Não importa se você tem casa própria ou mora de aluguel; se mora numa região segura ou numa região violenta ou sujeita a desastres naturais. Imprevistos podem ocorrer ao seu imóvel e você precisa estar preparado contra eles.

Uma das alternativas mais recomendadas para proteger o seu lar é o seguro residencial. Mas será que vale a pena contratá-lo? Será que as condições do seu imóvel realmente tornam necessário obter esse produto? O custo do seguro não o torna um investimento desvantajoso? Posso contratar mesmo não sendo dono do imóvel?

Esclarecemos essas e outras dúvidas a seguir, neste artigo com todas as vantagens e benefícios de se contratar um seguro residencial. Confira!

O que é um seguro residencial?

O seguro residencial é um produto que protege contra danos ao imóvel e, em alguns casos, danos a quem mora ou se encontra nele. Mediante o pagamento de um valor (o custo do seguro), que pode ser feito anual ou mensalmente, o segurado passa a contar com as coberturas e assistências previstas na apólice do seguro.

As coberturas mais comuns são para incêndio/raio/explosão e para roubo/furto/arrombamento. Outras coberturas, no entanto, também podem ser inclusas, como problemas elétricos, desastres naturais, danos a vizinhos, desmoronamento ou demolição, atraso de aluguel, danos em aparelhos e instalações, etc.

Tipos de cobertura

Os seguros residenciais podem variar bastante em relação aos tipos de coberturas, bem como ao alcance (valor coberto) delas. Existem aqueles mais básicos, com apenas algumas coberturas essenciais, e existem os mais completos, com coberturas mais específicas.

As coberturas básicas são:

Incêndio, raio ou explosão: você pode até não esperar que um incidente como esse ocorra ao seu imóvel, mas eles não apenas são possíveis, como podem ser altamente destrutíveis.

Roubo, furto ou arrombamento: nesse caso, o seguro cobre o prejuízo financeiro ou providencia o reparo de estruturas danificadas pelos criminosos. No caso de furtos é necessário que eles tenham ocorrido após arrombamento ou destruição de obstáculo.

As coberturas adicionais ou específicas mais comuns são:

Danos elétricos (como curtos circuitos): o seguro cobrirá o dano ou providenciará o reparo de equipamentos ou instalações danificados.

Desmoronamento ou demolição: se ocorrer ou houver risco de ocorrer desmoronamento, o seguro cobrirá o prejuízo ao proprietário. A proteção também vale para demolições, quando as estruturas são derrubados de forma planejada.

Atraso ou perda de aluguel: se o inquilino não pagar o aluguel, o seguro pode cobrir o prejuízo ao proprietário. Também pode ocorrer o contrário: caso o inquilino é que tenha contratado, ele poderá contar com o seguro para pagar o aluguel em uma situação emergencial.

Responsabilidade civil: quando o dano ocorre a pessoas que não residem no imóvel ou aos bens delas. O dano pode ser causado por algum evento que se inicia no seu apartamento, como um vazamento, ou por alguém que resida no seu imóvel, incluindo familiares, empregados e até pets. É o caso, por exemplo, de um vazamento que inunda o andar de baixo. O seguro, nesse caso, poderá indenizar o seu vizinho.

Assistências: os seguros também podem incluir uma quantidade variável de assistências, como chaveiro, eletricista, bombeiro hidráulico, vidraceiro, pedreiro, encanador, etc.

Benefícios e vantagens

Entenda a seguir quais são os principais benefícios e vantagens do seguro residencial.

Tranquilidade: quem contrata um seguro residencial pode dormir aliviado, sabendo que estará protegido financeiramente contra incidentes que possam ocorrer ao seu imóvel.

Custo-benefício: muita gente acha que produtos como o seguro residencial são muito caros ou desvantajosos do ponto de vista financeiro. Mas isso está longe de ser verdade.

Além de ter um valor normalmente acessível (as seguradoras costumam cobrar a partir de R$ 15 por mês), o benefício financeiro pode ser enorme. Afinal, os seguros podem cobrir prejuízos muito maiores que o valor gasto para contratá-los.

Variedade de coberturas: você pode optar por planos mais básicos, que já oferecem uma boa proteção, ou pode optar por pacote mais completo, com todas as coberturas que citamos acima, e até outras existentes. Dessa forma, você estará protegido contra praticamente qualquer acidente que possa ocorrer ao seu imóvel.

Assistência de profissionais: outro grande benefício do seguro residencial é poder contar com a ajuda de profissionais qualificados, que serão contratados pela seguradora.

Com isso, você não terá que se preocupar em arranjar por conta própria um profissional para consertar aquele dano no seu apartamento, correndo o prejuízo de contratar alguém que não está habilitado a executar o serviço.

Saiba mais sobre os benefícios e vantagens de contratar um seguro residencial (link).

E então, quando vale a pena?

Os benefícios que citamos acima valem para qualquer imóvel, seja qual for a localização dele. Lembrando que o custo do seguro varia conforme o risco de ocorrer um incidente (indicado, principalmente, pela localização e pelas condições do imóvel) e o prejuízo potencial (indicado pelo valor do imóvel e dos bens contidos nele).

Considerando esses fatores, podemos afirmar que contratar um seguro residencial sempre vai valer a pena.

Mas se você ainda achar que o seguro tem um custo muito alto, saiba que é possível pesquisar por opções mais em conta, contratar planos mais simples, com menos coberturas, ou aproveitar condições especiais de contratação, como aquelas oferecidas pelo banco do qual já se é cliente.

Preciso ter casa própria?

Não. Os seguros residenciais também estão disponíveis para inquilinos, agregados, arrendatários e outras pessoas que não têm a propriedade do imóvel em que habitam.

No caso de inquilinos, por exemplo, é possível contratar um seguro com cobertura para atraso ou não pagamento de aluguel.

Cotação seguro residencial

Se você chegou à conclusão de que é uma boa ideia contratar um seguro residencial, então recomendamos começar pesquisando pelas melhores opções disponíveis no mercado.

Após encontrar aquelas mais bem avaliadas, será preciso fazer uma cotação, que é o processo usado pelas seguradoras para definir preços e pacotes específicos para você e seu imóvel.

Quer saber mais sobre seguro residencial e outros produtos financeiros, comparar e encontrar as melhores opções? Então venha conhecer o Juros Baixos, a plataforma de comparação e educação financeira mais completa do Brasil.

Author

Somos uma plataforma de bem-estar financeiro. Em nosso blog falamos sobre finanças pessoais e produtos financeiros como empréstimo, cartão de crédito, seguros e negociação de dívida. A Juros Baixos está desde 2016 desenvolvendo conteúdos de qualidade para nossos seguidores. Acompanhe nossas redes sociais, canal no YouTube e entre para nossa comunidade no Discord.

Comentários