Powered by Rock Convert

Comprar um imóvel é uma meta de vida para muitos brasileiros, afinal, nada melhor do que você investir dinheiro em um local do qual será o proprietário. Mas antes de dar um passo tão importante é preciso avaliar: qual é o melhor consórcio ou financiamento para imóveis?

Responder qual é a melhor opção para comprar a casa própria : consorcio ou financiamento para imóveis não é fácil, pois há muitas questões envolvidas no processo. É importante observar a quantia que se tem para gastar.

Quando se fala em qual é melhor: consórcio ou financiamento para casas ou apartamentos, as pessoas devem levar em conta que há prós e contras. O ideal é conversar com um profissional especializado para esclarecer dúvidas, como seu gerente do banco.

Qual é melhor: consórcio ou financiamento para imóveis?

O financiamento é um tipo de contrato feito através de bancos, que é bastante procurado por quem pensa em adquirir a casa própria. Vale ressaltar que, o banco adianta ou empresta o dinheiro para o cliente comprar o imóvel, mas irá cobrar o valor com juros e encargos.

No financiamento, o banco compra o imóvel e o comprador começa a fazer o pagamento das parcelas todos os meses até quitar a dívida. O prazo máximo para financiar é de 30 anos, porém um prazo maior tende a aumentar o valor da prestação e quanto menor for o tempo também menor será a prestação.

É primordial salientar que, o comprador vai precisar separar uma quantia em dinheiro para dar de entrada no financiamento da casa própria. O valor pode variar de um agente bancário para outro.

Os bancos privados acompanham sempre as diretrizes da Caixa Econômica Federal e acabam cobram valores parecidos nos financiamentos. O financiamento na Caixa feito através do Sistema Financeiro Habitacional (SFH) cobra juros a partir de 9% ao ano + TR e para cotistas que utilizam o FGTS o valor é de a partir de 7,85% + TR.

O consórcio, diferente do financiamento, é um tipo de operação na qual não se cobra juros. Um grupo de pessoas se reúne através de instituições e empresas especializadas e autorizadas para compor uma espécie de caixa único em que todos os associados contribuem com valor fixo mensal e uma taxa de administração.

No entanto, é fundamental reforçar que o imóvel não é adquirido de forma instantânea com o consórcio. O que acontece é que os participantes podem ser sorteadas e contemplados com a carta de crédito ou dar lances para consegui – la.

Vantagens e desvantagens do financiamento e consórcio

Há benefícios e desvantagens no consórcio e no financiamento bancário para comprar a casa própria. Cada pessoa deve avaliar a sua real necessidade e o valor que pode gastar na operação.

  • Agilidade – quando o financiamento é aprovado o dinheiro já é liberado para que o cliente compre o imóvel. Além de tudo é possível diluir as parcelas em prazos longos.
  • As taxas de juros do financiamento são altas, enquanto no consórcio não há juros. Outro ponto negativo do financiamento bancário é a burocracia, já que é necessário apresentar muitos documentos e o interessado deve dar uma entrada em dinheiro.
  • O consórcio tem menos taxas e juros, não é preciso dar entrada também. Em contrapartida, é uma opção indicada para quem não tem necessidade imediata de morar no imóvel, pois conseguir a carta de crédito pode demorar anos, é preciso esperar os sorteios ou dar um lance alto.
  • Entrada e valor – você escolhe o valor na hora de contratar e não há entrada. Já no financiamento, em algumas instituições você precisa ter o dinheiro em mãos para dar entrada (é possível financiar através dos sites dos bancos)

Imprevistos

Lembre de ler o contrato cuidadosamente. É recomendável ter uma renda extra caso imprevistos apareçam. Em ocasiões de não pagamento, o bem é leiloado para pagamento da dívida.

Powered by Rock Convert

Escrever comentário

Shares