Categoria

Educação Financeira

Categoria

Assim que chega um novo ano, chega também o momento de entregar a declaração de Imposto de Renda. No entanto, nem todo mundo precisa listar os dados à Receita Federal. O público é definido, normalmente, a cada ano, com pequenas mudanças ao período anterior de entrega. Por isso, é fundamental que o cidadão verifique as novas regras, pois o rendimento básico para a declaração provavelmente terá sido atualizado. Em 2018, por exemplo, foram obrigados a entregar sua declaração os indivíduos que tiveram em 2017 rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70. Entre os rendimentos considerados passíveis de tributo estão aluguéis, valores recebidos do INSS e salários mensais. Outra condição para a obrigatoriedade de entrega do IR foi o recebimento de rendimentos superiores a R$ 40 mil, referente a itens não tributáveis ou tributáveis exclusivamente na fonte. Entre esses rendimentos é possível incluir ganhos como indenizações trabalhistas, valores aplicados em caderneta de poupança, herança…

Existem diferentes tipos de consórcio, e cada um deles é indicado para o financiamento de um bem. No mercado há, por exemplo, aqueles que funcionam para a compra de uma moto, e os que permitem o pagamentos de viagens. Anda pensando em aderir a um plano? Acompanhe no texto tudo o que você precisa saber! Um consórcio é um modo de financiamento que funciona como uma poupança conjunta. Nele, diversos consumidores fazem o pagamento mensal de uma parcela, que é colocada em um fundo comum. Esse fundo é gerenciado pela administradora de consórcio que, mensalmente, faz o sorteio de uma carta de crédito. A carta de crédito é o valor total desejado pelo consumidor que adere ao consórcio. Ou seja, se você aderir a um plano de R$ 10 mil, sua carta de crédito será de R$ 10 mil. Para obtê-la, o indivíduo precisa apenas manter suas prestações em dia, para que…

Já entrou na sua conta corrente e percebeu que você tinha mais dinheiro do que imaginava? Em seguida, porém, você notou que aquele valor não era realmente seu, mas sim do cheque especial. Esse é um erro comum: afinal, o crédito funciona como um empréstimo pré-aprovado ao consumidor. Uma das principais vantagens do cheque especial, também conhecido como LIS, é seu fácil acesso. Quando precisa de dinheiro extra, o consumidor precisa apenas sacar o montante, ou utilizá-lo para transferência ou pagamento de uma fatura. Sem a necessidade de solicitar o empréstimo ao banco. É por isso que a opção é tão utilizada em emergências. Esse momento, aliás, deve ser o único para o uso dos valores: um contratempo, em que a necessidade de crédito é imediata. Isso porque, os juros do cheque são muito altos, e podem gerar uma dívida preocupante. Especialmente porque as taxas são cobradas de forma diária. Segundo o…

A esta altura, você já deve saber que controlar o orçamento doméstico é a melhor medida para quem quer garantir o equilíbrio financeiro. Para ajudá-lo com esse objetivo, a planilha de orçamento doméstico é uma excelente ferramenta, que deve ser administrada com muita disciplina e organização. Mas os resultados, com certeza, valem a pena! Continue de olho a seguir e saiba como usar esse material a seu favor. Se você procurar, vai encontrar uma série de modelos diferentes de planilhas de orçamento doméstico, das mais simples até as mais rebuscadas. Para se convencer, de uma vez por todas, de que é preciso adotar essa ferramenta no seu dia a dia, confira abaixo algumas razões que justificam a sua importância. Por que usar uma planilha de orçamento doméstico? Orçamento à vista:no arquivo, você pode inserir todas as entradas e saídas da sua casa, como salários, rendas extras, despesas, entre outros. Isso ajuda a…