Powered by Rock Convert

Ter atenção aos golpes de empréstimo é essencial para não ter prejuízo financeiro. Descubra como se prevenir!

É natural que a gente precise de uma ajuda financeira extra em alguns momentos de aperto ou de imprevisto. Porém, é necessário tomar todo o cuidado com os golpes de empréstimo que aparecem por aí, principalmente em um momento em que estamos mais vulneráveis e com tendência de querer resolver tudo com rapidez.

Conhecer essas fraudes e roubos é fundamental para que não caia neles e saiba identificá-los para alertar pessoas próximas. Neste post, mostramos como esses golpes funcionam, os mais comuns e 4 cuidados para não passar por isso. Acompanhe e proteja o seu dinheiro!

Como funciona o golpe de empréstimo?

Os golpes de empréstimo são aplicados por estelionatários ou por quadrilhas. Para roubar os consumidores, eles se passam por financeiras ou até mesmo por bancos. São criados sites, e-mails e telefones empresariais falsos. Depois, eles divulgam as suas linhas de crédito falsas e atrativas em redes sociais, panfletos e até pelo WhatsApp.

Ao fecharem o contrato, costumam fazer cobranças antecipadas. Assim que você transferir a quantia, eles simplesmente somem com o seu dinheiro, sem liberar nenhum tipo de crédito.

Também é bem comum encontrar quadrilhas que, após esses golpes, utilizem os seus dados para aplicar novas fraudes e roubos. O pior de tudo é que você fica de mãos atadas, e dificilmente é possível resgatar o dinheiro perdido. Afinal, os estelionatários somem no mapa.

Quais são os tipos de golpe de empréstimo?

Apesar de os aposentados e pensionistas serem os mais visados em golpes de empréstimo, eles não são os únicos. Além do crédito consignado, existem outros tipos de fraude em que qualquer pessoa corre o risco de cair se não pesquisar bem antes de assinar, passar informações ou clicar em qualquer coisa. Veja quais são para não se tornar uma vítima.

Empréstimo consignado

O consignado é um dos tipos de empréstimos existentes no mercado. Nele, é oferecido crédito exclusivo para aposentados e pensionistas do INSS, servidores públicos, assalariados de empresas privadas e militares. Esse é o que mais afeta os idosos, já que nem sempre o valor da aposentadoria é o suficiente para lidar com as despesas, principalmente as médicas.

Para aproveitar essa situação, os criminosos podem aplicar diferentes golpes. O mais simples para as quadrilhas é a falsificação de documentos. Com isso, é possível fazer diversas transações, inclusive solicitar empréstimos em seu nome. Outros golpes de consignado aplicados são:

  • falsificação de assinatura em contratos de empréstimo;
  • solicitação de acesso à conta bancária;
  • assinatura de contratos em branco;
  • venda casada;
  • crédito em nome de terceiros.
  • Empréstimo pessoal ou para negativados

Normalmente, as vítimas de golpes do empréstimo pessoal são os consumidores negativados e que precisam de dinheiro rápido. Nesses casos, os fraudadores dizem que o seu crédito foi aprovado em poucos minutos, mas que você precisa pagar uma quantia para arcar com taxas, que são falsas, como as de cartório e de liberação do valor. Fazer essa solicitação é ilegal, podendo ser considerada extorsão.

Golpe do WhatsApp

Recentemente surgiu o golpe de empréstimo online do WhatsApp. Ele acontece quando os criminosos enviam uma mensagem para o seu aplicativo, ofertando falso crédito fácil, rápido e com baixas taxas de juros.

Outro golpe conhecido na praça é por meio do código do aplicativo. Quando uma pessoa anuncia um serviço ou vende um produto em alguma plataforma, o criminoso utiliza os dados do anunciante para enviar uma mensagem. Nela, o fraudador solicita um código, para que possa confirmar e publicar a sua divulgação, mas é mentira.

Powered by Rock Convert

Os dígitos solicitados são os códigos de verificação do WhatsApp. Com ele em mãos, os criminosos conseguem configurar o aplicativo em seu número em outro aparelho. A partir disso, eles começam a mandar mensagens para os seus contatos, se passando por você, para pedir dinheiro.

Como me proteger de golpes de empréstimo?

Apesar de parecerem operações verdadeiras, não é muito difícil identificar golpes de empréstimo. Se você tiver em mente que precisa desconfiar de tudo o que for muito fácil, já é possível evitar muitas dores de cabeça.

Se você precisa mesmo pedir um empréstimo, não deixe de ter atenção aos detalhes. Para ajudar, separamos algumas dicas infalíveis para se proteger desse tipo de criminoso. Veja só!

1. Pesquise muito antes de contratar um empréstimo

No desespero de conseguir dinheiro, os consumidores acabam fechando o primeiro e mais fácil contrato que encontram. Essa pressa e falta de conhecimento abrem as portas para os golpes de empréstimo. Então, não queira crédito do dia para a noite e desconfie de tudo o que “for bom demais para ser verdade”, porque em grande parte das vezes não é verdade.

Pesquise pelo CNPJ das financeiras e anunciantes e veja se há reclamações em sites de reclamações e de defesa ao consumidor, como o Reclame Aqui, o Denuncio e o Defesa do Consumidor no O Globo.

2. Não faça depósitos, transferências, pagamentos antecipados ou para contas de pessoas físicas

De acordo com as normas de empréstimo do Banco Central, é proibido solicitar qualquer tipo de pagamento ou transferência antecipada para liberação de crédito. Além disso, jamais negocie com empresas que passam contas de pessoas físicas, pois todo o procedimento do empréstimo deve ser feito em contas de pessoas jurídicas e por instituições financeiras credenciadas.

3. Desconfie de ofertas fáceis e com pouca burocracia

Nenhum banco, ou financeira, empresta dinheiro para pessoas que não têm condições de pagar ou não se encaixam em critérios mínimos. Afinal, assim elas correm risco de sair no prejuízo.

Então, como dito, desconfie de tudo o que é muito fácil, barato ou perfeito demais para ser realidade. Outra forma de analisar isso é se o empréstimo for liberado para negativados, ou consumidores com o score muito baixo, e apresentar taxas de juros muito abaixo do que é praticado no mercado.

4. Desconfie de instituições que não têm plataformas próprias

Muitos bancos e financeiras têm plataformas para que o seu cadastro e solicitação de empréstimo seja feita, sendo que elas precisam de autorização do Banco Central para funcionarem.

Portanto, evite contratar créditos de empresas que não usam essas plataformas, ou que não apresentam sites seguros e bem-feitos. Normalmente, esses golpes chegam por e-mail, mensagens de SMS e WhatsApp e panfletos distribuídos.

Milhões de brasileiros são vítimas de golpes de empréstimo anualmente. Esse cenário se agrava ainda mais quando o país passa por crises, já que isso aumenta a quantidade de inadimplentes e desempregados. Por mais que você precise do dinheiro com urgência, não tenha pressa em pesquisar, opte por bancos conhecidos e nunca aceite propostas que parecem ser fáceis demais.

Agora que você já sabe como se proteger desses golpes, acompanhe nosso blog e fique por dentro de mais dicas e novidades para cuidar e proteger o seu dinheiro!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário