Powered by Rock Convert

Servidores públicos têm estabilidade no emprego e facilidade em comprovar renda. Estas características são o sonho de consumo das financeiras: elas garantem que o crédito concedido será pago em dia, sem imprevistos na renda. Desta forma, trabalhadores da esfera pública Federal, Estadual ou Municipal contam com inúmeras vantagens na obtenção de um financiamento.

Os benefícios para funcionários do Poder Público são possíveis para financiamentos imobiliários. Considerando que a modalidade é a preferidas dos brasileiros, as vantagens ficam na maior facilidade de aprovação de crédito, taxas de juros mais baixas, prazos maiores para pagamento e valores menores na entrada.

Quem são os financiadores?

Todos os bancos oferecem financiamento de imóvel, e a maioria conta com condições especiais para funcionários públicos. Para que você conheça os mais vantajosos, listamos cinco financeiras. Confira!

Caixa Econômica Federal

Os funcionários públicos têm acesso a taxas de juros menores que as oferecidas aos demais clientes da Caixa. O percentual do valor do imóvel também é maior: para propriedades novas, até 90% do custo pode entrar no parcelamento, enquanto para os usados, a taxa fica em 80%. Para os demais consumidores, os percentuais ficam em 70%.

A simulação dos custos e parcelas pode ser feita pelo site da Caixa, e confirmados com o comparecimento a uma agência. Com a comprovação dos dados, o banco irá oferecer as taxas de juros diferenciadas.

Apenas imóveis enquadrados no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) entram na possibilidade de financiamento.

Banco do Brasil

A linha especial do BB permite que servidores públicos de empresas conveniadas ao banco financiem até 80% do valor total do imóvel. O consumidor pode ser correntista ou não da instituição, e terá sua taxa de juros calculada de acordo com sua renda mensal.

Os servidores que conseguem comprovar maior estabilidade de renda geralmente ganham condições mais interessantes.

Santander

As vantagens aos servidores no Santander estão na possibilidade de negociação das condições de pagamento, além de taxas de juros menores.

Assim como nos demais bancos, é interessante comparecer à agência para uma simulação completa.

Bradesco

A porcentagem da taxa de juros no Bradesco varia de acordo com a categoria do serviço público do servidor (municipal, estadual ou federal). As condições de pagamento também são diferenciadas, definidas após a análise das condições do candidato ao financiamento.

Banco Daycoval

A alternativa de financiamento aos servidores públicos no Daycoval é consignada. As taxas de juros mais baixas e prazos maiores para pagamento são atrativos, e as prestações são descontadas diretamente na folha de pagamento do funcionário, seja ele municipal, estadual ou federal.

Dicas importantes!

Confira essas dicas que o Juros Baixos separou para você e não erre na hora de financiar seu imóvel.

Conheça as linhas de financiamento

Imóveis financiados por servidores públicos podem custar até R$950 mil no Sistema Financeiro Habitacional.

As possibilidades de crédito oferecidas aos servidores públicos não são diferentes das entregues à população em geral. Desta forma, os imóveis financiados por meio do Sistema Financeiro Habitacional podem ser estimados em até R$ 950 mil (em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal), ou R$ 800 mil no resto do Brasil. Nesta possibilidade, o uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) do comprador só é permitido quando os recursos correspondem a, no mínimo, 10% do valor total da propriedade.

Já os imóveis do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), não existe valor máximo para a compra da propriedade, mas nem o FGTS nem montantes da Poupança podem ser utilizados.

Haverá análise de crédito

Mesmo que tenha maior segurança do pagamento das parcelas do financiamento, o banco busca ter a certeza de sua capacidade de crédito. Para isso, ele utilizará da consulta em sistemas como na Centralização de Serviços dos Bancos (Serasa) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). Caso seu nome esteja “sujo”, é interessante buscar regularizar o problema antes de solicitar financiamento.

Para solicitar o empréstimo, é essencial também escolher valor com o qual o consumidor consiga arcar. Apenas 30% da renda mensal do consumidor pode ser comprometida com o pagamento das parcelas.

Escolha imóvel regular

Antes de aprovar o financiamento, o banco fará vistoria física no imóvel, verificando suas condições de moradia. A financeira analisará também a regularidade dos documentos da propriedade, como Habite-se e escritura. O ideal é escolher imóvel que não tenha pendências nestes quesitos, ou o crédito poderá não ser aprovado.

Procure programas habitacionais

Os Governos Federal e Estaduais promovem programas habitacionais acessíveis, que garantem acesso a moradias. Muitos deles trazem condições ainda mais interessantes para servidores públicos. Conhecer e analisar as possibilidades pode trazer economia e rapidez no processo de financiamento.

Mantenha bom relacionamento com o banco

Não é necessária a abertura de conta no banco em que se busca financiamento, mas a possibilidade pode ser útil. Isto porque o banco já terá conhecimento da sua renda e movimentações financeiras, gerando confiança em oferecer crédito.

Manter canal aberto de comunicação com o gerente também é essencial, prezando pela negociação e conversa quando houver dúvidas. Assim, problemas serão evitados.

Leia o contrato com atenção

Antes de aceitar um acordo, leia os detalhes do contrato e tenha a certeza de compreendê-lo. Nele estarão listados seus direitos e deveres como financiado, taxas, multas e outros encargos previstos.

Seguro obrigatório será solicitado

Seguro habitacional tem contratação obrigatória qualquer que seja o financiamento. Valores são diluídos nas parcelas mensais.

Para todo financiamento, a instituição financeira solicita a adesão a Seguro Habitacional. O recurso traz garantias ao comprador da posse, e ao banco, oferecendo cobertura de três situações: morte, invalidez permanente e danos físicos ao imóvel.

O seguro é demandado para que, mesmo com qualquer imprevisto, a financeira receba os valores referentes ao crédito que concedeu. Da mesma forma, o morador fica resguardado de danos ao imóvel causados por desastres naturais, podendo reformar o espaço se necessário.

Conhecendo as linhas de financiamento e seguindo estas dicas, você, funcionário público, só tem a ganhar!

Este texto foi útil? Compartilhe-o com seus amigos e ajude-os a decidir a melhor opção de financiamento do sonho da casa própria!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares