Você sabe como precificar serviços de informática? Caso você seja um autônomo ou está começando a realizar freelas para completar a renda, é muito importante que você cobre um valor justo pelos seus serviços, mas que não pese tanto no bolso dos clientes.

Antes de precificar seus serviços de informática, defina os seus serviços

O primeiro passo para precificar o seu trabalho em informática é estipular quais atividades da área serão feitas por você.

Você sabe programar? Formatar e consertar computadores? Coloque tudo que você sabe e está disposto a fazer em uma lista e então poderá começar a pensar em uma remuneração específica para cada trabalho, considerando o tempo necessário para realizá-la e a sua dificuldade.

Isso também ajuda a ser transparente com os seus compradores, já que eles saberão exatamente quais serviços poderão esperar que sejam feitos por você e não se sentirão frustrados ou enganados erroneamente.

Prefira cobrar por hora de trabalho

Muitos serviços, embora sejam de uma mesma atividade, podem ter seus valores completamente diferentes, já que o cliente pode querer algo mais elaborado, simples ou pedir por exigências que você não faz usualmente.

Para que você sempre recebe um valor justo pelo seu serviço, prefira cobrar por horas trabalhadas. Assim, você não sairá no prejuízo caso um serviço dê mais trabalho do que o previsto e nem precisará cobrar adicionais depois do projeto finalizado.

Lembre-se que ao estipular o seu valor por horas trabalhadas, também devem estar incluídos os seus gastos com internet, transporte (caso seja necessário), energia e outras despesas diretas e indiretas que foram utilizados na realização daquela atividade.

Estabeleça uma meta de retorno do capital investido

Ao começar um novo negócio, sempre acabamos fazendo investimentos, que podem ser feitos em equipamentos, locação de algum espaço e até mesmo cursos ou faculdade. E como todo investimento, esperamos que ele seja restituído em algum momento por meio do trabalho que ele nos proporcionou a realizar.

Para fazer isso, é bastante simples: some todos os investimentos realizados e divida esse valor (adicionando os outros gastos e a sua porcentagem de lucros) pelo período no qual você espera ter retorno.

O primeiro passo para precificar o seu trabalho em informática é estipular quais atividades da área serão feitas por você.

Pesquise o valor que outros profissionais estão cobrando

Uma ótima forma de evitar colocar um preço muito acima ou muito abaixo do que os clientes esperam é analisar como anda o mercado de informática. Converse com outros autônomos ou pesquise na internet a média que os profissionais estão recebendo.

Lembre-se de que cada profissional possui suas próprias despesas, investimentos e taxas de lucro. Por isso, utilize esse valor apenas como parâmetro para precificar os seus serviços. Caso o contrário, você poderá ter prejuízos ou estipular um valor muito acima das suas capacidades.

Escolha sabiamente os seus funcionários (e clientes!)

Conforme a sua autoridade e captação de pessoas forem crescendo, você precisará de contratados para ajudar a manter o fluxo de trabalhos entregues ou para cuidar da parte financeira do seu trabalho.

É importante que você escolha sabiamente com quais funcionários pretende trabalhar, para que assim não haja conflitos e ambos possam compartilhar dos mesmos interesses.

Escolher os clientes certos também deve ser considerado: alguns profissionais atendem um número pequeno de pessoas, mas conseguem tirar um valor igual ou até maior que outros autônomos que possuem um número maior.

Isso acontece porque muitos clientes acabam tomando muito tempo, mas pagam valores considerados baixos para a complexidade requerida. Para evitar tal situação, prefira pessoas que vão de encontro com as suas expectativas profissionais e assim focar em qualidade ao invés de quantidade.

O que achou do texto? Viu como pode ser simples precificar os serviços de informática oferecidos por você? Com o dinheiro recebido, você poderá investir para conseguir cada vez mais clientes qualificados e se estabelecer no mercado de trabalho!

Comentários