Atualmente, a Bolsa conta com 183 empresas listadas, levando em consideração apenas o seu segmento Novo Mercado. A respeito de Fundos Imobiliários (FIIs), existem mais de 350 ativos disponíveis para negociação.

Considerando essa quantidade, fica evidente que há uma boa diversidade de opções para se investir. Por outro lado, é muito difícil ter tamanha organização para acompanhar cada ação, FII e ainda outras oportunidades de perto.

Pensando nisso, as corretoras, bancos e casas de análise costumam publicar relatórios com recomendações de ativos para os seus clientes com o objetivo de auxiliar nesse processo.

Sendo assim, essas carteiras recomendadas podem ter atualizações semanais, quinzenais ou mensais. Ao mesmo tempo, elas também mostram a visão desses especialistas sobre os eventos mais recentes e as expectativas para o futuro no mundo dos investimentos.

Um fato curioso é que de forma espontânea, os ativos (sejam ações, FIIs ou outros) acabam se destacando por figurarem nas recomendações de mais de um time de analistas. Assim, é possível ter indícios sobre quais alternativas são uma boa opção para se estudar antes se fazer um investimento.

Para ilustrar isso, vamos acompanhar as ações e FIIs mais recomendados para este mês.

Os ativos mais recomendados para abril

Considerando a reunião de 28 carteiras recomendadas, a ação que teve maior destaque no mês de abril foi a da mineradora Vale (VALE3), com 22 indicações.

O motivo para a ação da companhia se tornar a preferida do mês envolve o cenário atual do mercado de commodities. Com preços em patamares altos e demanda aquecida, sobretudo da China, as empresas desse ramo podem conquistar resultados positivos nas projeções dos analistas.

Mas isso significa que devemos investir tudo na mineradora? Não. Uma das máximas no mundo dos investimentos é a diversificação. Assim, tão importante quanto saber qual foi a ação mais indicada, vale a pena conferir as melhores ações para Abril.

Também é preciso levar em consideração as estratégias que focam em receber dividendos, isto é, o lucro das empresas distribuídos para os acionistas. Nesse caso, as companhias com mais recomendações foram a Vale (VALE3) e a Vivo (VIVT3).

De acordo com os analistas, a expectativa é de que as respectivas empresas serão capazes de conquistar uma forte geração de caixa que será convertida em dividendos aos investidores.

A respeito dos Fundos Imobiliários (FIIs), os ativos do segmento de logística tiveram maior preferência, com destaque para o fundo Vinci Logística (VILG11).

A justificativa para essa recomendação se baseia na exposição que esses ativos possuem para a área de e-commerce. Por influência da pandemia nas atuais formas de consumo, as atividades dessa área e afins são impactadas pelo movimento de crescimento que está acontecendo e tornam os FIIs boas opções de investimento na visão dos analistas.

Por fim, este artigo não possui a intenção de promover recomendações de compra ou venda de ativos, possuindo apenas a intenção de informar os leitores.

Autoria:

Victor Rodrigues
Redator no Guia do Investidor e formado em Economia pela PUC SP

Comentários