Powered by Rock Convert

Você já ouviu falar da tarifa de adiantamento a depositantes? Ela é cobrada quando o banco oferece valores para o pagamento de faturas em débito automático em sua conta. Com o serviço, o consumidor evita multas e juros das faturas, mesmo que não possua a quantia para quitá-la.

Imagine que você possui em débito automático as contas de água e luz. Este mês, as faturas totalizam R$ 200, mas você não possui nenhum saldo em conta. O cheque especial também já foi utilizado, para uma transferência de emergência no início do mês. Se não houvesse outra solução, as faturas não seriam descontadas, e o consumidor ficaria devendo.

É aí que entra o adiantamento a depositantes. Com ela, o banco adianta um valor que não há em conta, em uma espécie de empréstimo emergencial. No mês seguinte, então, o usuário deverá quitar o crédito utilizado, além de tarifas referentes ao serviço.

Tarifa de adiantamento a depositantes é legal?

As taxas de adiantamento variam por banco, e podem ser consultadas na tabela de tarifas da financeira. É interessante destacar, contudo, que ela costuma ser cara, e por isso é fundamental que seja utilizada apenas em último caso. Em média, a taxa de adiantamento pode chegar a R$ 60.

De qualquer forma, a possibilidade de uso deste serviço e a cobrança de taxas devem estar listadas no contrato do usuário. Caso não estejam, o cliente pode entrar em contato com a financeira e questioná-la sobre o assunto. Há situações em que sua cobrança é considerada abusiva. Na dúvida, o consumidor pode buscar o auxílio do Procon de sua cidade.

Ainda é importante lembrar que o indivíduo geralmente só entra na opção de adiantamento ao esgotar o limite do seu cheque especial. Nessa situação, ele também deverá arcar com os juros do cheque, que são igualmente altos, podendo chegar a 16,54% ao mês.

Powered by Rock Convert

A tarifa dessa modalidade de empréstimo emergencial é cobrada por dia. Desse modo, é interessante depositar valores em conta o mais rápido possível. Assim que o saldo se torna novamente positivo, os juros do especial param de ser cobrados.

Como prevenir-se das tarifas?

Outra situação em que o uso do adiantamento é comum é para a transferência de valores. Nesse caso, porém, é importante entrar em contato com o banco e solicitar os montantes. A instituição fará uma avaliação emergencial de crédito, e poderá ou não liberar a transação.

Em todo o caso, o melhor é organizar bem o orçamento mensal. Coloque na ponta do lápis todas as suas rendas e gastos, e programe cortes de despesas. Esse cuidado tende a colocar sua vida financeira nos trilhos, evitando a necessidade de crédito emergencial, qualquer que ele seja.

Além disso, é interessante programar o débito automático das faturas para uma data posterior ao recebimento do seu salário. Dessa forma, a existência de valores para quitação será bem mais provável.

Para evitar o gasto com empréstimos emergenciais, controle o seu orçamento!

Se for o caso, você também pode entrar em contato com a empresa de água, energia elétrica, cartão de crédito ou outra e solicitar a mudança da data de vencimento das contas. Muitas das operadoras de serviços permitem a troca, especialmente se perceberem que será mais fácil receber em uma nova data.

Powered by Rock Convert

Comentários