!

Simule agora o seu empréstimo e contrate online


12 parcelas
1 60

R$ 6.000
R$0 R$60.000

Simule o seu empréstimo e consiga um crédito com taxas mais baixas. Confira ao lado as melhores opções de bancos, simule e contrate agora.
Confira o resultado da simulação abaixo.

Empréstimo Com Veículo Em Garantia (Refinanciamento De Veículos) - Confira as melhores opções!


valor=6000 parcelas=12 cat=emprestimo temimovel=0 temveiculo=1

Online ?

Nesses bancos você pode pedir o empréstimo online! Rápido e fácil, não é mesmo? Além disso, o processo online tende a ser mais barato que os tradicionais, por ser mais intensivo em tecnologia.

Creditas

Creditas

Veículo em Garantia

R$ 579,62 /mês

2,35 % ao mês (32,15 % ao ano)

Empréstimo online agora!
Geru

Geru

R$ 588,47 /mês

2,60 % ao mês (36,07 % ao ano)

Empréstimo online agora!
Lendico

Lendico

R$ 601,69 /mês

2,97 % ao mês (42,08 % ao ano)

Empréstimo online agora!
Rebel

Rebel

R$ 599,18 /mês

2,90 % ao mês (40,92 % ao ano)

Empréstimo online agora!
Creditas

Creditas

Veículo em Garantia

R$ 579,62 /mês

2,35 % ao mês (32,15 % ao ano)

Empréstimo online agora!

Bancos tradicionais ?

Os bancos desse grupo são as grande instituições financeiras tradicionais do Brasil. De um modo geral, esses bancos não possuem taxas muito baratas, mas caso você seja correntista de algum deles, e possua um bom histórico, pode vale a pena pegar o empréstimo nesse banco. Caso contrário, a taxa pode ser bem alta!

BB

BB

R$ 631,18 /mês

3,78 % ao mês (56,09 % ao ano)

Não tá online ainda =(
Caixa

Caixa

R$ 662,52 /mês

4,62 % ao mês (71,94 % ao ano)

Não tá online ainda =(
Itau

Itau

R$ 657,62 /mês

4,49 % ao mês (69,39 % ao ano)

Não tá online ainda =(
Santander

Santander

R$ 658,75 /mês

4,52 % ao mês (69,98 % ao ano)

Não tá online ainda =(
Banrisul

Banrisul

R$ 698,89 /mês

5,57 % ao mês (91,64 % ao ano)

Não tá online ainda =(
Bradesco

Bradesco

R$ 686,53 /mês

5,25 % ao mês (84,78 % ao ano)

Não tá online ainda =(
BV

BV

R$ 695,79 /mês

5,49 % ao mês (89,90 % ao ano)

Não tá online ainda =(
Omni

Omni

R$ 765,91 /mês

7,26 % ao mês (131,87 % ao ano)

Não tá online ainda =(
Fonte: Foram usadas as taxas de Custo Efetivo Total (CET) médias obtidas no site do Banco Central. Para Geru, Lendico, Rebel, Simplic, Moneyman e Ferratum foram utilizadas as taxas do menor Custo Efetivo Total possível, divulgadas em seus respectivos sites. Para empréstimos ou financiamentos indexados (por exemplo ao IPCA ou IGP-M), como os empréstimos com garantia de imóvel de Bcredi, Creditas e Inter, foram usadas as taxas de juros informadas pelas empresas e previsão de IPCA de 4% ao ano (0,33% ao mês). Para CrediPronto foi usada a taxa de juros média informada pela empresa.
Última atualização: 21/08/2018
Observação: As taxas apresentadas não representam compromisso dos bancos ou certeza de obter um empréstimo, e podem ser alteradas a qualquer momento sem aviso prévio. As taxas podem variar de acordo com o seu risco de crédito.

O que é o refinanciamento de veículos?

É o empréstimo pessoal com garantia de veículo: nessa opção, um veículo é colocado em garantia para o caso de você não pagar as prestações em dia.

Como o banco tem certeza que vai receber o seu pagamento (na pior das hipóteses ele ganha o seu veículo), você conseguirá taxas de juros bem baixas.

A ideia é sempre a mesma: se o banco não vê muito risco para receber o dinheiro de volta, ele pode cobrar taxas de juros bem baixinhas.

E esse nome “refinanciamento” faz todo o sentido: afinal de contas, é como se você estivesse voltando a pagar as prestações do seu carro.

Se você não pagar, seu automóvel é leiloado (geralmente a um preço muito menor do que se você resolvesse vendê-lo). Assim, só recorra a essa opção se tiver uma boa certeza de que conseguirá pagar a dívida. Caso contrário, considere vender o seu carro.

Geralmente, os bancos liberam valores de 60 a 70% do valor de venda do automóvel. Ou seja, você pode conseguir um valor muito maior do que nos empréstimos pessoais tradicionais, a depender do valor do seu veículo.

Isso, porém, pode dar a falsa sensação de que você está cheio da grana. Logo, esse tipo de empréstimo deve ser muito bem pensado: Para que você vai usar esse dinheiro? Já tem um projeto bem pensado para ele?

Vantagens

Juros Baixos: bem abaixo da média dos empréstimos pessoais (que giram em torno de 130% ao ano*). Em algumas instituições você pode conseguir até mesmo 18% ao ano.

Valores Mais Altos: geralmente até 60% do valor do veículo

Prazos Alongados: o pagamento pode chegar a até 5 anos

O veículo continua sendo seu (a não ser que você atrase as parcelas)

*Dado de dezembro de 2016

Riscos

Se não pagar o empréstimo em dia, você perde o veículo: o banco vende o seu automóvel para pagar a dívida (e muitas vezes, por um valor bem menor do que se você mesmo decidisse vendê-lo).

Envolve custos maiores do que num empréstimo tradicional: avaliação, despachante, IOF, seguro… tudo isso pode ser embutido no financiamento ou pago logo após a liberação do empréstimo, depende do banco.

Planeje-se

Tome cuidado para não cair em cilada: saiba antes para o que o dinheiro vai servir! Pagar dívidas mais caras? Investir num novo negócio? Saiba por onde o dinheiro vai sair e como ele vai entrar de volta para pagar as parcelas.

O crédito pode mudar a sua vida para melhor: e isso depende do seu planejamento.

Quite o veículo que será refinanciado

Grande parte dos bancos não aprova o empréstimo quando o carro não está quitado. Há duas soluções possíveis. A primeira opção é buscar bancos que aceitem essa dívida e refinanciem carros alienados. Nesse caso, parte do dinheiro do refinanciamento quitará o veículo e o restante ficará com você. (Tome cuidado e veja se essa opção não terá juros altos). Já a segunda opção é quitar o veículo antes de refinanciá-lo, especialmente se você estiver perto do fim do financiamento.

Ainda, trate de regularizar a documentação do veículo e, obviamente, a sua documentação. O veículo precisa estar no seu nome.

Avaliação do veículo

A instituição financeira avaliará o valor do seu veículo. Usualmente, o refinanciamento libera até 60% do valor de seu veículo e permite que você comprometa até, no máximo, 30% de sua renda repagando as parcelas. O ano de fabricação do veículo conta muito! Veículos fabricados há mais de dez anos não costumam ser refinanciados, mas o banco pode cobrar por esta avaliação mesmo assim.

Documentos Necessários

Além da documentação necessária citada abaixo, é importante saber que os bancos preferem o veículo quitado e exigem que ele esteja no nome de quem está solicitando o refinanciamento. Geralmente os documentos pedidos são:

  • RG e CPF
  • Comprovante de casamento, para aqueles que sejam casados
  • Comprovante de renda
  • Comprovante de residência
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH)
  • Certificado de Registro do Veículo (CRV)