Powered by Rock Convert

Neste relatório você vai ficar por dentro do que aconteceu de mais importante no cenário político-econômico do Brasil e do mundo na última semana. Confira!

As expectativas em relação à aprovação ou não da Reforma da Previdência agitaram o mercado nessa semana, proporcionando boas operações. Esse final de semana pode trazer novas perspectivas sobre o assunto.

No cenário externo, o destaque fica para o acirramento das tensões entre os EUA e a Coréia do Norte, com o novo teste de míssil realizado pela Coreia.

Além disso, a afirmação de Michael Flynn na justiça norte americana de falso testemunho ao FBI trouxe incertezas para o mercado no final dessa sexta-feira (01).

.Indicadores Macroeconômicos

Segundo dados da Pnad Contínua, divulgados na quinta-feira (30), o índice de desemprego no Brasil atingiu 12,2% no trimestre encerrado em outubro, queda de 0,6 ponto percentual a comparação com o trimestre anterior. A população desocupada foi calculada em 12,7 milhões de pessoas.

A Balança Comercial Brasileira registrou superávit de US$ 2,93 bilhões no acumulado do mês de novembro (até o dia 26), em dados apresentados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

.Economia

De acordo com o IBGE, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,1% no 3º trimestre, em comparação com o trimestre anterior, terceira elevação seguida. Em relação a igual período de 2016, o crescimento foi de 1,4%.

Por mais um trimestre consecutivo, o consumo das famílias foi o destaque, alta de 1,2% neste trimestre ante o anterior.

.Novas regras tributárias

A Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (29), a medida provisória que aprova novas regras tributárias para o setor de petróleo. Dessa forma, empresas atuantes neste segmento serão beneficiadas, o que pode estimular a participação de empresas em licitações de blocos de exploração de combustíveis fósseis.

.Cenário corporativo

A Vale (VALE3) assinou um financiamento de US$2,73 bilhões para o Corredor Logístico de Nacala, que escoa a produção de carvão da mina de Moatize, em Moçambique. Essa semana, as ações preferenciais da companhia(VALE5) já não são mais negociadas na B3, como parte do processo de migração da mineradora para o Novo Mercado. Desde segunda (27), todos os papéis da empresa em circulação na bolsa são da espécie ordinária, o ticker é VALE3.

As ações preferenciais da Eletropaulo (ELPL4) também deixam de ser negociadas na bolsa. A partir de então, passarão a ser negociadas apenas as ações ordinárias da companhia (ELPL3). Assim como a Vale, a empresa está em processo de transição para o Novo Mercado.

Outro papel que ficou no radar dos investidores é a Eletrobras (ELET6). O conselho de administração da empresa pode decidir ajustar o modelo proposto pelo BNDES para venda das suas seis distribuidoras de energia, a fim de reduzir a dívida que ficará na holding da empresa após o processo de privatização.

.Reforma da Previdência

O fim de semana fica em destaque para as notícias decisivas e esperadas para a reforma da Previdência. No sábado, haverá um encontro entre o presidente Michel Temer e Geraldo Alckmin, que pode resultar em um acordo entre o PSDB e o PMDB para as eleições à presidência da República em 2018 e por apoio da bancada tucana a favor da reforma previdenciária. No domingo, o presidente reúne líderes da base aliada para definir “se e quando” colocará a votação em plenário na Câmara dos Deputados.

.EUA

O futuro presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, sinalizou durante sua sabatina no comitê bancário do Senado, o fim da era de aperto da regulação bancária nos EUA, ao afirmar que as regras existentes já são bastante duras para assegurar um sistema estável.

A tensão política entre a Coréia do Norte e os EUA se acirrou, após o novo teste com um míssil norte coreano de longo alcance que sobrevoou o Japão vindo a cair no mar da região.

Ainda nesta semana, o FED divulgou o Livro Bege, um compilado de indicadores econômicos, que mostrou leve melhora da perspectiva para a economia e aumento das pressões inflacionárias.

.Europa

Na zona do euro foram divulgados na semana dados sobre o desemprego, cuja taxa foi registrada em 8,8% em outubro, sendo considerada a mais baixa desde janeiro de 2009. A inflação na região também foi divulgada. O CPI expandiu 1,5% a.a. em novembro, em linha com a expectativa do mercado.

Outros indicadores econômicos divulgados foram o índice do sentimento econômico, que registrou alta, o índice de confiança da indústria subiu 8,2 ante a 8,0 em outubro e o índice de confiança do consumidor foi outro que teve alta.

.Asia

Os dados econômicos na China vieram abaixo do que o mercado previa. O PMI industrial do país subiu a 51,8 em novembro, de 51,6 em outubro. Enquanto isso, o PMI de serviços foi a 54,8 em novembro, de 54,3 em outubro.

Também nesta semana foi divulgado os dados do lucro industrial da China, que apontou crescimento de 25,1% em outubro em relação ao mesmo mês de 2016. O resultado foi um pouco abaixo do registrado em setembro.

Gostou de ficar por dentro de tudo que aconteceu nos últimos dias? Acesse esse relatório semanalmente e não perca nenhuma informação importante. Te esperamos na semana que vem. Até lá!

Powered by Rock Convert
Author

Toro Radar é uma das maiores fintechs de investimento do mundo.

Escrever comentário

Shares