Powered by Rock Convert

São oferecidas várias opções de seguro auto e escolher entre elas pode parecer complicado. Neste artigo, tire suas dúvidas e entenda melhor os tipos de seguro existentes, suas vantagens e desvantagens.

Certas coberturas podem ser essenciais a alguns motoristas, já outras podem ser totalmente dispensáveis. Arcar com certas quantias para proteger o veículo pode não valer a pena em alguns contextos, já em outros pode ser a melhor opção.

Sejam quais forem as suas necessidades e possibilidades, é preciso buscar a opção com melhor custo-benefício, certo? Por isso, conheça os tipos de Seguro Auto oferecidos pelas seguradoras que são devidamente regulamentados pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados).

Seguro Auto: Aspectos

Como será mostrado, há certa variedade de tipos, coberturas e custos de seguros auto. Naturalmente, as opções mais abrangentes têm custo maior, mas nem sempre a opção mais popular é a melhor para você. Cada motorista precisa estudar as opções e as particularidades do seu contexto para fazer uma boa escolha.

Por exemplo, é interessante considerar os anos de uso de um veículo ao pensar em contratar um seguro auto. Quanto mais antigo o carro, mais caras e difíceis de encontrar são as peças dele, portanto o valor do seguro também aumenta.

Então, ao analisar as opções, pergunte-se: será que, pelas condições e anos de uso do meu veículo, compensa arcar com os custos de um seguro auto? será que o meu contexto pede e/ou permite esse tipo de proteção?

Seguro Auto: tipos

Seguro compreensivo

Essa opção, como o nome sugere, é a mais abrangente do mercado. Sua variedade de coberturas realmente é atrativa, mas seu custo é elevado. As coberturas normalmente oferecidas são:

• Colisão, capotagem, derrapagem;

• Danos ocasionados por:

  • Carga transportada;
  • Queda de objetos sobre o veículo;
  • Transporte do veículo;

• Danos ocasionados por terceiros;

• Desastres naturais;

• Queda de raios, explosão ou incêndio;

• Roubo ou furto (total ou parcial).

Seguro contra roubo e furto

Essa modalidade é interessante para motoristas que desejam contar com coberturas convencionais de modo econômico. Além das coberturas presentes em seu título, algumas seguradoras oferecem também as seguintes:

• Raios, Incêndio, Explosão;

• Colisão, capotagem, derrapagem (se provocados em caso de roubo ou furto total);

• Perda total por colisão.

Algumas seguradoras oferecem a instalação de um rastreador aos clientes que contratam essa modalidade.

É preciso ressaltar que os segurados só são indenizados se os danos em caso de sinistro sejam orçados em mais de 75% do valor total do veículo (isso inclui situações nas quais o veículo é perdido). Caso não haja coberturas adicionais na apólice, danos orçados em menos de 75% do valor total do veículo são responsabilidade do contratante.

É compreensível que as seguradoras ofereçam tantas modalidades de seguro, mas é preciso ser bem informado para fazer a escolha certa.

Seguro de terceiros ou RCF-V (Responsabilidade Civil Facultativo de Veículos)

Nesta modalidade de seguro, as coberturas são voltadas para possíveis danos a terceiros, sejam eles materiais, corporais ou morais. Estão incluídos no grupo de terceiros tanto pedestres quanto outros motoristas, além de danos causados a patrimônios como veículos, muros, postes, entre outros.

Assim, em caso de acidentes de responsabilidade do segurado, ele e os afetados terão menos problemas ao seguirem os procedimentos padrão e não serão necessárias ações judiciais ou muita burocracia para que tudo seja resolvido.

Algumas seguradoras incluem essa cobertura em sua apólice de seguro compreensivo, mas ela também pode ser contratada de modo individual. A modalidade é vantajosa para grupos para os quais o valor dos seguros convencionais fica caro, pois ao menos a proteção a terceiros é garantida.

Seguro APP (Acidentes Pessoais de Passageiros)

Essa modalidade visa especificamente cobrir possíveis danos aos passageiros do veículo, incluindo casos que resultem em invalidez e até morte acidental de algum passageiro. Ele é popular entre motoristas que fazem transporte de passageiros, sendo obrigatório para quem trabalha com Uber.

Seguro DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre)

Essa modalidade de seguro é obrigatória a nível nacional para todos que possuem um automóvel, de acordo com a legislação brasileira que regulariza as operações de seguros e resseguros.

O seguro cobre incidentes que resultem em morte ou invalidez permanente, além de oferecer reembolso caso haja gastos médicos. As coberturas são destinadas a vítimas de acidentes ou danos causados por automóveis dentro do território brasileiro.

Hoje, a empresa seguradora Líder é a responsável por integrar seguradoras e assim possibilitar o atendimento, as indenizações e os procedimentos envolvidos no seguro DPVAT por todo o Brasil.

O pagamento referente ao DPVAT pode ser:

  • Parcelado
  • Três parcelas fixas;
  • Devem ser quitadas junto com as três primeiras parcelas do IPVA.
  • À vista
  • Parcela única;
  • Deve ser quitada no vencimento da mesma ou junto com a primeira parcela do IPVA.

Em certos casos, como para taxistas autônomos, ônibus de transporte urbano, veículos fabricados há mais de 20 anos, veículos adaptados para deficientes físicos, entre outros, o veículo é isento de IPVA. Então, a quitação do DPVAT ocorrerá no momento do emplacamento ou do licenciamento anual do automóvel.

Neste artigo, procuramos esclarecer e detalhar aspectos específicos dos tipos mais populares de seguro auto visando ajudar você a entender o assunto e escolher a melhor opção para seu contexto e seu veículo.

Achou o artigo útil? tem alguma dica sobre seguros auto? fale para nós na seção de comentários!

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares