Pensando em trocar de imóvel, mas não tem certeza se é a hora de tomar essa decisão? Pois saiba que algumas situações podem indicar essa necessidade. Como o crescimento da família.

Se você precisa de mais espaço, fica claro que será preciso ou fazer reformas no imóvel, ou trocar de imóvel. Afinal, reformas nem sempre são simples, principalmente se você mora em um apartamento.

Bom, a verdade é que em alguns momentos a troca de imóvel é o mais recomendável, mas como descobrir qual é esse momento ideal?. Contamos tudo que você precisa saber ao longo do conteúdo. Continue lendo!

Será que é hora de trocar de imóvel?

Para saber se é hora de trocar de imóvel, é importante avaliar vários fatores no seu dia a dia. Se o imóvel atual está pequeno, se você teve sua mobilidade prejudicada, se está se sentindo inseguro dentro de casa.

Depois de uma análise cuidadosa do porque seu desejo de mudança está acontecendo, será possível tomar uma atitude com maior segurança.

Sempre analise os prós e contras da situação e entenda quais vantagens você vai realmente tirar da mudança. Os resultados mais importantes serão uma melhor qualidade de vida e bem-estar.

A partir daí, será hora de se planejar. Planejar suas finanças, para comprar o novo imóvel e para fazer as reformas que forem necessárias.

Também é preciso fazer planos para a mudança, entender se será preciso comprar novos móveis e mais.

Com tudo isso, as alterações no seu dia a dia terão impactos melhores, em vez de trazerem dores de cabeça.

Situações que valem a pena trocar de imóvel

Claro que um simples desejo de mudar de casa pode ser suficiente para trocar de o imóvel. Mas algumas situações são particularmente interessantes para fazer essa troca. Veja a seguir.

Aumento da família

Sua família está crescendo? Com novas crianças à caminho, você vai precisar de espaço. Ou mesmo se algum parente vier morar com você, ou se você precisa de espaço para seus pets.

Não importa o modo como sua família cresce. O ponto é que, quando há mais gente em casa, é importante também ter mais cômodos para que todos se sintam confortáveis.

Em especial novos quartos. Porque é interessante ter privacidade. Mesmo as crianças pequenas vão gostar disso, pois é bom ter seu próprio espaço em casa.

Necessidade de outra localização

Mudar de imóvel também pode acontecer quando você precisa mudar sua localização. Pode ser porque seu bairro se tornou muito violento, por exemplo. Ou porque obras de mobilidade urbana prejudicaram sua mobilidade.

Outra situação comum é mudar de trabalho e a sua moradia ser muito longe do seu espaço profissional. Ninguém quer passar muito tempo no trânsito, então mudar de residência pode ser uma boa opção.

Trocar de imóvel também pode ser interessante na hora de colocar as crianças na escola. Infelizmente, ainda há escolas públicas com ensino e estrutura muito melhores que as outras. Ter um novo endereço vai permitir colocar as crianças nesses espaços de ensino.

Privacidade e segurança

Alguns imóveis têm muros baixos, portão de grade, janelas muito abertas e mais. Tudo isso pode afetar sua privacidade e começar a incomodar.

Também pode ser que a violência na área tenha aumentado, roubos na hora de chegar ou sair de casa ou outros acontecimentos.

Esses são outros motivos importantes, em que poder interessante trocar de imóvel.

Sair do aluguel

Ter a tão sonhada casa própria é um excelente motivo para trocar de imóvel. Mesmo que você opte por um financiamento, as parcelas do crédito vão pagar por um bem que será seu.

Enquanto isso, o aluguel não traz qualquer retorno. Claro, você paga para ter um teto. Mas fora isso, o dinheiro é mal aplicado. O que não acontece com a compra de um imóvel.

Como custear um novo imóvel?

Independente do motivo que levar você a mudar de imóvel, existem várias formas de financiar essa troca.

Começando pelo financiamento imobiliário. Com ele, o banco ou financeira pagam pelo bem, e você quita ao banco as parcelas da compra. O imóvel é seu, e você fará seu pagamento ao longo dos meses.

Também existe a opção de obter um empréstimo para comprar imóvel. Ele pode ser uma boa opção se você precisar completar um valor menor nas suas economias para fazer a compra do bem.

Existe ainda o refinanciamento, também chamado de empréstimo com garantia. Você pode optar por uma hipoteca online de um imóvel que já tem, ou então o refinanciamento de um carro.

Essa modalidade de crédito consiste em dar ao banco um bem como garantia (o imóvel ou o carro). Em troca, a empresa oferece a você um empréstimo, que você pode gastar como achar melhor. Inclusive fazendo a compra de um novo imóvel.

Em todos os casos, vale a pena fazer a simulação de crédito antes de adquirir o empréstimo desejado. Com um simulador, fica mais simples visualizar várias ofertas de valores. Assim, você poderá escolher a que tem melhores condições e taxas.

Outra dica é se planejar financeiramente. Porque obter crédito significa que você terá uma dívida para pagar daqui para frente. Mesmo que as parcelas sejam baixas, elas terão impacto no orçamento.

Então, é essencial colocar na ponta do lápis sua renda, seus gastos e fazer o planejamento de como você vai pagar pelo seu novo imóvel.

Considerações finais

Sem dúvida, a palavra de ordem na hora de trocar de imóvel é “planejamento”. Você precisa se planejar primeiro para entender se é mesmo o momento de mudar de casa e encontrar um novo lar.

Em um segundo momento, é preciso planejar como fazer a mudança e o que mais você precisar para as alterações. Pode ser necessário, por exemplo, pintar o imóvel alugado antes de deixá-lo ao dono.

Outra coisa essencial é planejar bem as finanças. Porque a compra de um imóvel vai afetar diretamente seu orçamento.

É bem difícil ter todo o dinheiro necessário para fazer a compra à vista de um imóvel. Significa, então, que você vai precisar de um empréstimo ou financiamento.

Esses créditos vão representar uma dívida mensal, pois você vai precisar pagar as parcelas ao banco. Por isso, é muito importante cuidar das finanças para conseguir quitar os valores em dia.

Comentários