Powered by Rock Convert

Entrar no vermelho e perceber que não tem dinheiro para pagar todas as contas do mês pode acontecer com mais frequência do que você imagina. Quando essa situação chega e as coisas começam a apertar, as saídas mais fáceis são o rotativo do cartão de crédito e o cheque especial, mas também estão entre os mais caros, ou seja, o que vai ajudar por um lado pode prejudicar de outro.

De acordo com especialistas, o ideal é que antes que escolha qual tipo de empréstimo vai realizar, tenha certeza que terá como pagar esse valor em menos de 30 dias ou se vai precisar de mais tempo para liquidar essa dívida. Caso o pagamento seja em curto prazo, o mais indicado é que utilize o limite do cheque especial, já que os juros são bem menores do que o rotativo do cartão de crédito.

Compare o Limite do Cheque Especial e o Rotativo do Cartão de Crédito

Acompanhe a diferença dos valores cobrados pelo cartão de crédito rotativo e pelo cheque especial nos maiores bancos nacionais. A tabela abaixo é apenas uma representação básica dos juros, mas pode mudar de acordo com o perfil de cada cliente.

Juros do crédito rotativo

Banco

Taxa de juros

Santander

9,87%

Banco do Brasil

11,34%

Itaú

16,32%

Bradesco

19,25%

Juros do cheque especial

Banco

Taxa de juros

Caixa Econômica

13,55%

Bradesco

13,33%

Banco do Brasil

12,84%

Itaú

13,07%

Santander

15,35%

O que é o Crédito Rotativo do Cartão de Crédito?

É o limite que existe disponível para os clientes usarem no cartão de crédito. Ao adquirir o cartão, o cliente é informado sobre o valor que pode ser gasto, definido de acordo com o banco ou bandeira do cartão. Quando o cliente tem acesso à fatura do mês, ele tem a opção de pagar tudo ou usar o parcelamento da fatura, que é outra função oferecida pelo cartão.

É preciso tomar cuidado ao decidir utilizar o crédito rotativo.

Por isso recebe o nome de crédito rotativo, porque o cliente pode optar por pagar uma parte da dívida e deixar o que falta para efetuar o pagamento em outro mês.

O que é o Cheque Especial?

Esse é o limite pré-aprovado pelo seu banco. Caso esse valor seja disponibilizado na sua conta, ele pode ser facilmente utilizado. Por isso o cheque especial pode ser um risco de terminar no vermelho.

Lembre-se que os juros cobrados nesse tipo de empréstimo não costumam ser baixos e, se na data acordada o valor não estiver na conta, a taxa será ainda maior.

Como decidir qual escolher?

É importante saber que as duas opções têm cobrança de juros bem elevados, principalmente se forem comparados a outras opções de crédito. Esse é um dos motivos que deve ser pesquisado qual a melhor alternativa para sua necessidade e seu bolso.

Para escolher entre um ou outro, o ideal é procurar informações junto ao banco e verificar qual taxa de juros será menor e quanto tempo que terá para quitar esse valor.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares