Um estudo do Ministério da Infraestrutura mostrou que somente no ano de 2021, mais de 11.600 pessoas perderam a vida em vias municipais, estaduais e federais. Esses dados deixam o Brasil na incômoda quinta colocação no ranking mundial de mortes no trânsito.

Para tentar virar esse jogo, seja por força da lei ou por iniciativa das montadoras, várias soluções de segurança têm sido incorporadas aos veículos automotores nos últimos anos. 

São diversos tipos de dispositivos com funções específicas. Alguns evitam os acidentes através da compensação de falhas humanas, outros aumentam a proteção física, minimizando danos no caso de uma colisão.

5 tecnologias que garantem mais segurança e economia no trânsito

Aplicativos de navegação

Existem muitas variações dessa ferramenta disponíveis aos motoristas. Via de regra, os aplicativos de navegação oferecem alternativas de trajeto mais dinâmicas, evitando que o condutor rode mais que o necessário ou perca tempo em congestionamentos. Consequentemente, o gasto com combustível é menor

Eles também indicam ao motorista a mão de direção correta das vias, independentemente da sinalização, o que previne colisões e multas gravíssimas. 

Outra característica comum à maioria dos aplicativos é que eles ajudam no controle da velocidade, ao alertar o condutor com antecedência sobre a presença de radares eletrônicos na via. 

Alguns veículos já saem de fábrica com o sistema de navegação acoplado. Para os demais, é possível ter essa conveniência através de um smartphone. 

Mas, cuidado. Nesse caso é primordial que a programação do percurso e a fixação do aparelho no interior do veículo sejam feitas antes de sair de casa. O manuseio de telefones celulares pelo motorista pode gerar multa gravíssima e causar vários acidentes.

Sensores de segurança

Os sensores são dispositivos que convertem informações físicas em sinais que podem ser captados por centrais eletrônicas. 

Há muitos anos eles estão presentes nos veículos automotores, atuando no controle de motor e freios, por exemplo. 

Com a inovação tecnológica cada vez mais presente, não é raro encontrar carros que possuem mais de 100 sensores em sua estrutura e muitos deles têm a função de melhorar a segurança de condutores, passageiros e pedestres. 

Atropelamentos, colisões e seus respectivos custos de reparo e indenização podem ser evitados com a utilização de sensores de presença (sensor de ré, sensor de obstáculos e detector de pontos cegos), que emitem alertas para o motorista sempre que o veículo se aproximar de uma barreira física no seu entorno. 

O airbag, que em um acidente protege a cabeça e parte do tronco, também é acionado através de um sensor que fica na dianteira. 

Já o leitor de placas é um sensor que utiliza tecnologia infravermelho e scanner para identificar as placas de sinalização e avisar o condutor, com antecedência, sobre as regras da via. É bastante útil para evitar multas por excesso de velocidade, ultrapassagem proibida entre outras.

Assistente de partida em rampa

É mais um item de segurança que ajuda o motorista em uma situação de dificuldade. O veículo equipado com esse dispositivo possui sensores que detectam se ele parou em um aclive e, mesmo que o condutor tire o pé do freio, o carro se mantém estático por 2 segundos. 

Esse mecanismo proporciona um tempo maior para que o acelerador seja acionado, evitando que o veículo deslize para trás. 

Em uma rua íngreme, se o tráfego parou de repente e voltou a fluir ou se você precisa fazer uma baliza, o assistente de partida em rampa reduz a chance de uma colisão traseira. 

Além disso, o consumo de combustível é menor, pois não há necessidade de ficar forçando o pedal do acelerador e o desgaste da embreagem é evitado.

Detector de mudança involuntária de faixa

Funciona através de câmeras que captam a pintura das faixas na pista de rolamento. Se o veículo se aproximar dessas faixas sem que a seta tenha sido acionada, acenderá no painel um alerta luminoso. Caso o veículo ultrapasse as faixas, o volante irá vibrar para que o motorista perceba o perigo.

Esse recurso reduz a probabilidade de uma fechada involuntária em outros veículos e até mesmo de uma colisão lateral. 

Programa eletrônico de estabilidade – ESP

Conjunto de itens de segurança que auxilia o motorista em casos de desvios rápidos de direção. Se uma pessoa ou animal for avistado no meio da via e o condutor precisar desviar de forma brusca, o programa acionará diversos sistemas como os freios ABS, o controle de tração e o sensor de ângulo do volante, por exemplo. 

Se o sistema identificar que a velocidade de mudança de direção é alta demais, ele poderá frear as rodas de forma independente ou até mesmo cortar a potência do motor com o intuito de manter o veículo em uma trajetória segura.

Por trazer maior estabilidade em situações extremas, o ESP diminui consideravelmente as chances de acidentes. Tanto que a resolução 799 do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) prevê que a partir de 2024, todos os carros novos comercializados no Brasil deverão ter esse sistema de segurança de forma compulsória.

Segurança que traz economia

Há um consenso popular de que os itens de segurança adicionais representam um gasto desnecessário para o veículo. Mas, além de ajudarem a salvar vidas, esses recursos podem trazer economia em diferentes situações.

As seguradoras reduzem seus custos operacionais quando o número de sinistros cai. Por esse motivo, elas costumam oferecer descontos em suas apólices para veículos equipados com dispositivos de proteção. 

Os motoristas que usam a tecnologia para aumentar a segurança têm ainda menor probabilidade de cometer infrações de trânsito e de se envolver em acidentes. Eles dificilmente gastam dinheiro com multas, reparos, indenizações ou pagamento de franquias. 

Esses gastos chegam sempre de forma inesperada e complicam o controle financeiro do proprietário, que muitas vezes tem que fazer dívidas para resolver a situação de uma forma rápida. 

Não é fácil mensurar, mas os contratempos causados por ocorrências no trânsito trazem ainda custos implícitos. 

O que você deixaria de ganhar se não chegasse no horário em uma entrevista de emprego? Quanto você perderia por atrasar aquela tarefa urgente que seu chefe solicitou? Qual o preço a pagar se perdesse a festa de casamento do seu irmão? 

Adotar uma postura prudente como condutor, passageiro ou pedestre traz benefícios calculáveis e incalculáveis para todos. 

Author

Somos uma plataforma de bem-estar financeiro. Em nosso blog falamos sobre finanças pessoais e produtos financeiros como empréstimo, cartão de crédito, seguros e negociação de dívida. A Juros Baixos está desde 2016 desenvolvendo conteúdos de qualidade para nossos seguidores. Acompanhe nossas redes sociais, canal no YouTube e entre para nossa comunidade no Discord.

Comentários