Categoria

Dívidas

Categoria

Ser demitido por justa causa é um problema e tanto. Além disso, o empregado que foi dispensado por justa causa – atrapalhando muito conseguir uma nova recolocação – perde muitos direitos que receberia se tivesse sido demitido sem justa causa. Quando ocorre a demissão por justa causa? A demissão por justa causa ocorre em casos que o empregado comete um erro muito grave e, nesse caso, deve ser dispensado imediatamente. A princípio os fatores que levam um funcionário a ser demitido por justa causa são: Desonestidade; Maus hábitos e comportamentos inadequados; Concorrência; Prisão; Mau desempenho; Embriaguez; Indisciplina; Faltas acima de 30 dias; Agressão física ou verbal; Jogar jogos de azar; Atentado à segurança nacional. Funcionário demitido por justa causa perde diversos direitos trabalhista, além do constrangimento de ser dispensado por esses motivos. Além disso, o funcionário demitido por justa causa perde diversos direitos, se compararmos a uma demissão normal. O empregado demitido…

Ficar como o nome sujo é uma situação que pode acontecer com qualquer um. Existem muitas dúvidas na hora de resolver esse problema, por exemplo, se terá que pagar taxas para limpar a restrição no nome, se é necessário limpar o nome etc. Confira as dicas para te ajudar nessas dúvidas! Você ficou com o nome sujo em um banco ou perdeu o controle das contas e acabou com o nome na Serasa ou no SPC? Está tentando fazer uma nova conta e está tendo problemas de restrições? Para evitar esse tipo de problemas a Juros Baixos esclarece essas questões para você! O que acontece se o nome continuar sujo? Uma dívida não paga pode te trazer problemas na hora de conseguir um empréstimo ou um financiamento e até mesmo na hora de fazer compras parceladas no cartão de crédito. Isso porque a inscrição na lista de inadimplentes faz com que as instituições…

Dinheiro ou cartão? Pagar à vista ou parcelar? Perguntas que parecem simples, mas que merecem um olhar mais atento para determinar suas respostas. Optar sobre pagar a vista ou parcelado é algo que gera muitas dúvidas na maioria das pessoas. Para te ajudar com esse processo de tomada de decisão apresentamos aqui as vantagens e desvantagens desse pagamento em algumas das nossas situações mais comuns. Confira nossas dicas e decida de forma consciente qual a melhor opção para você. Em dúvida entre pagar a vista ou parcelar? Confira nossas dicas e decida. Lidar com dinheiro é algo que todos nós precisamos fazer, mas que para algumas pessoas é ainda mais complicado, isso porque, é fácil passar dos limites na hora de comprar e fazer dívidas além do orçamento. Para que tenhamos ideias do peso disso na economia nacional, 57,1% das famílias brasileiras estavam endividadas em 2017. Parte disso decorre do fato de…

O parcelamento de dívidas é uma boa saída para o empreendedor que tem contas para acertar mas está com as finanças um pouco apertadas. Pois, o parcelamento facilita a vida do empreendedor, uma vez que ele pode pagar a dívida em valores menores periódicos. Quanto ao micro empreendedor individual, também pode contar com essa facilidade. O parcelamento de dívidas é um excelente recurso para ajudar muitos empreendimentos a organizar as suas finanças. Para que serve o parcelamento? No caso do parcelamento em 120 vezes proposto para o MEI, a facilidade é exclusiva para empreendedores que possuem dívidas com impostos da Receita Federal. Pois, caso haja o acúmulo de impostos sem pagamento, o MEI pode acabar perdendo seu registro no Simples Nacional. Portanto, é bom que esteja com os pagamentos em dia e, melhor ainda, que haja essa facilidade de parcelamento para ajudar o empreendedor. MEI pode parcelar dívidas em até 120 vezes…