Powered by Rock Convert

Você já deve ter se perguntado em algum momento se o seu salário está pequeno ou se são as suas necessidades que estão mais caras? O fato é que a crise econômica que atingiu o país fez com que muitos brasileiros perdesse o seu poder de compra. Esse fato também fez com que mais pessoas buscassem alternativas para ganhar um dinheiro extra.

Confira a seguir como funciona o trabalho freelancer e como organizar a sua renda extra.

Contudo, nem todas as pessoas partem para uma vida freelancer por causa de uma crise econômica ou por necessidade de uma renda extra. Há pessoas que vivem apenas trabalhando como freelancer, isso porque essa modalidade de trabalho possui diversas vantagens. No caso de quem busca uma renda extra, o trabalho freelancer pode ser uma grande oportunidade de negócio.

Atualmente, essa modalidade de trabalho ficou muito mais acessível, pois só basta ter um smartphone ou computador e uma conexão com a internet. Através da internet você pode se conectar com diversas pessoas que buscam profissionais freelancers. É possível enviar propostas e ser chamado para um trabalho que não tem vínculo empregatício com uma empresa.

Benefícios de ser um freelancer

Um dos maiores benefícios é não ter nenhum vínculo empregatício com uma empresa. Isso quer dizer ter seus próprios horários, local de trabalho e nenhum patrão para cobrar o seu serviço. Contudo, esse pode ser o maior problema também, pois um profissional que não impõe metas, objetivos e não se cobra, pode acabar falido em pouco tempo.

Mas há mais vantagens em ser freelancer, como o fato de poder trabalhar apenas com um computador dentro da própria casa. Ser freelancer é ter liberdade para escolher o que você quer em seu modo de trabalho, seja nos tipos de serviços prestados ou até mesmo nos horários que você quer trabalhar.

Se você não possui nenhum vínculo empregatício com uma empresa, isso quer dizer que você não fica preso a seguir um horário de trabalho. Outra vantagem é que se você precisar faltar ao trabalho para resolver alguma coisa você não será advertido por isso, ou ainda demitido de seu trabalho. Mas é importante que o profissional saiba lidar com os benefícios e as obrigações, e no final, saiba organizar a sua renda extra.

Como encontrar trabalhos freelancers

A internet se tornou um mecanismo de busca para quem quer ser um profissional freelancer. Isso porque a rede possibilita aos profissionais encontrarem trabalhos de forma mais simples e rápida, através de plataformas que conectam os profissionais com os clientes. Mas dentre os trabalhos mais encontrados pela internet estão os das áreas de: Design, Comunicação, Programação, Marketing e Tecnologia da Informação.

Essas áreas são as mais concorridas pelos profissionais freelancers na internet. Mas não são as únicas que existem. Um profissional freelancer pode trabalhar em diversas áreas, podendo ser um fotógrafo, pedreiro, eletricista, e até mesmo médico. Se a atividade exercida não tiver nenhum registro em carteira ou contrato de trabalho, ela pode ser considerada autônoma e freelancer.

Sendo assim, um profissional que busca exercer determinada atividade deve buscar em locais específicos. Mas na internet é possível anunciar todo tipo de serviço prestado por um profissional. Para isso você pode anunciar nas redes sociais e em grupos voltados para profissionais freelancers e clientes. Além disso, você pode contar com plataformas especializadas em trabalhos autônomos que podem ser encontradas facilmente na internet.

Um bom profissional freelancer deve ser comprometido e disciplinado com suas atividades.

O profissional que quer ingressar nessa modalidade de trabalho deve saber que nem tudo é tão simples e fácil quanto parece. Para ser um bom profissional freelancer ou ainda para apenas ter uma segunda fonte de renda é preciso se dedicar e manter a seriedade na atividade exercida. Confira a seguir o que você deve fazer para ser um bom profissional freelancer e ainda organizar a sua renda extra.

Dicas essenciais para quem quer ser um profissional freelancer

Embora seja bastante cômodo e confortável, trabalhar em casa ainda pode ser um grande problema para as pessoas menos disciplinadas. Isso porque o trabalho freelancer exige disciplina e comprometimento, afinal, por detrás de um trabalho existe um cliente que está pagando por aquele serviço.

Sendo assim, existem algumas armadilhas em trabalhar em casa que podem pegar o profissional que não está preparado. A primeira delas é misturar as atividades pessoais com as profissionais. Estando dentro de casa é quase impossível não pensar nas tarefas diárias enquanto realiza tarefas profissionais. Contudo, é importante estabelecer divisões entre as duas atividades para que o trabalho não seja prejudicado.

Outro ponto interessante para os profissionais que têm como renda principal a atividade freelancer é o horário de trabalho. Embora você possa fazer seus horários como quiser, é importante não se acomodar e deixar tudo para depois. Para isso, o profissional deve estabelecer seus próprios horários de trabalho e segui-los todos os dias como uma verdadeira rotina.

Além dos horários, a rotina de um modo geral é muito importante para quem vive de forma autônoma. Dentro dessa rotina o profissional deve estabelecer os horários que trabalha, os momentos de descanso, as tarefas da casa e as atividades de lazer. Ao estabelecer uma rotina o profissional terá mais liberdade para adiantar alguma tarefa e assim se programar para possíveis eventualidades.

No caso de quem utiliza a atividade freelancer como um complemento da renda é importante estar sempre atento aos prazos de entrega de cada trabalho. Mesmo que você precise passar o sábado ou a noite da sexta-feira trabalhando, não perca o prazo de entrega de um trabalho. Caso você não esteja disposto a perder nenhum desses momentos é melhor não assumir nenhum compromisso que não possa cumprir.

Contudo, manter um bom diálogo com seu cliente é uma das melhores formas de se resolver possíveis imprevistos, como é o caso de você atrasar um trabalho porque aconteceu alguma coisa muito importante que o impediu de fazê-lo. Conversar e explicar o motivo do atraso ao cliente pode garantir que você tenha outros trabalhos no futuro.

Como organizar a sua renda extra

Caso você ainda trabalhe de forma registrada e queira realizar os trabalhos freelancers como uma segunda fonte de renda, os dois rendimentos devem ser somados para que um complemente o outro na hora de pagar as despesas básicas do orçamento. O valor a mais como complemento no salário pode garantir que todas as suas contas sejam pagas e que ainda sobre algum dinheiro no final do mês.

Mas caso você queira trabalhar exclusivamente como profissional freelancer, a dica mais importante na hora de organizar a sua renda é garantir um investimento para o futuro. Como o trabalho freelancer não possui nenhum vínculo empregatício, você também não poderá contar com INSS como aposentadoria ou com o FGTS para alguma emergência. Sendo assim, aplique mensalmente em algum investimento ou simplesmente guarde em uma poupança.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares