Powered by Rock Convert

Geralmente, buscamos a forma mais simples de conseguir negociar uma dívida que possuímos, economizando o máximo possível. Uma das formas de conseguir o empréstimo para quitar as contas é, por exemplo, através do refinanciamento de um veículo. Mas, aqui no Juros Baixos, você descobrirá que sim, é possível refinanciar um carro alienado.

Refinanciar um carro alienado pode ser uma alternativa para aliviar a sua carteira.

O que é Refinanciamento de Veículo?

Na maioria dos bancos e agências de empréstimo, é solicitada uma forma de garantia do pagamento do empréstimo que está sendo realizado. Uma dessas formas está em refinanciar o seu veículo.

Portanto, o carro se torna a garantia do pagamento do crédito. Caso a negociação não seja seguida, o banco ou agência de empréstimo fica com o direito de tomar posse do veículo.

O que significa Carro Alienado?

Dizemos veículo alienado aquele cujo pagamento total do mesmo ainda não foi realizado. Em suma, quando se realiza uma compra parcelada de um carro, o mesmo fica alienado no banco. Caso não seja quitado, o banco pode pegar o carro para si.

Porém, existem diversos procedimentos que podem ser realizados com veículo alienado, tais como venda e compra, e até mesmo o refinanciamento.

Sim, é possível Refinanciar um Carro Alienado. Mas vale a pena?

Caso você esteja com alguma outra dívida que deve ser quitada imediatamente, ou não consiga pagar a mensalidade de seu veículo alienado, saiba que o refinanciamento do mesmo pode ser uma alternativa interessante.

Porém, há algumas questões que devem estar bem compreendidas antes de conferir se vale ou não a pena refinanciar o seu carro:

  • Não é todo banco que aceita essa modalidade de empréstimo. Portanto, o recomendável é que o primeiro banco a ser procurado seja o responsável pela alienação do veículo. Desa forma, fica mais fácil garantir até uma redução no valor das mensalidades, através de negociação. Porém certamente haverá reajustes na taxa de juros;
  • O limite do valor que se pode pegar emprestado é definido pelo valor total do veículo. Portanto, se o seu carro está avaliado em R$35.000 pela Tabela FIPE, este será o valor máximo que você poderá adquirir através do empréstimo;
  • O quanto está faltando para terminar de pagar o veículo será uma parte do valor emprestado. Tomemos o exemplo do carro do tópico anterior, imaginando que o mesmo tenha sido negociado em 30 parcelas de R$1.000, com R$5.000 de entrada.

Nesse caso, se somente 20 parcelas do mesmo tenham sido pagas até o momento do empréstimo no valor total do veículo (R$35.000), R$10.000 deverão ser utilizados para quitar o veículo.

Assim, é de total importância que seja verificado o quanto ainda se deve no pagamento do carro e o quanto é necessário pegar de empréstimo, para evitar surpresas desagradáveis ao ter que quitar a dívida e utilizar somente o dinheiro que restar.

Tiramos sua dúvida sobre refinanciar um carro alienado? Então, tire outras dúvidas e acompanhe mais postagens aqui no Juros Baixos!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares