Powered by Rock Convert

Como forma de facilitar o pagamento, garantir uma venda e evitar problemas como inadimplência, a implementação de máquinas de cartão têm sido uma ótima aliada dos microempreendedores. Afinal, cada vez menos pessoas têm optado pelo pagamento em dinheiro vivo, pela praticidade, agilidade e segurança que os cartões representam.

E, nos últimos anos, esses equipamentos têm se popularizado, com o surgimento de uma série de modelos e opções diferentes, cada um deles com suas especificidades.

Entre as opções, há aquelas com ou sem aluguel, com leitor para smartphone ou conexão Wi-Fi, 3g e Bluetooth, taxas menores ou plano mensal sem qualquer cobrança. Mas para decidir o que é funciona melhor para você, é importante refletir sobre a facilidade de uso, o custo de operação e o tipo de tecnologia.

As mais conhecidas aceitam um número maior de bandeiras de cartões. Por outro lado, sistemas que funcionam via smartphone podem ser mais adequadas para quem quer poupar com esse serviço.

Quer saber qual alternativa melhor se adequa ao seu negócio? Confira a seguir quais são os principais pontos que você precisa observar para saber como escolher a maquininha de cartão certa para o seu microempreendimento.

Benefícios da máquina de cartão

  • Mais competitividade: quem não oferece essa opção de pagamento pode ficar um passo atrás, em relação à concorrência. Segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), no Brasil, mais de 70% dos consumidores prefere o pagamento de compras por crédito ou débito.
  • Segurança: ao contrário dos pagamentos em dinheiro, em caso de adversidades, como furto ou roubo, o empreendedor não precisa se preocupar tanto com perdas, já que o valor fica assegurado em uma conta bancária e o fato pode ser comunicado imediatamente.
  • Comodidade: o inconveniente de precisar fornecer troco não acontece nos casos de pagamento em cartão. A falta de dinheiro em caixa ou o risco de trocos errados são deixados de lado com as maquininhas.

Escolhendo a máquina de cartão certa

Já sabe qual é o seu perfil de vendas, clientela e, principalmente, o orçamento disponível? Então, verifique os aspectos abaixo:

  • Avalie as taxas de adesão da maquininha;
  • Verifique o valor fixo que será pago todo mês para utilização;
  • Observe os juros por vendas, aquele valor descontado a cada operação;
  • Procure saber o prazo para que o valor do pagamento seja liberado;
  • Confira o número de bandeiras cobertas pela máquina;
  • Analise a flexibilidade de pagamento, incluindo crédito e débito e parcelamentos;
  • Considere o tipo de conexão da máquina, levando em conta os serviços que você dispõe (telefônico, internet Wi-Fi e 3g).

Opções de maquininhas no mercado

Entre as principais marcas que ofertam maquininhas, estão a Cielo (uma das mais consolidadas no mercado de cartões), Rede (empresa do Banco Itaú), Getnet (faz parte do Grupo Santander), iZettle (empresa sueca, com serviços de pagamento focados em pequenos e médios empreendimentos), Payleven e Sumup (recentemente fundidas, focam no pequeno empreendedor), Moderninha (vendida pela PagSeguro, do grupo Uol) e Mercado Pago (faz parte do Mercado Livre).

Quais são os tipos de Máquina de Cartão de Crédito ou Débito no mercado?

Máquina de Cartão POS

É o tipo de máquina mais conhecida. Precisam de um ponto fixo e funcionam conectadas a uma linha telefônica. Algumas empresas alugam essas máquinas no Brasil, como a Cielo, a Rede, a GetNet, a Sumup, entre outras. Cada empresa oferece um pacote de benefícios em relação a taxa de juros por venda, mensalidade, tempo para receber o dinheiro das vendas, etc.

Esse tipo de máquina usa a linha discada para fazer a comunicação e imprime os recibos para os clientes sem precisar de outro equipamento.

Máquina de Cartão POS Wireless

Essas máquinas são parecidas com os modelos POS, com a diferença de que são portáteis e funcionam através de uma rede Wi-Fi, o que restringe seu funcionamento a locais com bom sinal de Wi-Fi.

Máquina de Cartão POO

Também são parecidas com os modelos POS, mas usam um chip de celular para transmitir as informações de compra em vez de uma linha discada, funciona pelos dados móveis das operadoras de telefonia. É geralmente aquela máquina que o motoboy leva em sua casa, sempre que você pede aquela pizza no delivery e avisa que vai pagar no cartão, outra situação que ela é bastante usada é em restaurantes, quando o garçom traz a máquina na sua mesa para que você efetue o pagamento.

Máquina de Cartão TEF

As máquinas TEF são parecidas com as POS somente no visual, mas elas funcionam de forma bem diferente. As TEF são geralmente encontradas em estabelecimentos como supermercados, farmácias e outros tipos de comércio, que não precisam de uma máquina móvel.

Funcionam com acesso à internet e por isso precisam estar conectadas a um computador, trabalhando assim de forma integrada com o sistema de emissão de nota fiscal da loja. A vantagem é que ela é multiadquirente e pode trabalhar com várias empresas, o que se torna muito interessante para grandes empresas, pois permite maiores negociações.

Máquina de Cartão Mobile

São leitores de cartão que são conectados a um smartphone por meio de um cabo ou através de uma conexão bluetooth, forma como transmite as informações das compras. As empresas adquirentes disponibilizam essas máquinas tanto para cartões de crédito como de débito e também modelos apenas para cartões de crédito. É preciso baixar o aplicativo da empresa no smartphone e conectar com o leitor para que elas funcionem perfeitamente, ainda é possível encontrar no mercado modelos independentes que funcionam somente com o chip de um smartphone.

Em qualquer uma das escolhas, avalie adequadamente suas condições, para não prejudicar os ganhos com o seu negócio!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares