Powered by Rock Convert

Muitos empresários costumam não distinguir os seus gastos pessoais dos gastos da empresa. Apesar de hábito comum entre empreendedores brasileiros, essa conduta é péssima para os negócios e para vida financeira do próprio proprietário.

Sem colocar os pingos nos “is”, fica mais difícil manter uma organização financeira, perdendo precisão na contabilidade de dados como lucros, receitas, despesas e outros. A Juros Baixos vai te mostrar como separar as contas da empresa das contas pessoais e saber exatamente o que seu negócio pode e o que não pode fazer!

Realize uma análise financeira

A primeira forma para separar seus gastos pessoais dos gastos da empresa é planilhar e separar o lucro real da empresa dos gostos que você tem todos os meses. Você pode fazer isso providenciando duas planilhas, separando os gastos da empresa dos gastos pessoais.

Anote tudo: lucros, dividendos, outras despesas da empresa, suas despesas fixas pessoais, gastos variáveis pessoais, etc.

Fixe um valor suficiente de retiradas

O lucro da empresa não é o lucro do empresário. Portanto, faça um pró-labore fixando um valor de retirada, de preferência, mensal. O que sobrar é capital da empresa.

Mantenha contas correntes separadas para a empresa e para você.

Tenha contas correntes separadas

Outro erro que alguns empresários cometem é usar a conta da empresa como conta individual. Isso atrapalha ainda mais a gestão financeira da empresa.

Portanto, se não tiver uma conta pessoal, abra uma no banco de sua preferência e deposite a sua retirada nela. Também pague contas pessoas através dessa conta corrente Pessoa Física.

Dessa forma você organiza tanto o capital da empresa quanto o seu pró-labore – evitando problemas futuros.

Vale ressaltar que manter contas corrente separadas também tem benefício fiscal. Dessa forma você consegue declarar o IR (Imposto de Renda) de forma adequada – tanto da empresa quanto o seu.

Benefícios para Pessoa Jurídica

Mantendo uma conta corrente apenas para a empresa você consegue muito mais benefícios para o seu negócio. Isso porque os bancos têm produtos e operações especiais para Pessoas Jurídicas, como empréstimos e pacotes especiais de taxas bancárias.

Reservar capital para a empresa

Com a atual instabilidade econômica é essencial manter uma quantia de reserva caso sua empresa precise. E isso só dá para ser feito de forma adequada e organizada mantendo separados os seus gastos pessoas dos gastos da empresa.

Em uma situação de recessão, você tem um capital disponível para driblar a situação.

Estabeleça a sua remuneração e a de outros sócios

Bom, você já entendeu que é importante separar as duas coisas. Mas então como você ganha o seu próprio dinheiro a partir da empresa?

Os donos ou sócios têm que ter uma remuneração como todos os outros funcionários. Existem três modelos que podem ser seguidos:

  •  Salário fixo: Estabelecer para si um salário fixo é saudável para as finanças da empresa e pessoais, pois ambos os lados terão um valor de base para fazer o planejamento financeiro, isto é, você saberá o quanto você vai ganhar por mês, e o quanto a empresa dispenderá com pagamentos de salários.

É difícil chegar ao valor de seu próprio salário, não é mesmo? O que se sugere é tirar uma média entre o quanto que você precisaria para viver (considerando todas as suas contas) e o quanto que em geral se paga por profissionais que exercem as mesmas funções que você. Esse caso é indicado para aqueles profissionais que ainda fazem parte do processo produtivo ou de prestação de serviço – ou seja, suas atividades na empresa não são somente as administrativas.

Por exemplo, uma professora de dança que decide abrir a sua escola irá, pelo menos em um primeiro momento, dar parte das aulas ministradas na academia. Então, apesar de ser dona do empreendimento, ela também será “funcionária” e, por isso, receberá um salário correspondente.

  • Pro labore: Outro tipo de remuneração é chamado de pro labore, e é definido pelas funções que o administrador exerce na empresa – e é mais indicada para o profissional que se ocupa somente das funções administrativas. Ela difere de um salário normal porque tem outro status legal, e não são obrigatórios os benefícios que a CLT pressupõe. Os impostos que incidem sobre ela também são diferentes. O pro labore é o mais recomendado para os sócios administradores da empresa.
  • Dividendos: Nessa modalidade, os sócios dividem o lucro da empresa. Por exemplo, se houve um lucro de 100 mil reais e são quatro sócios, cada um receberá 25 mil.

Esse modelo só servirá para empresas que já estão na fase de lucrar bem – sabemos que pode passar um ano inteiro que uma empresa em fase inicial comece a dar lucro.

O problema é que esse valor não será fixo e ficará difícil de se organizar. Também é importante lembrar que parte do lucro deve ser reinvestido na empresa, voltado para o seu crescimento – como melhorias no processo de produção, marketing e propaganda, entre outros.

Geralmente, esse modelo é o de empresas de capital aberto, ou seja, com ações na bolsa de valores. Se for o caso de um pequeno empreendimento, não é o mais indicado.

Não misture despesas domésticas com as despesas da empresa

Como já foi falado, não use o dinheiro da empresa para despesas domésticas. Sempre use cartões e a conta corrente pessoa física para todo e qualquer pagamento doméstico que for fazer.

Busque ajuda

Se suas contas estão totalmente misturadas e você não consegue separá-las, não excite em buscar ajuda. Um consultor financeiro ou um profissional de contabilidade pode fazer isso para você.

É melhor gastar com os honorários desses prestadores de serviço do que continuar mantendo os seus gastos pessoais junto com os gastos da empresa. Como já vimos, além de desorganização, em tempos difíceis isso pode te gerar problemas.

Persista

Os primeiros passos são sempre os mais difíceis e quem nunca se perguntou como separar seus gastos pessoas dos gastos da empresa está acostumado a misturar tudo. Entenda que, de início, essas separações vão ser complicadas e desgastantes.

Mas tenha certeza que isso fará muito bem para a saúde financeira da sua empresa e das suas contas pessoais!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares