É normal ter preocupações em relação ao futuro, especialmente, porque as incertezas são muitas, ainda mais quando o assunto é dinheiro. Por isso, que considerar fazer um seguro de vida não servirá apenas como uma garantia para o futuro. Através dele, é mais fácil ter segurança em momentos inesperados da vida. 

Mesmo que o seguro de vida prove ser a melhor alternativa para esses imprevistos, grande parte das pessoas ainda desconhece esse tipo planejamento financeiro. Por conta de dúvidas sobre funcionamento, custos envolvidos e outras informações importantes, acabam perdendo a oportunidade contratar esse tipo de seguro.

Pensando em todas essas questões, elaboramos esse guia completo do seguro de vida. A partir de agora, você compreenderá mais sobre esse tipo de seguro, como ele funciona, além de outros quesitos importantes no momento de fazer a contratação. Confira mais a seguir!

O que é seguro de vida?

O seguro de vida é um contrato firmado entre a seguradora e o segurado, onde o contratante tem direito a receber uma indenização em caso de sinistro, tais como: morte, doença, acidente ou invalidez.

Para assegurar que tanto empresa seguradora como o segurado tenham seus direitos válidos nesse contrato, a Superintendência dos Seguros Privados (Susep) é quem fiscaliza e regulamenta o setor.

Como funciona o seguro?

Assim como nas outras modalidades, o titular do seguro de vida faz a simulação (considerando todos os seus pré-requisitos e suas necessidades), opta pelo valor da cobertura total e só finaliza a contratação, após dar o aceite com a apólice. 

Além disso, independentemente do tipo de seguro escolhido, este tem o objetivo minimizar o impacto negativo decorrente de eventos imprevisíveis. 

Tipos de seguro

Os tipos de seguro de vida existentes no mercado costumam variar de acordo com o resgate da apólice e a sua duração. Os seguros mais comuns são: 

  • Tradicional: oferece cobertura vitalícia e só tem validade conforme a adimplência do segurado com o seu contrato;
  • Resgatável: permite que o segurado possa resgatar um percentual do valor total pago, após um prazo de carência (no caso de haver desistência);
  • Acidentes pessoais: oferece cobertura simples tanto por invalidez temporária ou por morte causadas por acidentes;
  • Temporário: essa modalidade não é resgatável e só é válida por um prazo preestabelecido.

Tipos de cobertura

Existem quatro tipos de cobertura para seguro de vida

  • Cobertura por morte (pode ser tanto óbito acidental como natural);
  • Cobertura por incapacidade temporária (afastamento temporário de atividade profissional autônoma por doença ou acidente);
  • Cobertura por doença grave (não é tão conhecido, mas pode ajudar a pagar altos custos com tratamentos e remédios, evitando afogar-se em dívidas);
  • Cobertura por invalidez permanente (em casos que o segurado sofre perda permanente ou total do funcionamento de parte do seu corpo, por acidente ou doença, comprometendo sua capacidade de trabalho). 

Independentemente da sua opção, ao ocorrer o imprevisto, seja quaisquer tipos de coberturas, você receberá a quantia preestabelecida em contrato. Por exemplo, se você tiver contratado uma cobertura de doenças graves com capital segurado em R$ 50 mil e de fato tiver algumas das enfermidades previstas na apólice, receberá o valor contratado.

Termos importantes

Alguns dos termos importantes do contrato considerado pelas empresas seguradoras, além da idade, são:

  • Sexo;
  • Estado de saúde do contratante;
  • Coberturas incluídas no contrato;
  • Histórico de doenças familiares;
  • Profissão;
  • Condições de trabalho. 

Quem pode contratar um seguro de vida?

Praticamente, qualquer pessoa pode contratar um seguro de vida. Isso também serve para os seguros de imóvel, para carro ou qualquer outro bem.

Contudo, existe um pré-requisito definido (e que está acordo com a lei): o contratante deve ter entre 16 e 70 anos. Além disso, o titular deve seguir as regras preestabelecidas no contrato para que não perca o direito de receber o benefício. 

O que define o valor do seguro de vida?

Basicamente, os itens que definem o valor do seguro de vida estão relacionados à somatória dos custos de todos os tipos de riscos. Nesses custos estão incluídos as despesas operacionais, impostos e a rentabilidade que a seguradora pretende ter.

Essa avaliação é realizada pela seguradora e identificará os riscos de sinistro como doenças, invalidez ou falecimento, de cada segurado. 

Benefícios do seguro de vida

Há muitos benefícios em contratar um seguro de vida. A principal vantagem é que ele proporciona a segurança financeira da sua família ou das pessoas mais próximas, caso ocorra um sinistro. 

A verdade é que esse serviço minimiza impactos causados por problemas sérios, como morte, doenças graves ou invalidez. Veja alguns dos benefícios a serem destacados: 

  • Reembolso de despesas médicas;
  • Segurança financeira com o dia a dia e com relação ao futuro;
  • Maior garantia de qualidade de vida, em caso de doença grave ou invalidez;
  • Dentre muitos outros.

Como escolher o melhor para mim?

O importante é ter em mente que o melhor seguro é aquele adequado ao seu perfil. Há modalidades mais completas, que protegem o segurado desde acidentes, invalidez temporária até com suporte para tratamento de doenças graves. 

Então, procure fazer uma cotação, não esqueça de escolher as coberturas mais importantes, determinando um valor que não comprometa sua vida financeira. Antes de dar o aceite, procure conversar com um profissional da área para retirar todas as suas dúvidas. Após ter segurança da sua escolha, você já pode fechar o contrato do seguro.

Você gostou das informações do nosso guia completo do seguro de vida? Deixe nos comentários abaixo se você tem mais alguma dúvida!

Author

Somos uma plataforma de bem-estar financeiro. Em nosso blog falamos sobre finanças pessoais e produtos financeiros como empréstimo, cartão de crédito, seguros e negociação de dívida. A Juros Baixos está desde 2016 desenvolvendo conteúdos de qualidade para nossos seguidores. Acompanhe nossas redes sociais, canal no YouTube e entre para nossa comunidade no Discord.

Comentários