumidor: o aumento do desemprego diminuiu a renda, enquanto a alta da inflação reduziu o poder de compra das famílias. Nesse contexto, o esforço para manter as contas em dia e, assim, evitar a inclusão ou retirar o nome dos órgãos de proteção ao crédito tem sido cada vez maior. A negociação de dívidas é o caminho possível para superar a inadimplência. A orientação da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado de São Paulo (Procon-SP) é negociar descontos e condições de prazo que possibilitem valores de parcelas que caibam no orçamento familiar para, assim, conseguir arcar com o pagamento sem comprometer a subsistência. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) estabelece que, após o pagamento à vista ou da primeira parcela da negociação, a empresa tem até cinco dias úteis para solicitar aos órgão de proteção ao crédito a exclusão do nome…

Batendo recorde, um estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostrou que no fim do primeiro semestre de 2021 quase 70% das famílias brasileiras estavam endividadas, sendo a maior proporção em mais de uma década! As dívidas são as mais variadas possíveis: cartão de crédito, cheque especial, empréstimo, prestações da casa ou do carro…  Mas, afinal, como sair dessa grande lista de endividados? Veja mais neste artigo! Saindo das dívidas: veja como Achar um ponto de partida em meio a tantas contas é um desafio, mas há três maneiras de você quitar essas dívidas e se ver, enfim, livre:         Avalanche: nessa estratégia você irá quitar as dívidas com os maiores juros primeiro;         Bola de neve: aqui você pagará o menor saldo primeiro;         Consolidação: nessa opção você renegociará e centralizará sua dívida em um único credor.…

Quando você começa a adquirir dívidas, a sensação é de desespero porque parece que elas se acumulam cada vez mais. Assim, vai se tornando mais difícil quitar as dívidas, principalmente porque você não sabe o que priorizar. Porém, existem algumas técnicas que nos ajudam nesta tarefa e tornam possível que, pouco a pouco, consigamos pagar os valores que restam. O método bola de neve é um deles e, neste artigo, vou te mostrar como usá-lo em seu planejamento financeiro para conseguir sair das dívidas. Saindo das dívidas: principais métodos Você pode buscar diversas alternativas para conseguir solucionar a sua situação financeira. Uma delas é buscar fontes extras de renda vendendo produtos ou oferecendo serviços, por exemplo. Outra opção é pedir um empréstimo pessoal que tenha juros mais baixos do que as dívidas atuais, ou até negociar com os credores para reduzir o valor ou aumentar o prazo de pagamento. Método bola de…

Está cheio de dívidas, e não sabe por onde começar a resolver o problema? Veja um passo a passo do que fazer. Dívidas acumuladas trazem vários problemas. Dificuldade de conseguir crédito, problemas para comprar bens de alto valor, dores de cabeça em casa e mais. Por isso, o ideal é sempre ter cuidado para não acumular débitos. Mas se isso já aconteceu, calma: há solução. Logo abaixo, contamos o que você pode fazer para se livrar das dívidas e cuidar do orçamento. Acompanhe! Por que o endividamento do brasileiro tem aumentado Segundo pesquisa, quase 70% das famílias brasileiras estão endividadas. Isso é reflexo especialmente da pandemia, que trouxe vários problemas financeiros. Começando pelo desemprego de muita gente, que perdeu sua fonte de renda e encontrou dificuldades para manter as contas em dia. Além disso, a inflação está em alta, e o custo de vida se tornou mais caro. Logo, as famílias também…

Você já teve ou está com o nome sujo? Se a resposta for afirmativa, é muito importante você saber que existem direitos do consumidor que protegem os cidadãos com negativação de situações abusivas.  Sabemos que manter todas as contas em dia muitas vezes é difícil, e por isso algumas pessoas acabam ficando inadimplentes. Ficar devendo já é algo que dá dor de cabeça, né? Pior ainda sofrer cobranças inadequadas. Para aprender quais são todos os seus direitos, confira nossa lista a seguir. Quais são os direitos de quem tem o nome sujo? Chegou até aqui surpreso pois não sabia que tinha todos esses direitos? Pois é, algumas leis ajudam a regulamentar a cobrança de pessoas inadimplentes. Isso ocorre para que ninguém sofra com cobranças agressivas ou ofensivas. Além de ser uma forma de possibilitar que o devedor consiga ter acesso aos seus débitos sem ter que enfrentar empecilhos para tal. Confira agora…

Mais de 62 milhões de brasileiros estão inadimplentes, de acordo com dados do mais recente “Mapa da Inadimplência do Brasil”. E, quando o assunto é dívida, várias perguntas surgem. Eu vou ficar para sempre devendo? Meu nome vai ficar para sempre “sujo” no SPC/Serasa? A empresa pode me processar por estar devendo a ela? Eu vou ter problemas por estar com o nome sujo? É melhor renegociar ou deixar a dívida caducar e prescrever? Hoje você poderá tirar essas e outras dúvidas. Continue a leitura. 😉 Quando meu nome fica “sujo”? Seu nome é considerado sujo a partir do momento em que ele entra para a lista de negativados de órgãos de proteção ao crédito, como o SPC e o Serasa. As condições para que seu nome seja enviado a esses órgãos devem estar claras no contrato, mas também há questões legais envolvidas. Por exemplo: a empresa pode enviar seu nome para…

Contratou um empréstimo e agora está preocupado com o tamanho das parcelas a serem pagas? Felizmente, para isso existe a portabilidade de crédito. Ela é uma ferramenta muito útil para os consumidores e torna o mercado de crédito mais competitivo. Não sabe do que se trata? Neste artigo o Juros Baixos vai te explicar tudo sobre portabilidade de crédito e como ela pode ser usada. Afinal, o que significa portabilidade de crédito? Portabilidade de crédito é, basicamente, a possibilidade de transferir o crédito de uma instituição para outra, tendo acesso a condições diferentes, como uma taxa de juros mais baixa. Ela é usada pelos clientes que, depois de contratarem crédito em determinada instituição, encontram um crédito pelo mesmo valor, mas em melhores condições, em outra instituição, e desejam trocar um produto pelo outro. A portabilidade de crédito surgiu em 2013, a partir da Resolução 4.292 do Banco Central. Segundo essa Resolução, a…

Introdução Negociar dívidas está na lista de prioridades de grande parte da população do país. Isso é compreensível, já que atualmente o Brasil possui cerca de 64 milhões de pessoas inadimplentes. Se você se encontra nessa situação, não se preocupe! Para facilitar a retomada da sua estabilidade financeira e tornar a jornada da quitação mais prática, separamos 07 dicas que vão te auxiliar a negociar dívidas sem sair de casa. Como negociar dívidas sem sair de casa? Para tornar o pagamento de débitos mais cômodo e prático, muitas instituições e empresas têm usado recursos da internet para facilitar esse processo. O telefone também continua sendo um meio muito utilizado para fazer a comunicação entre credor e devedor. Para que você limpe seu nome e dê adeus de vez para suas pendências financeiras, conheça 7 formas de negociar dívidas sem sair de casa! Entre em contato com o credor Uma das formas mais…

No Brasil, não é incomum ficar com o nome negativado nos birôs de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. De acordo com o CNDL, em pesquisa realizada junto ao SPC, 4 entre 10 brasileiros estavam com o nome negativado só em fevereiro deste ano. Porém, a situação é mais preocupante quando um consumidor fica com seu nome sujo na praça mesmo quando ele não está devendo. Apesar de parecer absurdo, é bastante comum alguém ficar com o nome inscrito de maneira indevida no Serasa ou SPC sem que tenha dívidas com a empresa que o negativou. Este tipo de erro por parte de uma empresa é chamado de nome negativado indevidamente, que é quando o CPF de um consumidor vai parar na lista de inadimplentes mesmo pagando suas contas em dia. Importante lembrar que ficar negativado vai muito além do nome sujo na praça. Na verdade, o consumidor que ficar inadimplente…

Com a chegada do COVID-19 ao Brasil, medidas tomadas pelo governo e pelos bancos tentam amenizar os efeitos da crise. Entre elas, está a prorrogação do vencimento de dívidas de pessoas físicas e empresas em 60 dias pelos 5 maiores bancos do país e, por parte do governo federal, do diferimento de pagamento de impostos para empresas. No post abaixo, listarei as principais iniciativas do Governo e dos Bancos tomadas até agora. #1 – Governo – dinheiro direto para a população mais vulnerável Beneficiários do INSS: 1ª parcela do 13º salário em abril e 2ª em maio.  Suspensão da exigência de recadastramento anual e comprovação de vida, por 4 meses (120 dias contados a partir de 18/03). Novos Saques de FGTS: Valores não sacados do Pis/Pasep serão transferidos para o FGTS para permitir novos saques MEIs, Trabalhadores Informais e Desempregados: auxílio emergencial no valor R$ 200, por pessoa, durante três meses, para…