Powered by Rock Convert

Como cliente de um banco, você pode ser visto como um alvo potencial para atividades fraudulentas. No entanto, armar-se com informações e ferramentas pode fazer com que você se proteja e evite cair em golpes. Neste texto vamos falar dos principais aplicativos e tipos de fraudes bancárias as quais você está sujeito e apresentar algumas dicas para que você possa se proteger.

Aplicativos dos Bancos

Todos os serviços e empresas estão se adaptando, para entrar nas mídias digitais. Uma delas são os Apps(Aplicativos) que fazem diversos serviços que antigamente eram feitos apenas na agência do banco. Já tem um banco? Está interessado em instalar o Aplicativo do banco? Escrevemos sobre cada banco para te ajudar a entender o aplicativo, os serviços, e como não cometer erros, sofrer fraudes. Leia!

Acesse seu banco com mais segurança.

Outro serviço dos bancos, além dos Aplicativos, é o Internet Banking. Leia mais sobre o Internet Banking, como usá-los, segurança, quais bancos usam.. Você sabe o que é Internet Banking? Como usar?

Conheça os 4 tipos de fraudes mais comuns

Existem quatro principais tipos de fraudes as quais os clientes de banco estão vulneráveis, são elas: Fraude Eletrônica, Roubo de Identidade, Fraude do Cartão de Crédito/Débito e Fraude nos Cheques. A seguir, saiba mais sobre cada um delas.

Fraude de Cartão de Crédito e Cartão de Débito

Nesse tipo de crime, o seu cartão de crédito ou débito pode ser reproduzido para uso indevido. A criação e/ou alteração de um cartão de crédito/débito ocorre quando as informações contidas na tira magnética são reproduzidas ou quando os dados que você insere numa compra online são captados.

A fraude no cartão de crédito ou débito também pode ocorrer quando seu cartão é perdido ou roubado e usado por um terceiro para comprar bens com esses cartões ou para remover o dinheiro dos cartões. Além disso, sua fatura pode ser comprometida quando um comerciante desonesto realiza transações duplicadas não autorizadas em seu cartão.

Confira nossas dicas para proteger o cartão de crédito ou débito

  • Memorize a sua senha;
  • Não use a mesma senha para todos os seus cartões, e não escolha sua data de nascimento ou outros números facilmente identificáveis ​​ou informações que possam ser deduzidas através dos seus documentos;
  • Verifique sempre o demonstrativo e contate imediatamente o emissor do seu cartão de crédito caso encontre alguma coisa suspeita em sua conta;
  • Não deixe seu cartão de crédito fora de sua vista em qualquer momento – por exemplo, em um restaurante – vá com o cartão ou peça para que a máquina de pagamento venha até você;
  • Assine sempre o seu cartão assim que o receber;
  • Quando você usar seu cartão de crédito on-line, verifique se você está usando um site seguro;
  • Nunca forneça o número do seu cartão a estranhos ou operadores de telemarketing que o chamem no telefone. Não dê o número do seu cartão, a menos que você tenha iniciado a chamada.

Fraude de Cheques

A Fraude de Cheques acontece quando um cheque seu é usado de forma indevida. Pode acontecer quando alguém altera o beneficiário ou valor de um cheque seu, quando cheques são depositados em conta de terceiros sem autorização. Outra forma de fraude é a clonagem de folhas ou talões de cheques. Essa clonagem pode ser feita manualmente ou de forma mecânica, quando os golpistas produzem folhas de cheque em nome de outros usuários.

Saiba como se proteger da fraude de cheques

  • Nunca assine cheques em branco, e assine apenas cheques após todos os detalhes terem sido inseridos;
  • Cruze os cheques para aumentar a sua segurança;
  • Certifique-se de que a sua assinatura para cheques não é igual a usada em documentos que podem ser acessados ​​pelo público em geral;
  • Mantenha seu talão de cheques seguro;
  • Destrua as folhas de cheques de contas que não existem mais;
  • Se os cheques forem perdidos ou roubados, entre em contato com o seu banco imediatamente;
  • Considere o uso de meios de pagamento eletrônicos (se possível) para pagamentos de alto valor.

Fraude Digital

A Internet, sem dúvidas, facilita muito o nosso dia a dia, inclusive nossa vida financeira com os serviços bancários online, sites de compra e etc. Mas, esse ambiente também requer muito cuidado, pois qualquer descuido online pode acabar se tornando uma grande dor de cabeça financeira.

O principal tipo de golpe utilizado online é o do falso email de banco. Vários clientes de instituições financeiras são alvo de e-mails fraudulentos. Esses e-mails parecem ser verdadeiros e-mails bancários. Alguns deles informam o cliente de que seus detalhes de segurança e senhas precisam ser atualizados fazendo login em um site falso. O objetivo desses sites é obter seus detalhes de login para acessar suas contas bancárias.

Outros comunicam mensagens de segurança e aconselham você a instalar um software a partir do e-mail, prometendo que esse programa irá verificar a existência de vírus e removê-los.  Ao baixar o software, o cliente acaba baixando um vírus que deixa seus dados vulneráveis e facilita a ação dos golpistas.

Confira nossas dicas para fugir das fraudes on-line

  • Sempre digite a URL do seu banco em vez de pesquisar nos buscadores. Verifique também a presença do protocolo “HTTPS”;
  • Desative o login automático nos seus dispositivos;
  • Mantenha o software do celular, tablet ou computador sempre atualizado;
  • Não acesse sua conta em dispositivos não confiáveis, ou em computadores e redes de internet públicas.

Fique atento!

Os bancos nunca enviam um email solicitando os detalhes da sua conta, informações de login, etc. Na verdade, na maioria dos casos, você só receberá um e-mail do seu banco se for em resposta a alguma solicitação previamente realizada por você.

Roubo de Identidade

O roubo de identidade acontece quando os seus dados pessoais são usados por outros, deixando você, o proprietário dessa identidade, muitas vezes em grande dívida e com o histórico de crédito negativo e, em alguns casos, isso pode ter implicações legais para a vítima. As suas informações pessoais podem ser obtidas de diversas maneiras, através do roubo de documentação, através da internet ou de ligações falsas nas quais os golpistas fingem ser de operadoras de celular, banco, etc.

O que fazer se eu for uma vítima do crime virtual?

Comunique o seu banco e vá até a Delegacia de Polícia mais próxima para realizar o registro da ocorrência. Em caso de roubo de identidade, é aconselhável que você procure a orientação de um advogado.

Clientes que são vítimas de golpes como, por exemplo, a realização de um empréstimo pessoal não autorizado, devem ser ressarcidos pelo banco.

Cuidados dentro do banco

  • Lembre-se sempre de retirar o seu cartão do caixa eletrônico e recolher seus documentos;
  • Evite a realização de saques de grandes valores;
  • Evite contar dinheiro na frente de estranhos;
  • Não aceite ajuda de estranhos para realizar operações no caixa eletrônico;
  • Não saia do banco com carteiras e extratos na mão.
Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares