Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

O endividamento sempre será um dos grandes tormentos da população brasileira, não é mesmo? Ao passar dos anos, brasileiros estão consumindo cada dia mais e, consequentemente, as dívidas aumentam na mesma proporção.

Todos que passam por esta situação, tanto pessoas físicas quanto jurídicas, podem sofrer a seguinte penalização: seus nomes ficam “sujos” nos bancos de dados privados, como o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), SERASA e o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Este controle de pessoas e cadastro são feitos pelos lojistas e comércios de todo o país.

Mas, afinal, o que é restrição de crédito?

Existe um termo explicando tudo o que foi citado acima: restrição de crédito. Se algum indivíduo tem uma restrição de crédito, significa que o mesmo não pagou sua dívida para alguma instituição. Ou seja, este ficará com o seu CPF impedido de fazer compras a prazo, solicitar cartões de crédito e realizar um financiamento ou crediário. Assim, este devedor só poderá fazer compras utilizando cartão de débito ou dinheiro.

Você ainda não sabe se possui uma restrição de crédito?

Se você, leitor, ainda não sabe se o seu nome está “sujo”, deve comparecer a uma central de atendimento, pessoalmente, das empresas protetoras de crédito com algum dos seguintes documentos: carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho ou passaporte.

Mas, caso você não possa ir até o local, pode consultar o seu CPF e, assim, saberá exatamente se você está devendo, quanto e para quem. No site do Serasa há um passo a passo para consultar o seu CPF.

Agora, negocie sua dívida!

É bem fácil negociar suas dívidas! Você pode negociá-las pelo portal Serasa Limpa Nome. O usuário, após ter feito o cadastro no site do Serasa para consultar o seu CPF, é só ir na opção Serasa Limpa Nome. Fácil, gratuito e rápido!

Mas nem todas as empresas fazem parte do Serasa Limpa Nome. Se a empresa que você deve não está no mesmo, entre em contato diretamente com os credores e, assim, negocie suas dívidas.

Após suas dívidas estarem pagas, fica de responsabilidade do credor, ou seja, da pessoa para quem você devia, fazer todos os procedimentos legais e retirar o CPF do banco de dados de restrição ao crédito. Estes ficam até com riscos de responder por danos morais se não o fizerem.

Powered by Rock Convert

Fica a cargo do credor solicitar a exclusão do seu nome dos bancos de dados, em até 5 dias úteis, contados a partir da data em que você quitou todas as dívidas.

Quando o devedor paga a primeira parcela da sua negociação, entra em vigor a regra da exclusão dos dados em 5 dias úteis e seu nome fica “limpo” novamente.

Nada de e-mail ou telefone!

Toda comunicação de inclusão no Serasa ou SCPC, bem como as notificações dos cartórios, são feitas por escrito, através de uma carta em que constam os dados do devedor, do credor e do título que não foi pago.

Em nenhuma hipótese é feita a comunicação por telefone ou e-mail. O Serasa e o SCPC não mandam e-mail sobre dívidas para ninguém e muito menos solicitam pagamento por e-mail. Com os cartórios é a mesma coisa. Contato por telefone? Nem pensar!

Portanto, se receber qualquer e-mail, telefonema, SMS, WhatsAPP, fax ou telegrama, simplesmente ignore. Em caso de insistência, procure a polícia.

Aqui vai uma dica de ouro!

A maioria das pessoas ficam com restrições de crédito devido o não pagamento das dívidas do cartão de crédito e ao fazer empréstimos. Visto isso, o melhor de tudo é sempre fazer o planejamento do seu dinheiro e, principalmente, poupá-lo.

Poupar dinheiro significa obter a quantia que você quer a longo prazo (ou até curto). Assim, pode-se até pagar o que você quer à vista, poupando-se das dívidas, também.

Para finalizar, tome muito cuidado com o seu CPF! Cuidado com lojas ou estabelecimentos com preços baixíssimos e promoções inesperadas, pois golpes existem, sim.

De toda forma, seja feliz e use seu dinheiro com qualidade! Afinal, às vezes uma TV de 50 polegadas cai bem, não é mesmo? Desde que comprada com cautela.

Powered by Rock Convert

Comentários

Shares