Powered by Rock Convert

Embora o pagamento com cartão de crédito tenha se tornado praticamente uma unanimidade ainda há clientes que optam pelo pagamento com cheque. Alguns estabelecimentos inclusive chegam a valorizar o pagamento nessa modalidade, com dizeres como “aqui o seu cheque é bem-vindo”.

O cheque já foi considerado um ótimo meio de pagamento, mas pelas exigências que muitas lojas e comércios passaram a fazer na hora de aceitá-lo e a facilidade para a se obter um cartão de crédito acabou sendo jogado para escanteio.

Contudo, esse comportamento do lojista não é tão incompreensível assim, afinal, o que vem a ser um cheque? Apenas um pedaço de papel que se não for compensado não tem valor algum. Então, como receber por meio do cheque?

Descontar um cheque

O desconto de um cheque é o nome que damos a “conversão” deste papel em dinheiro em espécie ou fundos em conta. É possível fazer o desconto do cheque que você acabou de receber de duas maneiras. A primeira e mais fácil é o depósito em conta.

Como o nome sugere o desconto por depósito consiste no portador a quem o cheque foi destinado, depositando o mesmo em sua conta corrente ou poupança.

O único procedimento que deve ser adotado quando optar pelo desconto por meio de depósito é levar o cheque até à agência onde você tem conta e fazer o depósito, basicamente da mesma forma que você faria se estivesse depositando dinheiro em espécie. Cuidado apenas com cheques pré-datados.

O saque de um cheque

O saque do cheque é mais trabalhoso que o depósito, entretanto é extremamente mais rápido. Quando você recebe o pagamento por meio da folha de cheque e deseja descontá-lo por meio do saque, basta se dirigir a uma agência do banco emissor. Pode ser qualquer uma, não se restringindo apenas a agência do emissor.

Na agência você deve apresentar os seus documentos de identificação. No caso do cheque nominal, apenas a pessoa identificada poderá efetuar o desconto.

Por exemplo, um cheque nominal é direcionado a alguém, com a referenciação do nome. Para o desconto é preciso que o destinatário esteja presente na agência com seus documentos de identificação, não podendo transferir a troca a outros.

Embora demande um pouco mais de trabalho, visto que é necessário que o destinatário do cheque, quem o recebeu, se dirija a instituição do emissor, o desconto por meio do saque é mais rápido.

Na agência você já sabe instantaneamente se a conta possui recursos para cobrir aquele cheque, o chamado “cheque com fundos ou sem fundos”.

Com o depósito essa verificação pode demorar até 3 dias, a depender do seu banco e do banco do emissor.

No caso do desconto por depósito, no caso do cheque nominal ele apenas poderá ser depositado na conta corrente do destinatário referenciado.

O cheque pré-datado tem um dia estabelecido por seu emissor para que o desconto seja efetuado em conta

O desconto do pré-datado

Quando um cheque é pré-datado por seu emissor significa que ele tem um dia mínimo para ser descontado pré estabelecido por quem o emitiu.

Você pode depositar um cheque pré-datado antes do dia indicado na folha, contudo, atenha-se para agendar o pagamento para esta data, uma vez que caso o cheque seja descontado na conta de seu emissor antes da data prevista é possível que a conta não tenha fundos para cobrir aquela pendência.

Powered by Rock Convert

O que fará que quem o deu a você seja inscrito em um cadastro de emissores de cheques sem fundo e você acabará ficando sem o seu pagamento.

O cheque pré-datado não cruzado pode ser descontado diretamente na boca do caixa na agência daquele talão. No caso de cheque pré datado cruzado, você apenas conseguirá recebê-lo depositando-o.

O desconto do cheque a juros

Você acabou de receber uma folha de cheque com o famoso “cheque bom para…” o que significa que o seu cheque foi pré-datado pelo emitente.

Mas você estava contando com esse dinheiro para quitar os custos de manutenção da sua empresa. Ao contrário do pagamento por cartão de crédito que você pode solicitar o adiantamento de seus recebíveis o que você pode fazer com o cheque pré-datado?

Como falamos, o máximo que você pode fazer é depositá-lo em conta. Embora você possa optar por não agendar o desconto na data prevista esse é um risco, e caso a conta de fato não tenha fundos antes da data prevista você pode acabar gerando uma situação constrangedora com o seu cliente, visto que ele estabeleceu esta data.

Uma opção muito comum para o desconto de cheques pré-datados antes do período indicado sem riscos, ao menos para o destinatário daquela folha, é o desconto de cheques por meio de taxa de juros.

O desconto com a cobrança de taxa juros nada mais é do que a compra de um cheque pré-datado. Mas cuidado, pois esta é uma prática comum aos chamados agiotas, que consiste em comprar o cheque de seu portador por um valor abaixo do valor prescrito na folha.

Por exemplo: se o seu cheque é de um mil reais e o agiota procurado cobra cerca de 15%, isso significa que você receberá o valor com desconto de R$ 150,00, ou seja, R$ 850,00. O valor cobrado é alto, visto que você não teria este custo trocando na data acordada, mas é preciso pesar os prós e contras.

No entanto, existem instituições financeiras confiáveis que realizam essa transação. Você pode simular os valores de taxas aqui.

Simule com a gente!

Também se você preferir, é possível ter uma noção por meio da tabela disponibilizada no BCB:

Ir para a tabela do BCB

Desconto sem taxas

Os agiotas cobram pela troca porque assumem plenamente os riscos envolvidos na transação, desde calote, no caso de cheques sem fundos, até possíveis tributações, além de outros eventuais transtornos.

A única forma de descontar um cheque sem custo algum é respeitando a data prevista (para cheques pré-datados) e realizando o desconto por meio do seu banco, afinal, você é cliente, não podendo a instituição, desta forma, incidir qualquer taxa para esta operação.

Todavia, como desvantagem, você terá de esperar pelo menos três dias úteis a contar depósito para o recebimento.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário