Tag

Dívida

Browsing

Com a chegada do COVID-19 ao Brasil, medidas tomadas pelo governo e pelos bancos tentam amenizar os efeitos da crise. Entre elas, está a prorrogação do vencimento de dívidas de pessoas físicas e empresas em 60 dias pelos 5 maiores bancos do país e, por parte do governo federal, do diferimento de pagamento de impostos para empresas. No post abaixo, listarei as principais iniciativas do Governo e dos Bancos tomadas até agora. #1 – Governo – dinheiro direto para a população mais vulnerável Beneficiários do INSS: 1ª parcela do 13º salário em abril e 2ª em maio.  Suspensão da exigência de recadastramento anual e comprovação de vida, por 4 meses (120 dias contados a partir de 18/03). Novos Saques de FGTS: Valores não sacados do Pis/Pasep serão transferidos para o FGTS para permitir novos saques MEIs, Trabalhadores Informais e Desempregados: auxílio emergencial no valor R$ 200, por pessoa, durante três meses, para…

Que atire a primeira pedra quem nunca adquiriu uma dívida que teve dificuldades para pagar. Afinal, isso acaba sendo comum hoje em dia, com tantas opções de itens para adquirir e tantas facilidades para pagar. Por isso, pode ser comum comprar demais, se enrolar e não saber por onde começar a pagar. Outro ponto, é que as pessoas costumam não anotar os seus gastos e usam o cartão de crédito ou cheque especial a todo o momento, bastando desejar algo para fazer uma nova dívida. Assim, os problemas financeiros surgem. Nesse momento que as dívidas começam a atrapalhar a renda mensal e o CPF corre o risco de ficar com restrições. É nessa hora que saber como acabar com as dívidas rapidamente pode ajudar muito. Acompanhe esse conteúdo e veja como se livrar das dívidas! Cerca de 40% da população adulta do país está endividada. 1 – Reveja todos os contratos e…

Existem algumas alternativas para reduzir a dívida do cartão de crédito, confira! Muitos brasileiros por não saber lidar com o próprio dinheiro acabam ‘perdendo as estribeiras’ e acumulam dívidas gigantescas no cartão de crédito. O endividamento no cartão é responsável por boa parte da alta inadimplência do consumidor brasileiro. O costume de entrar no crédito rotativo e fazer compras compulsivamente acabam refletindo nos meses seguintes por conta da alta carga de juros cobradas pelas operadoras do cartão de crédito. Todo o imprevisto que o atraso, falta ou pagamento do valor mínimo da fatura do cartão irá aumentar o valor da sua dívida no mês seguinte. Porém, é possível reduzir a dívida do cartão de crédito através de uma negociação com a instituição financeira. Apesar de muitos não acharem, para as operadoras de cartão de crédito também é uma vantagem que a dívida seja renegociada. Para as instituições é melhor receber, nem que…

Parcelar as dívidas com a receita podem ser uma saída para não ter maiores complicações com o Leão. A hora de declarar o imposto de renda é muito importante! Um erro sequer e você pode cair em débito com a Receita Federal (RF). Cair na malha fina da instituição do governo pode prejudicar sua vida financeira. No caso de dívidas, saiba que é possível fazer o parcelamento dos débitos com a Receita Federal, o que é o melhor caminho para quem quer garantir uma folga no orçamento mensal. O sistema da RF não é tão simples, então é preciso estudar um pouco para conseguir realizar esse tipo de transação. Como posso solicitar o parcelamento? No modelo atual, pessoas físicas e pessoas jurídicas podem parcelar os débitos junto a Receita Federal. As empresas que fizerem esse tipo de solicitação devem se encaixar, de acordo com o seu regime tributário. No caso de pessoas…

Hoje em dia o cartão de crédito está na carteira de quase todos os brasileiros. Com a comodidade de crédito aprovado para o parcelamento de compras, ele tem sido usado muitas vezes sem planejamento, o que causa endividamento por parte dos consumidores. Mas não é preciso se desesperar com essa situação, a solução está em negociar as dívidas. Confira a seguir como fazer a negociação das dívidas em seis passos simples. A culpa não deve ser atribuída apenas para o consumidor que comprou demais, mas também para a crise econômica em que o Brasil está vivendo. Atualmente, inúmeros brasileiros ficaram inadimplentes porque ficaram desempregados, e consequentemente, a dívida não foi a prioridade na hora de usar o dinheiro. Independente do motivo que levou o consumidor ao endividamento, é importante lembrar que sempre há uma solução para qualquer problema, inclusive esse. Nesse caso, a solução mais simples é negociar diretamente com a empresa…

