Powered by Rock Convert

Quem sabe cuidar bem das suas finanças sabe que uma das coisas mais importantes é manter uma reserva de emergência, ou seja, aquela grana que deixamos sempre guardada para caso ocorra algum imprevisto e precisemos urgente de dinheiro para resolver.

Quem tem o hábito de manter essa reserva, certamente já viveu o alívio de possuí-la. Mas, para que dê certo, é preciso ter consciência e usar esse dinheiro somente em casos realmente necessários. Veja então dez situações em que você pode ser salvo pela sua reserva de emergência.

1) Você não tem convênio médico e precisa realizar uma consulta ou um exame de urgência

Infelizmente todos sabem que o sistema de saúde público no Brasil é bem precário. Em alguns casos, algumas consultas e realização de exames podem demorar até meses para acontecer.

Caso você não tenha um plano de saúde (que por sinal, são bem caros no Brasil), e você acabe ficando doente, não hesite em usar a sua reserva de emergência para arcar com as despesas médicas. Lembrando que isso vale para situações urgentes e não para consultas médicas de rotina, que podem esperar.

2) Usando a sua reserva de emergência se o carro quebrar

Quem tem carro sabe que, assim como dizem, às vezes mais parece com uma família. Isso porque manter um carro pode custar bastante com abastecimento, manutenções, seguro, documentações, etc. Quem opta por ter um carro deve sempre se planejar para arcar com as despesas de manutenção e manter as documentações em dia. Esses gastos já devem fazer parte da planilha de orçamentos.

Mas imprevistos acontecem e caso o carro quebre e necessite de uma manutenção urgente, e você não tenha dinheiro disponível no momento para arcar com essa despesa, você pode usar a sua reserva de emergência.

3) Surgiram necessidades de conertos na casa

Além do carro, pode acontecer de surgir imprevistos em casa, também. Pode ser um vazamento, uma infiltração, um reparo no telhado, enfim, imprevistos acontecem em casa também, e a reserva de emergência pode ajudar a resolver o problema rapidamente, evitando gastos maiores.

4) Algum utensílio em casa quebrou? A reserva de emergência pode te salvar!

Caiu um raio e queimou geladeira? A máquina de lavar parou de funcionar? Não se preocupe: se você tiver uma reserva de emergência, você poderá resolver facilmente esses problemas.

Powered by Rock Convert

5) Um parente faleceu e vocês não têm plano funerário

É comum que a grande maioria das pessoas evite até mesmo pensar na morte, quanto mais se preparar para ela. Por isso, muitas pessoas sequer pensam em pagar um plano funerário, sendo que quando a necessidade surge, o gasto costuma ser bem alto. No entanto, quem tem uma reserva de dinheiro, terá como arcar com as despesas desse momento triste, sem grandes preocupações.

6) Seu Pet ficou doente

Procedimentos veterinários costumam custar caro. Mas quem ama o seu animal de estimação, fará o que for necessário para ajudá-lo se ele não estiver bem. Quem possui uma reserva de emergência pode arcar com os custos de um tratamento veterinário com tranquilidade, sem que seja preciso fazer dívidas no cartão de crédito para cuidar do animalzinho.

7) Surgiu a necessidade de uma viagem de última hora

Claro que não estamos falando aqui de viagens à passeio. Afinal, viagens de lazer devem ser bem planejadas e quitadas, de preferência, com antecedência. Mas, podem ocorrer situações em que seja necessário realizar uma viagem de última hora, como por exemplo, nos casos de pessoas que tem parentes que moram longe.

Caso ocorra alguma coisa com o seu parente e você precise ir até ele de um dia para o outro, certamente a viagem custará caro, pois tudo em cima da hora costuma custar mais caro. Por isso, é importante ter uma reserva de emergência para situações como essa.

8) Quitação antecipada de dívida

Se você tem o planejamento adequado para pagar uma dívida aos poucos, continue pagando-a em dia e mantenha a sua reserva de emergência. No entanto, há algumas situações nas quais pode surgir a possibilidade de uma quitação antecipada de dívida que oferece bons descontos.

Nesse caso, é interessante usar a reserva para quitar a dívida, pois, você estará conseguindo economizar um valor, quitando a sua dívida antes da hora. Nesse caso, inclusive, você pode pegar o valor que utilizaria para pagar a dívida mensalmente e ir aplicando na reserva de emergência para repor valor o valor que você utilizou.

9) Pagamento de multas de trânsito

O melhor mesmo é evitar tomar multas de trânsito, mas infelizmente, ninguém está totalmente livre disso. Caso você tenha tomado uma multa, você pode usar a reserva de emergência para quitá-la antecipadamente e obter desconto.

10) Surgiu a necessidade de um medicamento caro

Alguns tipos de medicamentos podem custar realmente caro. Se você precisar de algum e não tiver dinheiro disponível para adquiri-lo naquele momento, você pode usar a sua reserva de emergência. Afinal, imprevistos com a saúde podem acontecer, e se tratando de saúde sempre será algo importante e urgente.

O que você achou das dicas de quando usar a sua reserva de emergência?

É importante lembrar que sempre que você usar a sua reserva de emergência você deve procurar repor o valor utilizado, o quanto antes. Assim, você pode ficar tranquilo, pois, sempre terá esse dinheiro guardado para contar, em algum imprevisto. Você costuma manter dinheiro guardado? Compartilhe conosco a sua opinião, dúvidas e comentários sobre o conteúdo!

Powered by Rock Convert

Comentários

Shares