O financiamento imobiliário e as baixas taxas de juros em 2021 encurtaram o caminho para a casa própria. Contudo, quando se trata de crédito imobiliário, são várias etapas a serem vencidas e é essencial tomar alguns cuidados para ter sucesso no seu financiamento.

Além disso, o financiamento imobiliário é um compromisso de longo prazo, já que pode demorar até 30 anos para ser completamente quitado, o que aumenta a necessidade de atenção por parte do comprador.

Para te ajudar a fazer as melhores escolhas durante o seu financiamento imobiliário, separamos alguns cuidados que você deve ter ao contratar o crédito. Confira!

Tudo começa no planejamento

Antes de contratar um financiamento imobiliário, é fundamental que você realize uma boa análise de renda e planejamento financeiro. No planejamento, você deve anotar todos os seus gastos fixos e variáveis, assim fica mais fácil de determinar quanto precisará economizar para arcar com o financiamento. 

Outra dica importante é refletir sobre a sua capacidade de endividamento, ou seja, o valor da dívida que você consegue assumir no financiamento imobiliário. Especialistas recomendam que a sua capacidade de endividamento não ultrapasse 30% do valor total dos seus rendimentos.

Com esses cuidados, você evita assumir uma dívida que é incompatível com a sua renda, sem comprometer o seu orçamento mensal.  

Prepare-se para os custos adicionais

O financiamento imobiliário engloba gastos que vão além das parcelas. Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), despesas de cartório, avaliação do imóvel e avaliação jurídica dos documentos são alguns dos valores extras que você deve se atentar ao contratar o crédito. 

Segundo levantamento da Associação Brasileira dos Corretores de Empréstimo e Financiamento Imobiliário (Abracefi), as taxas extras do financiamento imobiliário podem custar até 4% do valor do imóvel. Por isso, o ideal é fazer uma boa reserva para essas despesas adicionais.

Faça uma boa escolha de imóvel

O segundo cuidado que você deve tomar ao contratar um financiamento imobiliário é optar por um imóvel que seja compatível com o seu orçamento e estilo de vida

Ou seja, é importante que você avalie não apenas o preço total da casa ou apartamento, mas toda a infraestrutura do local do imóvel, como transportes, presença de supermercados e outros estabelecimentos comerciais, escolas e até se a região está se valorizando ou não. 

Todos esses fatores vão impactar diretamente no seu bolso ao longo do tempo. Por isso, faça uma escolha consciente do local que você deseja morar e leve em consideração os gastos paralelos que terá com a mudança. 

Pesquise a melhor taxa de financiamento imobiliário

Antes de contratar um financiamento imobiliário, é importante ter cuidado com as taxas de juros que são cobradas nesse processo. Por isso, uma boa dica é pesquisar bastante e comparar as taxas de cada instituição financeira.

Além disso, com o aumento da Taxa Selic, alguns bancos fizeram pequenos ajustes nas taxas do financiamento imobiliário. Confira nesse outro artigo a comparação entre as taxas que são cobradas por cada banco.

Escolha um bom sistema de amortização 

Outro cuidado importante que você deve ter ao optar pelo financiamento imobiliário é escolher o melhor sistema de amortização para o seu planejamento. Ou seja, você deve decidir entre o uso da Tabela SAC ou Price.

Essa escolha é importante porque cada tipo de sistema vai influenciar no tamanho das parcelas ao longo do processo de financiamento imobiliário, impactando de maneiras diferentes a sua renda mensal. 

A principal diferença entre as duas é que, na Tabela SAC, as prestações do financiamento vão diminuindo de valor ao longo dos anos. Já na Price, o valor das prestações do financiamento será sempre o mesmo. 

Se você escolher pagar as parcelas do seu financiamento imobiliário na Tabela Price, precisa redobrar o cuidado com o orçamento, já que o valor a pagar será constante durante todo o prazo contratual.

Simule o seu financiamento imobiliário

Os simuladores de financiamento imobiliário auxiliam muito na escolha da melhor opção de parcelamento do imóvel. Com essa ferramenta, você simula seu financiamento em minutos com todos os bancos e consegue a melhor proposta para o seu perfil.

Durante a simulação, você deve informar o valor do imóvel e quanto pretende dar de entrada na casa ou apartamento. Depois, poderá testar todas as linhas de crédito disponíveis em diferentes bancos e ter uma estimativa do valor de cada prestação. 

Você consegue fazer essa simulação em poucos passos e de forma gratuita no site da Credihome

Leia todo o contrato

Pode parecer óbvio, mas é sempre importante reforçar que você deve analisar atentamente o seu contrato de financiamento imobiliário antes de assiná-lo.

Nessa análise, é importante que você verifique se não foi adicionada nenhuma taxa não obrigatória que poderia ser retirada, como o Serviço de Assistência Técnico Imobiliário (Sati), que corresponde a 0,85% do valor do imóvel. Essa é uma taxa cobrada pela assessoria da construtora ao financiamento imobiliário.

Para quem vai financiar um imóvel na planta, também é importante verificar se está bem claro no contrato o índice de correção das parcelas. Durante as obras, as prestações devem ser corrigidas pelo INCC (Índice Nacional da Construção Civil) e não podem ser cobrados juros. Depois das entrega das chaves, pode-se cobrar juros de 12% ao ano mais correção.

Agora que você já sabe quais os principais cuidados ao contratar um financiamento imobiliário, com certeza está mais confiante para dar o primeiro passo rumo à casa própria!

Se esse post te ajudou, não deixe de conferir esses outros conteúdos:

Comentários