Comprar um imóvel com dívidas pode trazer insegurança, mas é uma ótima opção de negócio. Caso aceite arcar com os débitos, o comprador pode negociar preço e condições melhores com o atual proprietário, e garantir um bom negócio. É muito importante, entretanto, ter conhecimento total destas dívidas, para que a oportunidade não se torne um problema no futuro. Imóvel com dívidas: o que fazer Saiba o que fazer se o imóvel tem dívidas, e as desvantagens do negócio! Antes da compra No momento de escolher uma propriedade para negócio, é essencial saber seus pormenores. Visitá-lo, exigir documentação completa (como escritura e Habite-se) e ter a certeza de suas condições devem ser passos seguidos à risca. Conhecer o valor das dívidas do local e do proprietário também é crucial. Entre as dívidas do imóvel podem estar IPTU e valores referentes ao condomínio. O imóvel pode contar, por exemplo, com débitos do Imposto sobre…

Não são poucas as pessoas que estão endividadas ou com o CPF negativado nos Órgãos de Proteção ao Crédito. Mas saiba que é possível resolver essa situação e para te ajudar falaremos aqui sobre um programa oferecido pelo Procon. Trata-se do PAS – uma iniciativa da entidade, que visa dar dicas práticas para que a pessoa endividada regularize a sua situação. Veja a seguir como funciona: O que é o PAS? A sigla significa Programa de Apoio ao Superendividado. É uma ação do Núcleo de Tratamento do Superendividamento do Procon de São Paulo. Inscrição no PAS pode ser feita pela internet ou presencialmente. Saia das dívidas já! Qual o objetivo principal do PAS? O objetivo é oferecer ajuda às pessoas que têm muitas dívidas, orientando-as a como renegociar esses débitos junto aos credores. Quais dívidas podem ser atendidas através do PAS? O PAS auxilia os consumidores que têm dívidas em aberto ou…

Ficar com dívidas em aberto é algo que ninguém deseja. Porém, muitas vezes a situação se torna difícil e podemos acabar por deixar pagamentos em aberto. Mas saiba que até mesmo na hora de ser cobrado por uma empresa para a qual se deve, o consumidor tem direitos assegurados. Expor o devedor Mesmo que o consumidor esteja devendo, a empresa credora não pode expô-lo. Não é permitido, por exemplo, cobrar a dívida ou passar informações sobre o débito para terceiros. Apenas o devedor pode ter acesso a esses dados. O consumidor também não pode ser colocado em situação vexatória, como ser cobrado público da dívida. Além disso, cartas ou ligações de telefone de cobrança só podem ser destinadas ao devedor. Ameaçar o consumidor A empresa deve cobrar o devedor de forma coerente e com respeito. É totalmente proibido fazer ameaças ao consumidor. Algumas empresas de má fé costumam cobrar o consumidor ameaçando…

A faculdade é um dos momentos mais importantes na vida de um estudante. É quando o futuro profissional começa a ser construído. Porém, com a atual crise econômica do país, muitos estudantes acabaram por se endividarem na faculdade. Com isso, muitos chegaram até a ter que trancar a matrícula. Ficar inadimplente com a faculdade não acarreta em sanções, como a inclusão do nome e do CPF nos Órgãos de Proteção ao Crédito – já que o CDC (Código de Defesa do Consumidor) não permite a negativação de dívidas relacionadas a educação. No entanto, o resultado de ficar devendo na faculdade pode ser pior. O aluno pode ser impedido de fazer a sua matrícula, permanecendo, assim, sem estudar. Se você está passando por uma situação desconfortável como essa. Veja as dicas que daremos e Renegocie sua dívida com a faculdade. Abra mão dos gastos supérfluos para ficar em dia com a faculdade. Saiba…

Usar o limite do cheque especial quase sempre é algo desvantajoso. Os juros cobrados pelas instituições bancárias sobre o uso do cheque especial é bastante alto: de 11% a 15%. Nessa hora, então, se você não tem como cobrir o limite para que a cobrança de juros pare, a melhor opção é pedir o cancelamento do limite. Mas muitos consumidores têm dúvidas se podem cancelar um cheque especial com dívidas. Bem, a resposta, por lei, é sim. Nenhum consumidor é obrigado a ter um produto bancário que debita valores de sua conta corrente se não quiser. https://www.youtube.com/watch?v=BPZ7w3QEcGY Mas mesmo cancelando o limite do cheque especial, a dívida continuará existindo. A diferença é que o saldo que você utilizou do cheque especial não será mais debitado automaticamente da conta corrente – e sim, pago por meio de boleto bancário. Como proceder se o banco não quiser cancelar meu limite? Nesse caso, o cliente…