Powered by Rock Convert

O gestor financeiro é um dos principais funcionários de praticamente qualquer empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte.

Neste post, conheça mais sobre essa função e saiba o que faz um gestor financeiro.

O gestor financeiro é vital para muitas empresas.

O que faz um gestor financeiro?

Uma empresa, por mais inovadora e fundamental que seja para as pessoas e para a sociedade no geral, dificilmente sobreviverá sem uma gestão eficiente dos seus processos financeiros. Dessa maneira, a área de finanças acaba sendo primordial na formulação da estratégia das empresas e do seu crescimento como um todo.

Nesse cenário, o gestor financeiro atua diretamente no planejamento das finanças da empresa. É o responsável por organizar, captar e aplicar os recursos da sua companhia.

Um gestor financeiro tem como responsabilidade analisar demonstrativos contábeis e créditos, além de fazer uma avaliação da manutenção de estoques e acompanhar fluxos de caixa e faturamentos.

Principais atribuições

O gestor financeiro tem como principais objetivos aumentar o valor do patrimônio líquido de uma companhia ao gerar lucro líquido por meio das atividades operacionais da organização.

Para isso, o profissional conta com um sistema de informações gerenciais que possibilita que ela conheça e analise a situação financeira da companhia e possa tomar as decisões gerenciais mais adequadas para maximizar os resultados financeiros.

Além disso, o gestor financeiro cuida das atividades corriqueiras dentro da área de finanças, como contas a pagar, a receber, toda a sorte de rotinas fiscais, contabilização de documentos e geração de notas e relatórios fiscais.

Ao executar estas atividades repetitivas, o gestor financeiro busca o menor custo possível por meio de maior eficiência.

Como gestor financeiro, o profissional é responsável pelas atividades de controle, que têm como objetivo se certificar que os objetivos e a missão da companhia estão sendo alcançados com um grau aceitável de risco.

Relatórios de performance, normas, procedimentos, orçamento e auditoria interna estão entre as atividades de controle exercidas pelo gestor financeiro, que tem como meta minimizar riscos para as finanças e para a organização como um todo.

Tomada de decisões

O gestor financeiro ocupa um papel cada vez mais estratégico nas empresas. A atuação do profissional é responsável pela melhoria do processo decisório dos gestores, criando valor para os acionistas e para o próprio processo.

O gestor financeiro deve ter uma abordagem racional, não se esquecendo de humanizar os dados financeiros levando em consideração que uma organização é feita por pessoas.

Com o aumento da importância estratégica da área financeira, o gestor não atua apenas neste setor, mas ajuda na tomada de decisões no negócio como um todo.

Estratégias de precificação

Para criar uma estratégia de precificação correta, o gestor financeiro precisa considerar inúmeras variáveis como: preço de venda, custos associados ao produto, valor da marca, investimentos e muito mais.

Basicamente, existem três formas de precificação: uma baseada em custos, outra na concorrência, e uma terceira ainda baseada na demanda.

Conhecer cada uma dessas estratégias e saber o momento correto de utilizá-la é uma das mais importantes funções de um gestor financeiro.

Gestão de custos

Uma boa gestão de custos é o que garante o sucesso financeiro de uma empresa.

E, para isso, o gestor financeiro precisa ter domínio das técnicas de apuração de custos, estudar as informações sobre a rentabilidade da empresa e acompanhar de perto o desempenho das diversas atividades da organização.

A gestão de custos auxilia o gestor financeiro na hora de criar um planejamento mais acertado. Afinal, ela é a base dos processos de estimativa, orçamento e tomada de decisões.

Planejamento tributário

O planejamento fiscal, ou tributário, é uma excelente forma de minimizar os custos fiscais de uma empresa.

Essa atividade, além de respeitar as obrigações fiscais, exige que o gestor conheça, analise, estude e verifique todas as formas existentes de tributação para, em seguida, criar um plano de redução do pagamento de tributos, buscando a maior economia possível em termos de taxas e impostos dentro da empresa.

O mercado de trabalho para o gestor financeiro

Agora que você sabe o que faz um gestor financeiro, fique atento ao mercado de trabalho.

O profissional formado pode atuar nos setores contábil e/ou financeiro de qualquer tipo de empresa, desde indústrias, comércios, instituições financeiras, prestadores de serviços, entre todas as outras, sejam elas públicas ou privadas.

Esse tecnólogo encontra trabalho principalmente em estabelecimentos bancários e instituições de crédito.

Ele vai aplicar todo o conhecimento para analisar os investimentos, organizar as aplicações e otimizar todo o ambiente empresarial. Todas as estratégias de ações passará pela mão desse gestor financeiro que desenvolverá o planejamento orçamentário, verificará os riscos e apresentará em forma de relatórios e análises financeiras.

Os cargos e salários de um tecnólogo em Gestão Financeira

Existem diversos cargos nos quais o profissional formado em Gestão Financeira pode atuar, sendo ele um Analista Financeiro, Consultor de Finanças, Assistente Orçamentista, Gerente de Contas, Supervisor de Operações Financeiras, entre outros. É preciso saber o que buscar em uma empresa para valorizar a sua carreira e, se preciso for, fazer uma pós-graduação.

O salário base de um tecnólogo recém formado é de R$ 2 mil. Analistas Financeiros recebem em torno de R$ 4 mil e, caso o profissional seja especializado em alguma área da Gestão Financeira, pode chegar facilmente em R$ 7 mil. Já os altos cargos, como Diretor Financeiro, ganham entre R$ 31 mil e R$ 46 mil, segundo uma pesquisa realizada pela Datafolha.

Ou seja, resumindo, o que o gestor financeiro faz é administrar toda a saúde financeira da empresa. Por mais que isso pareça óbvio, é importante destacar que o trabalho deste profissional não se resume à parte financeira somente, mas é necessário também ter habilidades com gestão de pessoas, processos e fluxos um tanto quanto complexos.

Esses são alguns dos motivos pelos quais essa área, apesar de trabalhosa, é tão desejada por muitos profissionais. Procure conhecer mais sobre ela e entender se este é o caminho que você gostaria de seguir.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares